Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13737
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorQueiroga, Maria Thereza de Sousa-
dc.date.accessioned2019-02-25T19:45:11Z-
dc.date.available2018-12-06-
dc.date.available2019-02-25T19:45:11Z-
dc.date.issued2018-10-30-
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13737-
dc.description.abstractNo abstract.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Gabriela Lacerda (gabi.limeira1@gmail.com) on 2019-02-25T19:45:11Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 805 bytes, checksum: c4c98de35c20c53220c07884f4def27c (MD5) MTSQ06122018.pdf: 1068074 bytes, checksum: 5d2ff0d197809561206be94db5c7d8c2 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-02-25T19:45:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 805 bytes, checksum: c4c98de35c20c53220c07884f4def27c (MD5) MTSQ06122018.pdf: 1068074 bytes, checksum: 5d2ff0d197809561206be94db5c7d8c2 (MD5) Previous issue date: 2018-10-30en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal da Paraíbapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectSistema prisional brasileiropt_BR
dc.subjectViolênciapt_BR
dc.subjectDiscriminaçãopt_BR
dc.subjectPessoas transpt_BR
dc.subjectPrivação de liberdadept_BR
dc.titleTransfobia institucionalizada: violência e discriminação no âmbito prisional brasileiropt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.advisor1Correia, Ludmila Cerqueira-
dc.description.resumoEste trabalho apresenta uma análise sobre a situação a que estão submetidas as pessoas trans privadas de liberdade em penitenciárias brasileiras. Uma vez que o estado do atual cenário prisional do Brasil é alarmante devido à precariedade de suas condições estruturais, superlotação e aos tratamentos desumanos e degradantes recebidos pelos presos, essa circunstância se agrava quando o olhar é voltado às pessoas presas que se encontram em desconformidade com o padrão heteronormativo da sociedade, especialmente as pessoas trans, pois a discriminação e violência já vivenciadas por essas pessoas na esfera social se tornam ainda mais perversas no âmbito prisional. Como metodologia se utilizou de pesquisa bibliográfica e documental para o estudo teórico do tema, como também o estudo de relatórios, nacionais e internacionais, e jurisprudências para compor a análise da situação. Conclui-se que estudar as experiências sociais da população trans nos presídios implica o reconhecimento de negações constantes de seus direitos, ao mesmo tempo em que se observa o descaso estatal perante os dispositivos produzidos especificamente para garantir a dignidade e integridade das pessoas em situação de prisão, a partir da ineficaz ou ausente aplicação dos mesmos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCiências Jurídicaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPBpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITOpt_BR
Appears in Collections:TCC - Direito - Santa Rita

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MTSQ06122018.pdf1,04 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons