Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14481
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Relação entre carga mental de trabalho e infecção hospitalar em UTI
metadata.dc.creator: Silva , Ravenna Leite da
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva , Luiz Bueno da
metadata.dc.description.resumo: Introdução: Em um ambiente hospitalar, o esforço mental de enfermeiros pode ser gerado pela necessidade de atender às demandas do paciente, da interação com pacientes ou familiares, associados com os aspectos emocionais mais intensos da vida. Logo, diante disso, pode-se supor que esse ambiente apresente efeito sobre a carga de trabalho. Diversos estudos voltados para análise da carga de trabalho de enfermagem concentraram-se com instrumentos voltados para a avaliação da carga de trabalho física (intensidade e volume de trabalho). Estes intrumentos, por sua vez, parecem insuficientes para a mensuração da carga de trabalho, que deve ser abrangente e dinâmica, havendo necessidade de literatura que considere a carga mental diante das atividades/situações laborais que promovem seu aumento. Ainda são poucas as pesquisas que abordam a carga mental de trabalho de enfermeiros em ambientes de UTI’s. Objetivo: verificar a relação entre a carga mental de trabalho de enfermeiros e a infecção hospitalar em uma Unidade de Terapia Intensiva. Método: Participaram da amostra os enfermeiros que desempenhavam suas atividades laborais no turno diurno. A coleta de dados se deu em dois períodos: Dezembro de 2017 com um total de 16 participantes e Abril de 2018 com 14 participantes. Foram utilizados os seguintes instrumentos de pesquisa: (1) questionários socioeconômico; (2) NASA-TLX para análise da carga mental de trabalho das enfermeiras; (3) Nursing Work Índex versão brasileira para avaliar aspectos organizacionais do setor, e por fim, (4) consulta ao banco de dados do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar para coleta dos dados referentes aos níveis de infecção hospitalar. Aplicou-se o teste de correlação de Spearman para verificar a associação entre a carga mental de trabalho dos participantes e os níveis de infecção hospitalar, α=0,05. Resultados: observou-se carga mental de trabalho das enfermeiras elevada, com média ponderada do NASA-TLX de 66,38 (DP±15,0). Foram encontradas correlações entre os níveis de infecção hospitalar do setor e a carga mental das enfermeiras (r=0,654, p<0,01), com destaque para infecção do trato urinário associada à sonda vesical de demora (r=0,546, p<0,01) e pneumonia associada à ventilação mecânica (r=0,563, p<0,01). A UTI apresentou um ambiente favorável às práticas de enfermagem com médias inferiores a 2.5, de acordo com o Nursing Work Índex versão brasileira. Conclusão: A carga mental de trabalho das enfermeiras apresentou associação aos níveis de infecção hospitalar do setor de terapia intensiva estudada, principalmente, infecção do trato urinário associada ao uso de sonda vesical de demora e pneumonia associada à ventilação mecânica.
Abstract: Introduction: In a hospital environment, the mental effort of nurses can be generated by the need to meet the patient's demands, the interaction with patients or family members, associated with the most intense emotional aspects of life. Therefore, it can be assumed that this environment has an effect on the workload. Several studies focused on the analysis of the nursing workload were concentrated with instruments focused on the evaluation of the physical workload (intensity and volume of work). These instruments, in turn, seem insufficient for the measurement of the workload, which must be comprehensive and dynamic, and there is a need for literature that considers the mental load before the activities / work situations that promote its increase. There are still few studies that address the mental workload of nurses in ICU settings. Objective: to verify the relationship between the mental workload of nurses and the hospital infection in an Intensive Care Unit. Method: Participants in the sample were nurses who performed their work activities during the day shift. Data collection took place in two periods: December 2017 with a total of 16 participants and April 2018 with 14 participants. The following research instruments were used: (1) socioeconomic questionnaires; (2) NASA-TLX for analyzing the mental workload of nurses; (3) Nursing Work Index Brazilian version to evaluate organizational aspects of the sector, and finally, (4) consult the database of the Hospital Infection Control Service to collect data on levels of hospital infection. The Spearman correlation test was applied to verify the association between the mental work load of the participants and the hospital infection levels, α = 0.05. Results: Nurses' mental workload was high, with a NASA-TLX weighted average of 66.38 (SD ± 15.0). Correlations were found between the levels of hospital infection in the sector and the mental load of the nurses (r = 0.654, p <0.01), with emphasis on urinary tract infection associated with the delayed bladder catheter (r = 0.546, p <0 , 01) and pneumonia associated with mechanical ventilation (r = 0.563, p <0.01). The ICU presented a favorable environment to nursing practices with means lower than 2.5, according to the Nursing Work Index Brazilian version. Conclusion: The mental workload of the nurses was associated with the infection levels of the intensive care sector, mainly urinary tract infection associated with the use of a bladder catheter and ventilator-associated pneumonia.
Keywords: Carga de Trabalho
Enfermagem
Infecção Hospitalar
Unidade de Terapia Intensiva
Workload
Nursing
Hospital Infection
Intensive care unit
Enfermeiro - Carga de trabalho
Enfermeiro - Fatores psicológicos
Infecção hospitalar - Condições de trabalho - Enfermeiro
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Engenharia de Produção
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14481
Issue Date: 28-Aug-2018
Appears in Collections:Centro de Tecnologia (CT) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivototal1,59 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons