Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11590
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Relações entre eventos estressores precoces, sintomas psiquiátricos, esquemas iniciais desadaptativos e características de personalidade em amostra não clínica
metadata.dc.creator: Costa , Ismael Ferreira da
metadata.dc.contributor.advisor1: Galdino, Melyssa Kellyane Cavalcanti
metadata.dc.description.resumo: As investigações dos fatores etiológicos relacionados ao desenvolvimento e manutenção dos transtornos mentais recebe atenção diferenciada no campo da saúde mental. Dentre os múltiplos motivadores que exercem influência sobre o desenvolvimento de vulnerabilidades para a emergência de transtornos mentais tem-se atentado para a presença de Eventos Estressores Precoces (EEPs) como fator de impacto sobre o neurodesenvolvimento do individuo. Apesar do conhecimento existente sobre esta associação, tem-se percebido menor ênfase sobre a influência destes EEPs no desenvolvimento de Esquemas Inicias Desadaptativos (EIDs) e características de personalidade disfuncionais em pessoas com este histórico. Dada à frequência com que os EEPs ocorrem na sociedade e compreendendo a importância deste conhecimento para a elaboração de medidas terapêuticas eficazes para este público, o objetivo deste estudo foi investigar as possíveis relações entre EEPs, sintomas psiquiátricos, EIDs e características de personalidade em uma amostra não clínica. Este estudo caracteriza-se como de natureza transversal, correlacional e quantitativa tendo como amostra 200 pessoas de ambos os sexos, com idade entre 18 e 30 anos e alfabetizadas. A coleta de dados foi realizada com a utilização de um questionário sociodemográfico, o Inventário de Auto Avaliação para adultos (ASRI), o Questionário sobre Traumas na Infância (CTQ), o Questionário de Esquemas de Young (YSQ-S3) e o Inventário de Temperamento e Caráter (ITC-R). Os resultados obtidos apontam uma maior presença de sintomas psiquiátricos total e por transtorno e EIDs no grupo composto por pessoas com histórico de EEPs, que também foi caracterizado por menor escore em auto direcionamento, fator de caráter associado a adequada maturidade emocional. Os EEPs também apresentaram associações positivas significativas com sintomas psiquiátricos, EIDs e Evitação de danos, fator de temperamento associado à instabilidade emocional e maior vulnerabilidade ao desenvolvimento de transtornos mentais, também foram identificadas correlações negativas entre EEPs e os fatores de caráter Auto direcionamento e Cooperatividade. Dentre todos os EEPs, Abuso Emocional emerge como a modalidade de trauma mais fortemente associada com Evitação de danos, EIDs e sintomas psiquiátricos. A Análise de Regressão Múltipla apontou um modelo onde os EIDs, o fator de temperamento evitação de danos e os EEPs explicam 69% da variação dos sintomas psiquiátricos da amostra, dentre os preditores adotados, os EIDs foi o que mais contribuiu para este resultado, explicando 31% da presença dos sintomas psiquiátricos seguido por Evitação de danos com 25%. Através de análise de mediação, identificou-se que a maior parte do poder preditivo associado aos EEPs pode ser melhor explicada pela presença dos EIDs e em menor intensidade pela a Evitação de danos. Sugere-se que os muitos prejuízos atribuído aos EEPs ocorrem através da atuação de múltiplos fatores, neste estudo a presença de EIDs e evitação de danos elevaram de forma significativa o poder de predição de sintomas psiquiátricos associados aos EEPs. Advoga-se dessa forma que manejando-se terapeuticamente esses elementos seja possível minizar os efeitos deletérios associados a ocorrência de EEPs.
Abstract: Investigations of etiological factors related to the development and maintenance of mental disorders receive special attention in the mental health field. Among the multiple motivators that influence the development of vulnerability for the emergence of mental disorders has been bombing for the presence of Early Life Stress (ELSs) as impact factor of the neurodevelopment of the individual. Despite the existing knowledge about this association, we have noticed less emphasis on the influence of these ELSs on Early Maladaptive Schemas (EMSs) and personality traits in people with this history. Given the frequency with which ELSs place in society and understanding the importance of this knowledge for the development of effective therapeutic measures for this audience, the aim of this study was to investigate possible relationships between ELSs, psychiatric symptoms, EMSs and personality characteristics nonclinical sample. This study is characterized as transversal, correlational and quantitative and a sample of 200 people of both sexes, aged between 18 and 30 years old and literate. Data collection was performed with the use of a sociodemographic questionnaire, the Inventory Self-Report for adults (ASRI), the Childhood Trauma Questionnaire (CTQ), the Young Schema Questionnaire (YSQ-S3) and the Inventory of Temperament and character (ITC-R). The results obtained from the indicate a greater presence of all psychiatric symptoms and disorder and EMSs the group of people with a history of ELSs, which was also characterized by lower scores in self-directedness, character factor associated with adequate maturity emotional. In The ELSs also showed significant positive associations with psychiatric symptoms, EMSs and Harm avoidance, temperament factor associated with emotional instability and increased vulnerability to developing mental disorders were also identified negative correlations between ELSs and character factors Selfdirectedness and Cooperativeness. The Multiple Regression Analysis showed a model where EMSs, Harm avoidance temperament factor and ELSs explain 69% of the variation of the psychiatric symptoms of the sample, from the adopted predictors, the EMSs was the largest contributor to this result, explaining 31 % of the presence of psychiatric symptoms followed by Harm avoidance to 25%. Through mediation analysis, it was found that most of the predictive power associated with ELSs can best be explained by the presence of EMSs and lower intensity for the Harm avoidance. It is suggested that much damage attributed to the ELSs is mediated by the action of multiple factors, in this study the presence of EMSs and Harm avoidance increase significantly the predictive power of psychiatric symptoms associated with the ELSs. Advocates is that way that handling is therapeutically these features possible minimize the deleterious effects of the presence of EEP.
Keywords: Eventos estressores precoces
Sintomas psiquiátricos
Esquemas iniciais desadaptativos
Personalidade
Early life stress
Psychiatric symptoms
Early maladaptive schemas
Personality
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociência Cognitiva e Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11590
Issue Date: 25-Feb-2016
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós Graduação em Neurociências Cognitiva e Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total1,57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.