Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14969
metadata.dc.type: Tese
Title: Modelagem da relação entre a mortalidade por câncer e indicadores de condições de vida da população idosa do Nordeste do Brasil
metadata.dc.creator: Carvalho, João Batista
metadata.dc.contributor.advisor1: Paes, Neir Antunes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Vianna, Rodrigo Pinheiro de Toledo
metadata.dc.description.resumo: Com um processo de envelhecimento populacional já em curso em 2010, o Nordeste brasileiro apresentava expressivos valores proporcionais de óbitos por doenças crônico-degenerativas, despontando as neoplasias, principalmente o câncer de próstata, mama feminina e pulmão em ambos os sexos, em um contexto de desigualdades sociais e econômicas. Assim, teve-se como objetivo avaliar a relação entre as taxas de mortalidade pelos principais tipos de câncer e indicadores de condições de vida da população idosa do Nordeste brasileiro, por sexo. Foi realizado um estudo ecológico transversal nos anos de 2010 e 2015 para as 188 microrregiões do Nordeste utilizando a modelagem de equações estruturais. Os dados de população, óbitos e indicadores de condições de vida foram extraídos do IBGE, SIM/MS e SISAP-Idoso, respectivamente. Devido aos problemas na qualidade das informações sobre as principais causas básicas de óbito por câncer, os dados foram corrigidos para sub-registro, óbitos mal definidos e códigos garbage. A recuperação de um número considerável de óbitos possibilitou obter uma maior acurácia na estimação das taxas de mortalidade em nível de microrregiões e dos estados. O aumento nas taxas de mortalidade foi observado no período. A modelagem de equações estruturais apresentou um modelo robusto com significância para alguns indicadores de condições de vida. As taxas foram mais elevadas em microrregiões com menores percentuais de idosos analfabetos, menor percentual de idosos com renda nominal de até um salário mínimo e em situação de pobreza, menor razão de dependência e maior percentual de idosos residentes em domicílios com água encanada. Concluiu-se que os resultados apontaram uma tendência de aumento das mortes de idosos pelos principais tipos de câncer na região, com níveis maiores nas microrregiões com melhores indicadores de condições de vida.
Abstract: With a population aging process already in progress in 2010, the Brazilian Northeast presented expressive proportional values of deaths due to chronic-degenerative diseases, emerging neoplasias, mainly prostate, female breast and lung cancer in both sexes, in a context of social and economic inequalities. The objective was to evaluate the relationship between mortality rates by the main types of cancer and indicators of the living conditions of the elderly population of the Brazilian Northeast by sex. A cross-sectional ecological study to the years 2010 and 2015 was adopted to the 188 micro regions of the Northeast, using structural equation modeling. Population data, deaths and indicators of living conditions were extracted from IBGE, SIM/MS, and SISAP-Idoso, respectively. Due to problems in the quality of information on basic death causes, the death data were corrected for underreporting, ill-defined causes and garbage codes. The recovery of a considerable number of deaths made it possible to obtain a greater accuracy in the estimation of mortality rates at micro region and state levels. An increase in mortality rates was observed in the period. Structural equations modeling presented a robust model with significance for some indicators of living conditions. Rates were higher in microregions with lower percentages of illiterate elderly and in poverty, lower dependency ratio and higher percentage of elderly people living in households with running water. It was concluded that the results showed a trend of increased deaths of the elderly by the main types of cancer in the region, with higher levels in the microregions with better indicators of living conditions.
Keywords: Mortalidade
Câncer
Sub-registro
Condições sociais
Modelos estruturais
Mortality
Cancer
Underregistration
Social conditions
Structural models
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/14969
Issue Date: 13-Dec-2018
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivo total3,22 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons