Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15403
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Uso do pastejo rotacionado para controle da infestação da pastagem e das parasitoses gastrintestinais em caprinos
metadata.dc.creator: Lima, Paulo Henrique Rocha de
metadata.dc.contributor.advisor1: Simões, Sara Vilar Dantas
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Melo, Valeska Shelda Pessoa de
metadata.dc.description.resumo: A exploração dos caprinos na região do Brejo Paraibano, na maioria das vezes, se dá de maneira não tecnificada e surgem diversos problemas de ordem sanitária, agravados por uma assistência técnica escassa e deficiente. Entre os problemas de ordem sanitária destacam-se as parasitoses gastrintestinais, que tem a sua ocorrência favorecida pelo clima e os sistemas de criação identificados nas propriedades, onde os animais são criados em áreas pequenas e úmidas, que favorecem ao desenvolvimento e sobrevivência de larvas infectantes no pasto por longos períodos. A ingestão das larvas leva os animais a apresentarem os sinais clínicos das parasitoses gastrintestinais e ao uso frequente de anti-helmínticos, que tem como consequência o desenvolvimento de resistência parasitária. Uma ferramenta importante que deve ser adotada nos rebanhos é o controle integrado das parasitoses gastrintestinais, que se caracteriza pela adoção de um conjunto de medidas que visam reduzir a contaminação dos animais e das pastagens. O conhecimento da época do ano em que as larvas ocorrem em maior ou menor número nas pastagens constitui um dado essencial para o entendimento da dinâmica populacional dos parasitas em uma região e para o estabelecimento de medidas de controle estratégico, já que o fato que mais influencia a carga parasitária dos animais é o número de larvas infectantes ingeridas da pastagem diariamente. O uso do manejo rotacionado das pastagens vem sendo utilizado como forma de controlar a infecção dos animais com larvas de helmintos. A redução do tempo de ocupação dos piquetes tem por finalidade impedir a contaminação dos animais com larvas provenientes de fezes depositadas naquele ciclo de pastejo. Nos últimos anos diversos surtos de verminoses têm sido registrados no setor de caprinocultura do Centro de Ciências Agrárias da UFPB, localizado no município de Areia - PB, que vem ocasionando redução na produtividade, mortes de animais, despesas com medicamentos e resistência aos anti-helmínticos. Um dos principais problemas associados aos surtos é a contaminação das pastagens, sendo importante iniciar estudos sobre a dinâmica da população de parasitos no pasto para que as informações possam ser utilizadas em um controle integrado de parasitos. Nessa dissertação é apresentado um estudo que teve como objetivo avaliar a eficiência da utilização do pastejo rotacionado como forma de reduzir a infestação das pastagens e a infecção de caprinos com larvas infectantes de nematoides. O experimento teve uma duração de 80 dias, foram utilizadas 10 cabras não lactantes e os animais ocuparam os piquetes de Brachiaria decumbens por 66 dias, sendo a pastagem avaliada até o final do período experimental. Os animais pastejaram o mesmo piquete por três dias. Sendo 33 dias o período de descanso. Amostras das pastagens foram colhidas para avaliação da contaminação. Para avaliação do grau de infecção dos animais foram realizados exames parasitológicos de fezes e os animais foram pesados para avaliação do desempenho. O experimento foi conduzido num delineamento experimental inteiramente casualizado, com 12 tratamentos (tempos de descanso) e cinco repetições. Larvas infectantes foram identificadas em todos os períodos de descanso, não sendo identificadas diferenças significativas entre os tratamentos. No entanto, entre o 24º e 30º dia de descanso foi identificada elevação no número de larvas recuperadas no pasto. Apesar da presença de larvas no pasto essas permaneceram durante o período experimental em quantidades que não ocasionaram elevação na carga parasitária dos animais. Os animais iniciaram o experimento com um nível de infecção moderado e esse se manteve durante todo o período experimental. O ganho de peso no segundo ciclo de pastejo não foi satisfatório, provavelmente devido à redução na disponibilidade e qualidade dos alimentos. O sistema de pastejo rotacionado, conforme apresentado nesse estudo, pode ser recomendado como parte de um manejo integrado de parasitos, pois permitiu controlar a carga parasitária dos animais e manteve o número de larvas infectantes no pasto reduzido.
Abstract: The exploitation of goats in the region of Brejo Paraibano - Brazil, in most cases, occurs in a non-technical way and several health problems arise, aggravated by deficient technical assistance. Among the health problems are the gastrointestinal parasites, which have their occurrence favored by the climate and the systems of creation identified in the properties, where the animals are raised in small and humid areas, that favor the development and survival of infective larvae In the pasture for long periods. Ingestion of the larvae causes the animals to present the clinical signs of gastrointestinal parasitizes and frequent use of anthelmintic, which results in the development of parasitic resistance. An important tool that should be adopted in the herds is the integrated control of gastrointestinal parasitic diseases, which is characterized by the adoption of a set of measures aimed at reducing the contamination of animals and pastures. The knowledge of the time of year in which larvae occur in a greater or lesser number in the pastures is an essential data for the understanding of the population dynamics of the parasites in a region and for the establishment of measures of strategic control, since larvae ingested from the pasture daily is the fact that more Influences the parasitic load of the animals. The use of rotational pasture management has been used as a way to control the infection of animals with helminthes larvae. The reduction of the time of occupation of the pickets aims to prevent the contamination of the animals with larvae coming from feces deposited in that grazing cycle. In the last years several outbreaks of parasitizes have been registered in the goat sector of the Center of Agricultural Sciences of the UFPB, located in the city of Areia - PB, which has been causing reduction in productivity, animal deaths, drug expenses and resistance to anthelmintic. One of the main problems associated with outbreaks is the contamination of pastures, and it is important to initiate studies on the population dynamics of the parasites in the pasture so that the information can be used in an integrated control of parasites. In this dissertation a study was presented that aimed to evaluate the efficiency of the use of rotational grazing as a way to reduce pasture infestation and infection of goats with nematode infecting larvae. The experiment had duration of 80 days, 10 non-lactating goats were used and the animals occupied Brachiaria decumbens pickets for 66 days, and the pasture was evaluated until the end of the experimental period. The animals grazed the same picket for three days. The rest period being 33 days. Pasture samples were collected for contamination evaluation. To evaluate the degree of infection of the animals were performed parasitological exams of feces and the animals were weighed for performance evaluation. The experiment was conducted in a completely randomized experimental design with 12 treatments (rest periods) and five replicates. Infective larvae were identified in all rest periods and no significant differences were identified between treatments. However, between 24º and 30º of rest, an increase in the number of larvae recovered in the pasture was identified. Despite the presence of larvae in the grass, the larvae remained during the experimental period in amounts that did not cause an increase in the parasitic load of the animals, the animals started the experiment with a moderate level of infection and this was maintained throughout the experimental period. Weight gain in the second grazing cycle was unsatisfactory probably due to the reduction in food availability and quality. The rotational grazing system, as presented in this study, can be recommended as part of an integrated parasite management, since it allowed to control the parasitic load of the animals and kept the number of infective larvae in the pasture reduced.
Keywords: Parasitoses gastrintestinais – Pequenos ruminantes
Pastejo rotacionado – Infecção em caprinos
Caprinocultura – Pastagem
helmintíases
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Veterinárias
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15403
Issue Date: 27-Apr-2017
Appears in Collections:Centro de Ciências Agrárias (CCA) - Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DV039.pdf997,77 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons