Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14789
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Urbanidades e relações entre espaço x sociedade: estudo de caso do bairro do Altiplano Cabo Branco - João Pessoa-PB
metadata.dc.creator: Cruz, Patrícia Costa e Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Morais, Marcele Trigueiro de Araújo
metadata.dc.description.resumo: A urbanidade pode ser entendida como a situação de equilíbrio entre a dimensão espacial e a dimensão social inerentes ao espaço urbano, isto é, situações em que se percebe segurança nas ruas e calçadas, espaços públicos apropriados às atividades sociais urbanas e dinamizados por diversidade de funções, bem como a co-presença de pessoas de classes sociais, gêneros e idades distintos. Esta qualidade do urbano é cada vez mais rara nas cidades contemporâneas brasileiras, sendo a inferência estatal equivocada e permissiva e o aumento da violência urbana alguns dos principais motores do visível desajuste da(s) urbanidade(s) atuais. O bairro do Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa, na Paraíba, constitui um objeto privilegiado de investigação da urbanidade, uma vez que abriga, em um espaço relativamente restrito de observação, configurações de cidade estereotipadas e radicalmente opostas, erguidas notadamente a partir da aprovação de um Decreto Municipal 5.844/07, no ano de 2007. Este trabalho objetiva compreender as relações entre espaço e sociedade nos três principais setores que compõem o Altiplano, à luz do conceito de urbanidade. Por isso, consiste num estudo acerca dos espaços públicos, configurações físico-espaciais, tipologias edilícias e interfaces público-privadas do bairro, assim como dos efeitos sociais destas diferentes situações, perceptíveis nas apropriações dos espaços públicos e em entrevistas com a população usuária. A pesquisa propõe uma aproximação físico-espacial do objeto, através da análise morfológica e preenchimento de fichas-guia embasadas nos autores-chave; promove ainda uma aproximação de natureza social, a partir da análise das práticas sociais e sociabilidades urbanas observações in loco e entrevistas com os usuários do espaço público. Ao término da pesquisa, percebem-se a influência dos fatores de qualidade dos espaços públicos, configuração espacial e interfaces público-privadas, na utilização dos espaços públicos. Em oposição, o medo da violência urbana aparece como justificativa reincidente, no que se refere ao abandono do espaço público, por determinados grupos sociais. Conclui-se, no entanto, que a apropriação social dos espaços públicos ocorre, por vezes, em fenômenos de superação de deficiências e de entraves espaciais, que tenderiam justamente a desestimular qualquer tipo de uso do espaço público. Relações de amizade e vizinhança entre determinados grupos sociais, além da má qualidade dos espaços da espaço privada, surgem como fatores de peso neste sentido e em alguns segmentos do bairro. Este trabalho alerta, enfim, para as consequências das mudanças das configurações físico-espaciais vertiginosas e pouco planejadas, que atendem a interesses de grupos específicos hegemônicos. Ademais, trata de situações urbanas fortemente alimentadas por uma "cultura do medo", com repercussões visíveis no que concerne às apropriações dos espaços públicos, por determinados grupos de indivíduos. A partir deste retrato complexo e contemporâneo da cidade, é possível discutir perspectivas e traçar as influências destas situações sobre o despertar da urbanidade local, atualmente fragilizada e deficiente, com tendências ao desurbanismo.
Abstract: Urbanity can be understood as the balance between the spatial and the social dimensions which form the urban space; e.g. a situation where security has been provided on streets and on sidewalks; public spaces which are suitable for social activities and potentialized by containing a diversity of functions, as well as the presence of people of different social classes, gender and age. This kind of urban quality is becoming scarcerer on contemporary brazilian cities, having mistaken and permissive public interference and the rise of urban violence as some of the key cause factors. Altiplano Cabo Branco neighbourhood, at João Pessoa/PB, is a privileged spot for urbanity investigation, once it contains, in a somewhat restrict observation space two radically opposed and stereotyped displaces for a city, which have been built mainly after the approval of Public Decree 5.844/07, at 2007. This work means to understand the connection between space and society on the three main sectors which compose the Altiplano based on the concept of urbanity. It consists of a study about public spaces, physical space displays, building typology and public-private interface on the neighbourhood; as well as the social effects of those situations, which can be perceived on the way the space is used and on research data collected throw interviews with the local population. This research proposes a physical space approach to its object obtained throw morphologic analyses and the filling of index cards based on the key authors; it also promotes a social approach throw the analyses of the social behavior of the users, interviews with them and in loco examination of the urban space. Throughout this research the influence of public spaces' quality factors, spatial arrangements and public-private interface is made evident. On the other hand the fear for urban violence appears as the main cause for abandoning public spaces by a share of the population. The conclusion is that the use of public spaces occurs at times by overcoming deficiencies which would appear to inhibit all sort of public space use: Friendship between neighbours and the lack of private spaces' quality are some of the factors that influence on this behavior. This research calls attention to the consequences of sudden changes on urban display without proper planning only to satisfy the wishes of a specific and homogeneous group within the population. It concerns also about a factor known as "fear culture", which influences deeply the relation between users and the public space surrounding them, specially by a determined share of the society. Through this complex and contemporary view of the urban space it is made possible to discuss prospects and foresee the influences of such reality of a fragile and deficient urbanity which tends continue to fade.
Keywords: Urbanidade
Configuração físico-espacial
Efeitos sociais
Altiplano Cabo Branco
Urbanity
Physical and spatial configuration
Social effects
Altiplano Cabo Branco
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Arquitetura e Urbanismo
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14789
Issue Date: 15-Dec-2015
Appears in Collections:Centro de Tecnologia (CT) - Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total20,91 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons