Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12332
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Suplementação alimentar com Spirulina platensis promove efeito antiobesidade e restaura a reatividade contrátil de íleo em ratos Wistar
metadata.dc.creator: Ferreira, Elba dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Bagnólia Araújo da
metadata.dc.description.resumo: A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo de tecido adiposo. A Spirulina. platensis é uma alga verde-azulada e tem se apresentado como droga promissora na potencialização da reatividade de aorta de rato. Assim, objetivou-se avaliar os efeitos da obesidade, da suplementação com S. platensis e da mudança de dieta sobre os parâmetros nutricionais e morfométricos, reatividade muscular em íleo e estresse oxidativo em ratos. Os animais foram divididos em seis grupos: controle salina (GCS), obeso salina (GOS), obeso suplementado com S. platensis nas doses de 25, 50 e 100 mg/kg (GO + SP25, GO + SP50 e GO + SP100, respectivamente) e obeso alimentado com dieta Presence® (GO + DP). Os animais receberam as dietas DP e hipercalórica por 16 semanas e a suplementação a partir da 8ª semana. O GO + DP recebeu a dieta hipercalórica por oito semanas e a DP por oito semanas. Durante as 16 semanas avaliou-se a ingestão alimentar e a massa corpórea e, após a eutanásia, os tecidos adiposos epididimal, retroperitoneal e inguinal foram utilizados para o cálculo do índice de adiposidade. O íleo foi suspenso em cubas para órgãos isolados e as contrações isotônicas e isométricas monitoradas. Os protocolos foram aprovados pela Comissão de Ética no Uso de Animais/UFPB (017/2016). A ingestão alimentar foi reduzida no GOS, e aumentada nos animais suplementados com S. platensis e no GO + DP em relação ao GOS. O GOS não diferenciou em relação ao GCS quanto à massa corpórea inicial, média, final e ganho de massa corporal. Nos grupos suplementados com S. platensis, apenas o GO + SP25 diferenciou quanto à massa corporal média, final e ganho de massa corporal em relação ao GOS. O GOS apresentou o CEA superior e o CCA inferior ao GCS. Os grupos suplementados com S. platensis não apresentaram diferença em nenhum destes coeficientes em relação ao GOS. O GO + DP apresentou um aumento no CEA e CGPCC e uma diminuição no CAA em relação ao GOS. O GOS apresentou aumento nas massas dos três tecidos adiposos, índice de adiposidade e diâmetro dos adipócitos, em relação ao GCS. Nos grupos tratados com S. platensis, apenas a dose de 25 mg/kg não alterou a massa dos tecidos adiposos e o diâmetro dos adipócitos em relação ao GOS, entretanto, todas as doses de S. platensis e o GO + DP diminuíram o índice de adiposidade em relação ao GOS.O GOS apresentou eficácia contrátil do KCl (62,1 ± 6,1%) e do CCh (60 ± 6,4%), em relação ao GCS (100%) e a potência relaxante do verapamil (11,6 ± 0,6) em relação ao GCS (13,7 ± 0,2). A S. platensis (50 mg/kg) reverteu a eficácia do KCl (88,3 ± 3,3%) e do CCh (86,8 ± 5,4%) em relação ao GCS. Entretanto, a S. platensis (100 mg/kg), atenuou a potência relaxante ao verapamil em relação ao GOS (11,6 ± 0,6 vs 9,0 ± 0,2). A espessura das camadas musculares circular e longitudinal do íleo de rato não foi alterada no GOS, assim como a concentração de malondialdeido (MDA) no plasma e no íleo. Nos tecidos adiposos epididimal e retroperitoneal, o GOS apresentou um aumento de MDA, e apenas S. platensis (50 mg/kg) reverteu este efeito. Não houve alteração na atividade antioxidante no plasma, em íleo e nos tecidos adiposos estudados no GOS, entretanto a dose de 50 mg/kg de S. platensis aumentou a CAT no tecido adiposo. Conclui-se que, a obesidade diminui a ingestão alimentar, a reatividade contrátil e relaxante de íleo e aumenta a peroxidação lipídica no tecido adiposo. A suplementação com S. platensis (50 mg/kg) aumenta a ingestão alimentar, restaura a reatividade contrátil de íleo e reverte o estresse oxidativo em tecido adiposo. A mudança de dieta induz efeito antiobesidade, mas não reverte a reatividade contrátil do íleo e o estresse oxidativo em tecido adiposo.
Abstract: Obesity is a chronic disease characterized by the accumulation of adipose tissue. Spirulina. Platensis is a blue-green algae and has been shown to be a promising drug in potentiating rat aortic reactivity. The objective of this study was to evaluate the effects of obesity, supplementation with S. platensis and dietary changes on nutritional and morphometric parameters, muscle reactivity in ileus and oxidative stress in rats. The animals were divided in six groups: saline control (GCS), obese saline (GOS), obese supplemented with S. platensis at doses of 25, 50 and 100 mg / kg (GO + SP25, GO + SP50 and GO + SP100, Respectively) and obese fed with Presence® diet (GO + DP). The animals received the DP and hypercaloric diets for 16 weeks and the supplementation from the 8th week. GO + DP received the hypercaloric diet for eight weeks and PD for eight weeks. During the 16 weeks, food intake and body mass were evaluated and, after euthanasia, the adipose epididymal, retroperitoneal and inguinal tissues were used to calculate the adiposity index. The ileum was suspended in vats for isolated organs and the isotonic and isometric contractions monitored. The protocols were approved by the Committee on Ethics in the Use of Animals / UFPB (017/2016). Food intake was reduced in GOS, and increased in animals supplemented with S. platensis and in GO + PD in relation to GOS. GOS did not differentiate in relation to GCS regarding initial, mean, final body mass and body mass gain. In the groups supplemented with S. platensis, only the GO + SP25 differentiated as regards mean, final body mass and body mass gain in relation to GOS. The GOS presented the upper CEA and the lower CCA to the GCS. The groups supplemented with S. platensis showed no difference in any of these coefficients in relation to GOS. The GO + DP presented an increase in the CEA and CGPCC and a decrease in the CAA in relation to the GOS. GOS showed an increase in the masses of the three adipose tissues, adiposity index and adipocyte diameter, in relation to GCS. In the S. platensis treated groups, only the 25 mg / kg dose did not alter the adipose tissue mass and the adipocyte diameter in relation to the GOS, however, all doses of S. platensis and GO + DP decreased the index (62.1 ± 6.1%) and CCh (60 ± 6.4%), compared to GCS (100%) and the relaxing potency of verapamil (11.6 ± 0.6) compared to GCS (13.7 ± 0.2). S. platensis (50 mg / kg) reversed the efficacy of KCl (88.3 ± 3.3%) and CCh (86.8 ± 5.4%) relative to GCS. However, S. platensis (100 mg / kg) attenuated the relaxing potency of verapamil over GOS (11.6 ± 0.6 vs 9.0 ± 0.2). The thickness of the circular and longitudinal muscle layers of rat ileum was not altered in GOS, as was the concentration of malondialdehyde (MDA) in plasma and ileum. In the epididymal and retroperitoneal adipose tissues, GOS showed an increase in MDA, and only S. platensis (50 mg / kg) reversed this effect. There was no change in antioxidant activity in plasma, ileus and adipose tissues studied in GOS, however the dose of 50 mg / kg of S. platensis increased CAT in adipose tissue. It is concluded that obesity decreases food intake, contractile and relaxing reactivity of ileum and increases lipid peroxidation in adipose tissue. Supplementation with S. platensis (50 mg / kg) increases food intake, restores the contractile reactivity of ileus, and reverses oxidative stress in adipose tissue. Dietary change induces antiobesity effect, but does not reverse the contractile reactivity of the ileum and oxidative stress in adipose tissue.
Keywords: Obesidade
Spirulina platensis
Reatividade contrátil e relaxante
Estresse oxidativo
Íleo de rato
Spirulina platensis
Obesity. . .
Contraction and relaxing reactivity
Oxidative stress
Rat ileus
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Farmacologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/12332
Issue Date: 3-Mar-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total5,13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons