Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11651
metadata.dc.type: Tese
Title: O universo paralelo do profissional de tecnologia da informação em universidade pública: variáveis externas ao indivíduo e sua relação com procrastinação de tarefas
metadata.dc.creator: Correia, Rony Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Bellini, Carlo Gabriel Porto
metadata.dc.description.resumo: Universidades são consideradas um tipo singular de organização. De um modo geral, sua estrutura organizacional pode ser aproximada de um modelo burocrático. De fato, universidades são exemplos das chamadas burocracias profissionais. Nessas instituições, há uma ênfase nas atividades-meio para lidar com a sua complexidade estrutural. Dentre essas atividades, a adoção e implantação de novas tecnologias da informação dão suporte ao processo organizacional. O profissional responsável por desenvolver soluções nessa área é o profissional de tecnologia da informação. Esse profissional está associado a traços de personalidade e a comportamentos sociais específicos. Por sua vez, um comportamento social bastante incidente em indivíduos no trabalho é a procrastinação de tarefas. Nesse comportamento, posterga-se a completude ou execução de tarefas que deveriam ser realizadas. Partindo do pressuposto que elementos da estrutura social e comportamento de agência exercem influência mútua, esta tese analisa a relação entre variáveis externas ao indivíduo e a procrastinação de tarefas em profissionais de tecnologia da informação que trabalham em universidade pública. A motivação é entender comportamentos sociais desses profissionais no contexto de universidades públicas, além de explorar o fenômeno da procrastinação de tarefas na universidade além das atividades de estudantes e acadêmicos. Para isso, foram entrevistados 17 profissionais de tecnologia da informação que trabalham em uma universidade pública selecionada por conveniência. Os resultados mostram que existem 31 variáveis externas ao indivíduo que podem ser associadas como causas à procrastinação de tarefas por esses profissionais. Também é apresentado um mapa causal revelado contendo as relações entre cada uma dessas 31 variáveis e a procrastinação de tarefas. Por fim, é apresentado um modelo de relações entre variáveis externas ao indivíduo e procrastinação de tarefas por profissionais de TI em universidade pública. O modelo é resultado do agrupamento das 31 variáveis em 5 construtos de nível superior, nomeados de Ambiente das Tarefas, Estrutura Organizacional, Investimentos em TI, Planejamento e Autonomia Institucional e Profissionalização da TI. A proposição do modelo é corroborada à luz de diversas teorias e achados empíricos já existentes.
Abstract: Universities are considered a unique type of organization. In general, its organizational structure can be approximated to a bureaucratic model. In fact, universities are examples of so-called professional bureaucracies. At these institutions, support activities are emphasized as a way to address structural complexity. Among those activities, the adoption and implementation of new information technologies give support to organizational process. The incumbent of developing solutions is the information technology professional. This professional is regarded as having particular personality traits and social behaviors. A reportedly common social behavior at work is task procrastination. Task procrastination means to postpone tasks that should be performed at a given time. Based on the assumption that elements of social structure and agency behavior exert mutual influence, this thesis analyzes the relationship between external variables to the individual and the procrastination of tasks in information technology professionals working in a public university. The motivation is to understand the social behavior of these professionals in the context of public universities, in addition to exploring the phenomenon of task procrastination in the university beyond the activities of students and academics. To that end, 17 information technology professionals working at a public university selected for convenience were interviewed. The results show that there are 31 external variables to the individual that can be associated as causes to task procrastination by these professionals. It is also presented a revealed causal map containing the relationships between each of these 31 variables and task procrastination. Finally, a model of relations between external variables to the individual and task procrastination by IT professionals in public university is presented. The model is a result of the grouping of the 31 variables into 5 higher level constructs, named Task Environment, Organizational Structure, IT Investments, Planning and Institutional Autonomy and IT Professionalization. The proposition of the model is corroborated in light of several existing theories and empirical findings.
Keywords: Universidade
Procrastinação
Profissionais de TI
University
Procrastination
IT professional
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Administração
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Administração
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11651
Issue Date: 28-Feb-2018
Appears in Collections:Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) - Programa de Pós-Graduação em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total4,74 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.