Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14927
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Porto do Capim: mobilização e resistência nas redes sociais
metadata.dc.creator: Silva, Irley David Fabricio da
metadata.dc.contributor.advisor1: Carvalho, Nadja de Moura
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem por objetivo estudar as estratégias de articulação da comunidade Porto do Capim nas redes sociais Facebook e YouTube. Valendo-nos de imagens do #PortodoCapim no Instagram, exploramos a visão do outro, procurando entender como esse outro visualiza a comunidade, que é conhecida tradicionalmente como ribeirinha. Interessa saber se esse outro corrobora (ou tensiona) com o discurso do poder público em relação ao local: abandonado, despido de cultura, deteriorado, etc. Valemo-nos de pesquisas documental, bibliográfica, interpretativa, netnográfica e exploratória. Colhemos do perfil do Porto do Capim (Facebook, YouTube e Instagram) dados específicos do ambiente de rede. O que encontramos revela uma comunidade que não mede esforços para lutar contra os interesses daqueles que desejam a sua remoção do espaço, habitado por ela há mais de 70 anos. As redes sociais dão visibilidade à sua causa, tradições e memórias como lugar de fala e de resistência. As ferramentas destas redes (eventos, vídeos, textos, imagens, grupos etc.) foram acionadas para fazer as suas reivindicações um movimento organizado, legítimo e aceito pelos pessoenses.
Abstract: This paper aims to study the articulation strategies of Porto do Capim community on Facebook and Youtube. By using the hashtag #PortodoCapim on Instagram, we explored the perspective of others to understand how they see this community, traditionally known as a riverside one. It is necessary to know if others confirm (or collide with) the public authorities’ speech about the place: derelict, uncultured, damaged, etc. We used documentary, bibliographic, interpretive, natnographic and exploratory researches. Moreover, we collected network environment specific data from Porto do Capim’s Facebook, Youtube and Instagram profiles. What we found reveals a community that spare no efforts to fight the interests of those who want them to leave the space where they have lived for over 70 years. Social media give visibility to their cause, traditions and memories as a place of speaking and resistance. The tools of these media (events, videos, texts, images, groups, etc.) were marshalled to make their claims organized, legitimate and accepted by the people from Joao Pessoa.
Keywords: Porto do Capim
Mobilização e resistência
Mobilização e resistência
Redes sociais
Comunidade Tradicional Ribeirinha
Porto do Capim
Mobilização e resistência
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Comunicação
metadata.dc.rights: Acesso aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14927
Issue Date: 31-Aug-2018
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Comunicação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total6,21 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons