Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14112
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Atividade anti-inflamatória da pterocarpanoquinona LQB 118 em macrófagos murinos
metadata.dc.creator: Lima, Éssia de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor1: Mascarenhas, Sandra Rodrigues
metadata.dc.description.resumo: A LQB 118 é uma pterocarpanoquinona, molécula híbrida sintética resultante da união de dois grupos de moléculas naturais bioativas, os pterocarpanos e as naftoquinonas. Esta molécula possui várias atividades biológicas relatadas, incluindo atividade anti-inflamatória em modelo de inflamação alérgica pulmonar. No entanto, ainda não há relatos na literatura sobre a atividade da LQB 118 em outros modelos de inflamação. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar, em macrófagos peritoneais murinos, o papel da pterocarpanoquinona LQB 118 no processo inflamatório. Inicialmente, camundongos Swiss receberam uma injeção de tioglicolato (4%) via intraperitoneal (i.p.). Quatro dias depois, os macrófagos peritoneais foram obtidos e cultivados na concentração de 2 x 105 cels/poço. As células foram tratadas com a LQB 118 (5 µM, 1 µM, 0.5 µM e 0.1 µM) na presença ou ausência do estímulo inflamatório, zimosan (0,2 mg/mL), por 24 h. Em seguida, os sobrenadantes foram recolhidos para a quantificação das citocinas (TNF-α, IL-1β e IL-6) por ELISA. A viabilidade celular foi determinada pelo método de MTT. Para análise do mecanismo de ação da molécula, os macrófagos foram cultivados na concentração de 1,5 x 106 cels/poço e tratadas como já descrito. Após 24 h, as células foram utilizadas para análise da expressão de moléculas envolvidas na inflamação por citometria de fluxo. Para isso, os macrófagos foram incubados com os anticorpos anti-TLR2, anti-CD69 e anti-P-p38. Como esperado, o zimosan induziu aumento da produção das citocinas pró-inflamatórias avaliadas. Por sua vez, o tratamento com a LQB 118 foi capaz de reduzir significativamente os níveis das citocinas TNF-α, IL-1β e IL-6 no sobrenadante da cultura celular. Além disso, o tratamento com a LQB 118 foi capaz de reduzir a expressão da molécula CD69, assim como o aumento da fosforilação da MAPK p38 induzida por zimosan. Adicionalmente, a LQB 118 foi capaz de modular negativamente a expressão do TLR2 na presença do estímulo inflamatório. Os resultados obtidos são independentes de morte celular, visto que nenhuma das concentrações de LQB 118 utilizadas interferiu na viabilidade dos macrófagos. Dessa forma, este trabalho demonstrou pela primeira vez o efeito anti-inflamatório da LQB 118 em macrófagos peritoneais murinos.
Abstract: LQB 118 is a pterocarpanoquinone, a synthetic hybrid molecule from the union of two bioactive natural molecule groups, pterocarpans and naphthoquinones. LQB 118 biological activity has been reported, including anti-inflammatory properties in allergic lung inflammation model. However, there are no LQB 118 anti-inflammatory properties reports using other inflammation model. Thus, the aim of this study was to evaluate the role of pterocarpanoquinone LQB 118 in murine peritoneal macrophages in the inflammatory process. Briefly, female Swiss mice was elicited with an intraperitoneal (i.p.) injection of thioglycollate (4%). After four days, peritoneal macrophages were obtained and cultured at the concentration of 2 × 105 cells/well. Cells were treated with LQB 118 (5 μM, 1 μM, 0.5 μM and 0.1 μM) in the presence or absence of the inflammatory stimulus, zymosan (0.2 mg / mL) for 24 h. Then, the supernatants were collected for quantification of the cytokines (TNF-α, IL-1β and IL6) by ELISA. Cell viability was determined by the MTT method. For action mechanism analysis of the molecule, the macrophages were cultured at the concentration of 1,5 × 106 cells / well and treated as described above. After 24 h, the cells were used for analysis of the expression of molecules involved in inflammation by flow cytometry. For this, the macrophages were incubated with anti-TLR2, antiCD69 and anti-P-p38 antibodies. As expected, zymosan increased inflammatory cytokines evaluated production. On the other hand, LQB 118 treatment was able to significantly reduce levels of the cytokines TNF-α, IL-1β and IL-6 in the cell culture supernatant. Besides that, treatment with LQB 118 was able to reduce CD69 expression, as well as increased p38 MAPK phosphorylation induced by zimosan. In addition, LQB 118 was able to negatively modulate TLR2 expression in the presence of the inflammatory stimulus. The results obtained are independent of cell death, since none of LQB 118 concentrations interfered with macrophages viability. Therefore, this work demonstrated for the first time the anti-inflammatory effect of LQB 118 on murine peritoneal macrophages.
Keywords: Inflamação
Citocinas
Zimosan
Inflammation
Cytokines
Zymosan
Processo inflamatório - Citocinas - Zimosan
Atividade anti-inflamatória
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Biotecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14112
Issue Date: 25-Sep-2018
Appears in Collections:Centro de Biotecnologia (CBIOTEC) - Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivototal1,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons