Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11517
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Manto da apresentação: O corpo ritualístico, narrativo e alegórico de Arthur Bispo do Rosário
metadata.dc.creator: Dantas, Larissa Uchôa
metadata.dc.contributor.advisor1: Marques, Roberta Ramos
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa tem como proposta uma análise sobre a obra Manto da Apresentação, do artista sergipano Arthur Bispo do Rosário. Diagnosticado como esquizofrênico-paranoico, o artista viveu um período de quase 50 anos interno na Colônia Juliano Moreira, no Rio de Janeiro, e produziu um acervo com mais de 800 obras. Considerada a peça mais significativa do conjunto de sua obra, o Manto apresenta-se como uma síntese da existência de Bispo, representada numa imponente veste. Construída pelo próprio artista ao longo de quase 30 anos, a obra é adornada com elementos simbólicos, bordados de modo profuso em sua superfície, com elementos autobiográficos que fazem do Manto uma extensão do sujeito corpo de Arthur Bispo do Rosário. Sua enorme devoção pelo sagrado foi o motivo primordial para o nascimento dessa obra, dando-lhe um caráter enigmático e múltiplo de sentidos, leituras e interpretações. Dessa forma, propomos, neste estudo, compreendê-la como um “corpo” extensivo e alegórico da vida do artista. Para tanto, fez-se necessário o estudo sobre o corpo/sujeito por meio da teoria do corpomídia – corpo processual, transitório e inacabado –, assim, como o Manto/Corpo. A análise da obra foi norteada pela discussão de alguns conceitos, que explicam a forma como a narrativa construída no Manto está constituída, tais como: a alegoria, o labirinto, o palimpsesto, a precariedade e a fragmentação. Ademais, foram analisados temas presentes nessa narrativa, a exemplo da morte, o ritual e o sagrado, como temáticas presentes tanto no cotidiano do artista, quanto em seu processo artístico. A fim de enriquecer nossa discussão e interpretação dos sentidos proferidos por essa peça polissêmica, exploramos, ainda, a história do vestuário, função e os sentidos do vestir, nos quais é estabelecida uma relação íntima e de comunhão entre o corpo/sujeito e a roupa, o mesmo acontecendo entre Bispo e o Manto. A pesquisa tem abordagem qualitativa, de natureza aplicada, com objetivos exploratórios, e, como procedimentos, foram adotadas: pesquisa bibliográfica e documental, e pesquisa de campo, contando com entrevistas abertas à equipe do Museu Bispo do Rosário, RJ.
Abstract: The propose of this research is to analyze the Manto da Apresentação (Presentation Cloak) work created by the artist Arthur Bispo do Rosario. Diagnosed as schizophrenic-paranoid, the artist experienced a period of almost 50 years inside a mental institution called Juliano Moreira located in Rio de Janeiro. During this period he produced a collection of over 800 works. Considered the most significant part of his work, the Cloak exhibits a summary of Bispo’s existence and is represented by a stately robe. Constructed by the artist over nearly 30 years, the work is adorned with symbolic elements and exquisite embroidery, with autobiographical elements that make the Cloak an extension of the body of Arthur Bispo do Rosário. His enormous devotion to the sacred was the primary reason for the appearance of this work, giving him an enigmatic character and multiple meanings, readings and interpretations. Thus, we propose in this study to understand it as a "body" extension and allegorical of the artist's life. Therefore, it was necessary to study the body/subject by using the bodymedia’s theory - procedural, transitory and unfinished body - as well as the Cloak/Body. The analysis of the work was guided by discussion of some concepts that explain how the narrative constructed in the Cloak is made, such as the allegory, the maze, the palimpsest, precariousness and fragmentation. In addition, various themes were analyzed such as death, ritual and the sacred. These themes are represented both in the artist's daily life, as well as in his artistic process. In order to enrich our discussion and interpretation of the meaning of this polysemous piece, we will explore the history of clothing and the function and way of dressing, which establishes an intimate and communal relationship between the body / subject and clothing. A similar phenomenon is happening between Bispo and the Cloak. The research has a qualitative approach, applied nature, with exploratory objectives. The procedures adopted were: bibliographical and documentary research and field research, including open interviews with the staff of the Bispo do Rosário Museum in Rio de Janeiro.
Keywords: Artes Visuais
Arthur Bispo do Rosário
Manto da Apresentação
Corpo
Alegoria
Visual arts
Arthur Bispo do Rosário
Presentation Cloak
Body
Allegory
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::EDUCACAO ARTISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Artes Visuais
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11517
Issue Date: 6-Jun-2016
Appears in Collections:Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) - Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total3,76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.