Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11814
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Um sonho afogado: ditadura militar e movimento estudantil no Estado da Paraíba – o caso de João Roberto Borges de Souza (1958-1969)
metadata.dc.creator: Silva, Waldir Porfírio da
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Lúcia de Fátima Guerra
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação está inserida na linha de pesquisa “Direitos Humanos e Democracia: teoria, história e política”, Área de Concentração em Políticas Públicas em Direitos Humanos, do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas da Universidade Federal da Paraíba. A pesquisa inicia abordando a Guerra Fria, a influência da doutrina da segurança nacional militares e parcelas da sociedade civil no golpe de 1º de abril de 1964. Mostra os preparativos dos latifundiários e seus aliados civis para colaborar com os militares na Paraíba, com aquisições de armas e recrutamentos de pessoas para invadir a cidade de João Pessoa, caso houvesse reação e insucesso na tomada do poder pelo exército. Analisa pormenorizadamente os inquéritos policiais militares e sanções disciplinares nas universidades no pós-golpe, abertos para investigar e punir os paraibanos que eram contrários a essa intervenção. Descreve a atuação do movimento estudantil universitário paraibano, no recorte temporal de 1958 a 1969, como ele foi desarticulado pela ditadura no ano de 1964 e reorganizado por suas lideranças que reconstruíram suas entidades representativas (UNE, UEEP, DCE e DA’s). Historia as grandes manifestações de ruas, principalmente as ocorridas em 1968, e as punições sofridas pelas lideranças estudantis, em 1969, por um ato ilegal do reitor da UFPB, executado antes mesmo do Decreto 477. Destaca a figura de João Roberto Borges de Souza, estudante de medicina, vice-presidente da UEEP, presidente do DA do seu curso, preso várias vezes e torturado física e psicologicamente, apontando as contradições sobre sua morte ocorrida num açude da zona rural de Catolé do Rocha em outubro de 1969. Conclui, utilizando o instituto do Direito à Verdade como instrumento para conhecer as violações aos direitos humanos praticadas pela ditadura militar no Brasil em perseguição do regime autoritário aos seus opositores. Em consequência, iniciamos uma abordagem sobre a transversalidade da dor, estudando o sofrimento de presos políticos e a extensão desse sofrimento às suas famílias, quando o Estado nega ou manipula a real circunstância das violações aos direitos humanos, principalmente em casos de morte trágicas e ou desaparecimento forçado. Palavras-chave: Ditadura militar, movimento estudantil, João Roberto Borges de Souza, direito à verdade.
Abstract: The present research of this dissertation is inserted in the line of research "Human Rights and Democracy: theory, history and politics", Area of Concentration in Public Policies in Human Rights, offered by the Program of Post Graduation in Human Rights, Citizenship and Public Policies of the Federal University of Paraiba. The research begins by addressing the Cold War, the influence of the doctrine of national security on military and civil society plots on the coup of April 1, 1964. It shows the preparations of the landlords and their civil allies to collaborate with the military in Paraíba, Acquisitions of arms and recruitment of people to invade the city of Joao Pessoa in case there was a reaction and failure to seize power by the army. It analyzes in detail the military police investigations and disciplinary sanctions in the universities in the post-coup, open to investigate and to punish paraibanos that were against this intervention. It describes the performance of the Paraíba university student movement, from 1958 to 1969, as it was disarticulated by the dictatorship in 1964 and reorganized by its leaders who rebuilt their representative entities (UNE, UEEP, DCE and DA's). History the great demonstrations of streets, mainly those happened in 1968, and the punishments suffered by the student leaderships in 1969, by an illegal act of the rector of the UFPB, executed even before the Decree 477. It emphasizes the figure of João Roberto Borges de Souza, A medical student, vice president of UEEP, president of the DA of his course, arrested several times and physically and psychologically tortured, pointing out the contradictions about his death in a rural dump of Catolé do Rocha in October 1969. He concludes using The Institute of the Right to the Truth as an instrument to know the human rights violations practiced by the military dictatorship in Brazil in persecution of the authoritarian regime to its opponents. As a consequence, we began an approach on the transversality of pain, studying the suffering of political prisoners and the extent of this suffering to their families, when the State denies or manipulates the real circumstance of human rights violations, especially in cases of tragic death and Forced disappearance.
Keywords: Ditadura militar
Movimento estudantil
João Roberto Borges de Souza
Direito à verdade
Military dictatorship, , ,
Student movement
João Roberto Borges de Souza
Right to the truth
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Direitos Humanos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos, Cidadania e Políticas Públicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/11814
Issue Date: 31-Jul-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total1,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons