Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15114
metadata.dc.type: TCC
Title: Ensino de biologia por investigação na formação de professores: análise de práticas epistêmicas em uma atividade didática com o tema biologia celular
metadata.dc.creator: Soares , Caroline Leal Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira , Marsílvio Gonçalves
metadata.dc.description.resumo: O ensino superior no Brasil teve o seu desenvolvimento consideravelmente tardio, as licenciaturas surgiram apenas na década de 30, como resultado da preocupação com a regulamentação da capacitação de docentes para a escola secundária. Pesquisas revelam que algumas dificuldades na docência enfrentadas por professores de ciências e biologia na educação básica, de certo modo, refletem alguns problemas na condução de processos de mediação na sala de aula, através do uso de recursos metodológicos significativos. Dessa forma, o desenvolvimento de metodologias ativas, dentre elas as investigativas experimentais, têm sido buscadas a fim de proporcionar ao aluno o desenvolvimento de processos cognitivos, motivando-o a pensar, indagar, experimentar, refletir e contextualizar, tornando-o sujeito ativo no processo de aprendizagem, especialmente em conteúdos escolares ou disciplinas mais abstratas e de difícil compreensão, como é o caso de assuntos do domínio da biologia celular. Autores têm analisado e discutido de que maneira os movimentos epistêmicos ocorrem em sala de aula, especialmente no ensino superior, e apresentam as interações discursivas entre professor e aluno e dos alunos entre si. Dessa forma, o presente estudo busca analisar as práticas epistêmicas durante uma atividade didática baseada em investigação num contexto de formação de professoresem turmas de ensino superior. A abordagem didática teve como tema a atividade da membrana plasmática e se desenvolveu em uma turma do penúltimo período do curso de Licenciatura em Ciências Biológica na Universidade Federal da Paraíba. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram questionários, documentação audiovisual e produção de relatório da atividade didática aplicada. As práticas epistêmicas no contexto das interações discursivas e na produção do relatório da atividade foram analisadas com base em categorias provenientes da literatura clássica e atualizadas da área. O resultado do questionário apresentou que os alunos já possuíam um conhecimento satisfatório a respeito do tema, permitindo um maior aprofundamento na atividade didática. A atividade prática teve uma duração de 110 minutos, a porcentagem de fala da professora foi de 67,3% comparado a 32,7% dos alunos, com uma maior presença do discurso do tipo Conteúdo e Procedimental. As abordagens comunicativas foram do tipo interativas/dialógico e interativa/ de autoridade com intenções variando de acordo com as etapas da atividade. As práticas epistêmicas apresentadas no contexto das interações discursivas foram de descrição, explanação e generalização e as práticas epistêmicas constantes nos relatórios da atividade prática foram de citar, problematizar, construir dados, argumentar e concluir. Conclui-se que o uso da abordagem do ensino de biologia por investigação experimental e a análise das práticas epistêmicas permitem aos futuros professores um repertório teórico-metodológico que se podem mobilizar ferramentas importantes para a produção, comunicação, avaliação e legitimação do conhecimento cientifico abordado em sala de aula. Além disso, essa abordagem se configura com um grande potencial na formação de professores, de modo a imprimir movimentos necessários para os processos de mediação e desenvolvimento de ricas interações em sala de aula e para tomadas de decisão.
Abstract: Higher education in Brazil was considerably late in its development, and graduates only emerged in the 1930s, as a result of their concern with the regulation of teacher training for secondary school. Research shows that some difficulties in teaching faced by teachers of science and biology in basic education, to some extent, reflect some problems in conducting mediation processes in the classroom, through the use of significant methodological resources. Thus, the development of active methodologies, among them experimental investigations, have been sought in order to provide the student with the development of cognitive processes, motivating him to think, ask, experiment, reflect and contextualize, making him an active subject in learning process, especially in school contents or more abstract and difficult to understand subjects, as is the case of subjects in the field of cellular biology. Authors have analyzed and discussed how epistemic movements occur in the classroom, especially in higher education, and present the discursive interactions between teacher and student and the students among themselves. Thus, the present study seeks to analyze epistemic practices during a didactic activity based on research in a context of teacher training in higher education groups. The didactic approach had as its theme the activity of the plasma membrane and was developed in a class of the penultimate period of the course of Degree in Biological Sciences at the Federal University of Paraíba. The data collection instruments used were questionnaires, audiovisual documentation and report production of applied didactic activity. The epistemic practices in the context of the discursive interactions and in the production of the activity report were analyzed based on categories from the classic and updated literature of the area. The result of the questionnaire presented that the students obtained a satisfactory knowledge about the subject, allowing a greater in-depth in didactic activity. The practical activity had a duration of 110 minutes, the teacher's speech percentage was 67.3%, compared to 32.7% of the students, with a greater presence of content and procedural speech. The communicative approaches were of the interactive / dialogical and interactive / authority type with intentions varying according to the stages of the activity. The epistemic practices presented in the context of discursive interactions were descriptions, explanations and generalizations and the epistemic practices included in the reports of the practical activity were to cite, to problematize, to construct data, to argue and to conclude. It is concluded that the use of the biology teaching approach through experimental research and the analysis of epistemic practices allow future teachers a theoretical and methodological repertoire that can mobilize important tools for the production, communication, evaluation and legitimation of the scientific knowledge addressed in classroom. In addition, this approach has a great potential in teacher training, in order to print the necessary movements for the processes of mediation and the development of rich classroom interactions and for decision making.
Keywords: Ensino de Biologia por investigação
Biologia celular
Experimentação no ensino de biologia
Práticas epistêmicas
Interações discursivas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15114
Issue Date: 16-May-2019
Appears in Collections:TCC - Biologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CLRS19072019.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.