Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15253
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Perfil fermentativo e composição química de silagens de palma forrageira aditivadas com ureia e farelo de trigo
metadata.dc.creator: Nogueira, Messias de Sousa
metadata.dc.contributor.advisor1: Araújo, Gherman Garcia Leal de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Santos, Edson Mauro
metadata.dc.description.resumo: No Semiárido Brasileiro, em função da adaptação da palma forrageira às condições edafoclimáticas, essa forrageira vem sendo utilizada em larga escala, tornando-se a principal fonte de alimentação volumosa dos rebanhos. No entanto, o seu uso tem sido restrito ao período seco do ano, com custos elevados de mão de obra para corte e fornecimento diretamente no cocho. A forma de colheita também pode comprometer o potencial de rebrota do palmal, uma vez que a sua utilização é desuniforme e distribuída ao longo de todo período de estiagem. Desse modo o objetivou-se avaliar a composição química, as populações microbianas, o perfil fermentativo, as perdas na ensilagem e a estabilidade aeróbia da silagem de palma aditivada com uréia e farelo de trigo. Para a maximização dos palmais com aplicação de técnicas de conservação. O experimento foi realizado no Setor de Forragicultura da Universidade Federal da Paraíba. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos representados pelos diferentes níveis de farelo de trigo (0; 5; 10; 20% de farelo de trigo com base na matéria seca) e quatro repetições por tratamento. Para o ensaio de estabilidade aeróbia, foram confeccionados 32 silos com as respectivas adições de farelo de trigo, com e sem a adição de 1% de uréia na matéria seca, foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado, arranjado em um esquema fatorial 5x2, sendo cinco doses quatro níveis de farelo de trigo x a adição ou não de uréiauréia. A palma forrageira é uma cactácea que apresentou percentuais de matéria seca de 12 (%MS), capacidade tampão de 22 (mEq/100g MS) e carboidratos solúveis de 120 (g/kg de silagem). Essas características associadas à microbiota, pH e os percentuais de ácidos orgânicos possivelmente favoreceram o seu processo fermentativo. Suas características bromatológicas também foram avaliadas, a palma apresentou fibra em detergente neutro de 31 (FDN%), proteína bruta de 6 (PB%). Essas características possivelmente favorecerão o processo de fermentação ideal para a silagem de palma.
Abstract: In the Brazilian semiarid, depending on the adaptation of cactus of edaphoclimatc conditions, this forage has been used on a large scale, becoming the main bulky power supply flocks. However, its use has been restricted to the dry season, with high costs of labor for cutting and supply directly into the trough. The form of crop can also compromise the potential for regrowth of cactus, since its use is uneven and distributed throughout the dry period. Thus the objective was to evaluate the chemical composition, microbial populations, the fermentation profile, losses in silage and aerobic stability of silage additives palm with urea and wheat bran. To maximize the palmais with application of conservation techniques. The experiment was carried out in the Forage Section of the Federal University of Paraiba. We used a completely randomized design with four treatments represented by different wheat bran levels (0, 5, 10, 20% wheat bran based on dry matter) and four replicates per treatment. For the aerobic stability test were made 32 silos with their bran additions, with and without the addition of 1% urea on dry matter, we used a completely randomized design, arranged in a 5x2 factorial arrangement with five four of wheat bran levels x or without addition of urea. The cactus is a cactus that had percentage of dry matter of 12 (% DM), buffer capacity 22 (mEq / 100 g DM) and soluble carbohydrate (120 g / kg of silage). These characteristics associated microbiology, pH and percentage of organic acids possibly favored its fermentation process. Their qualitative characteristics were also evaluated, palm presented neutral detergent fiber 31 (NDF%), crude protein 6 (CP%). These characteristics possibly favor the fermentation process ideal for silage palm.
Keywords: Carboidratos
Nutrição
Opuntia fícus-indica
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Zootecnia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Zootecnia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15253
Issue Date: 23-Mar-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências Agrárias (CCA) - Programa de Pós-Graduação em Zootecnia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DZ333.pdf963,25 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons