Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13821
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Uma filosofia do futuro: religião e ateísmo em Ludwig Feuerbach
metadata.dc.creator: Lira, Jéssica de Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: Sampaio, Dilaine Soares
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Chagas, Eduardo Ferreira
metadata.dc.description.resumo: Pensar a religião, suas origens e principalmente, sua essência a partir das propostas de Ludwig Feuerbach consiste no desenvolvimento sólido de uma crítica ao cristianismo e suas interferências na cultura ocidental. O objetivo da presente pesquisa consiste em analisar o percurso da filosofia feuerbachiana em direção à reforma da filosofia, que funda a filosofia do futuro, podendo ser também denominada filosofia da religião, conforme se conclui. A análise crítica das religiões realizada pelo filósofo compõe o cenário de uma nova filosofia da religião, que aborda o fato religioso como um dos elementos presentes na vida humana; a religião é entendida como ação no mundo devendo, portanto, ser referenciada fielmente à sua expressão. Investigar a religião em sua essência constitui a tarefa da nova filosofia da religião e é assim que Feuerbach a analisa, buscando compreendê-la de seu ponto de vista essencial, ou seja, a partir da perspectiva humana. Seu ateísmo antropológico surge como negação de tudo que negue o homem, incluso aí a teologia cristã e absolutista, que elegera um mundo apenas pensado como o mundo real; a crítica às religiões pagãs e cristã realizada por meio de seu ateísmo compõe o embasamento de sua filosofia do futuro. A crítica ao pensamento hegeliano insurge também, nesse sentido, como parte significativa para a nova filosofia da religião ao afirmar o mundo sensível como princípio tanto para o filosofar, quanto para as atividades religiosas em si. O problema da religião abordado do seu ponto de vista essencial viabiliza a concretização de um projeto que confere livre expressão ao homem como ser que vive neste mundo, o mundo orgânico, atingindo, assim, sua emancipação e produzindo a nova filosofia que reconhece todas as dimensões do humano como seu conteúdo próprio. Para a composição da pesquisa foi desenvolvida uma revisão bibliográfica e utilizado o método dedutivo, de modo que a apresentação das teorias está fundamentada em obras do filósofo e de alguns comentadores. As aplicações conclusivas apontam para a nova forma de filosofar proposta por Feuerbach como sendo uma filosofia da religião que inaugura uma perspectiva humana de analisar as religiões, invés de desprezar a corporeidade e materialidade, parte delas como pressuposto para a emancipação do homem por meio da razão livre, que parte do único ser racional e de sua sensibilidade.
Abstract: To think of the religious phenomenon from the proposals of Ludwig Feuerbach consists in the solid development of a critique of Christianity and its interference in western culture. The aim of the present research is to analyze the course of Feuerbach 's philosophy towards the reform of philosophy, which establishes the philosophy of the future, here understood as the philosophy of religion. The critical analysis of religions carried out by the philosopher composes the scenario of a new religion philosophy, which approaches the religious phenomenon as one of the elements present in human life; religion is understood as action in the world and must therefore be faithfully referenced to its expression. Investigate religion in its essence constitutes the task of the new philosophy of religion and this is how Feuerbach analyzes it, seeking to understand it from its essential point of view, that is, from the human perspective. His anthropological atheism emerges as a denial of everything that denies man, including christian and absolutist theology, who chose a world thought only as the real world; the criticism of pagan and christian religions made through his atheism forms the basis of his philosophy of the future. The critique of Hegelian thought also insists, in this sense, as a significant part of the new philosophy of religion in affirming the sensible world as a principle both for philosophizing and for religious activities themselves. The problem of religion approached from its essential point of view to make feasible the realization of a project that gives free expression to man as being in the world, thus achieving his emancipation and producing the new philosophy that recognizes all the dimensions of the human as its own contente. For the composition of the research a bibliographical review was developed and the deductive method was used, so that the presentation of the theories is based on works of the philosopher and some commentators. The conclusive applications point to the new form of philosophy proposed by Feuerbach as a philosophy of religion that inaugurates a human perspective of analyzing religions instead of despising corporeality and materiality, part of them as a presupposition for the emancipation of man through reason free, that part of the only rational being and its sensitivity.
Keywords: Feuerbach
Filosofia da Religião
Homem
Ateísmo
Philosophy of Religion
Men
Atheism
Filosofia da religião
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciência das Religiões
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões
metadata.dc.rights: Acesso aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/13821
Issue Date: 15-Dec-2017
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total956,99 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons