Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/16002
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Recursos hídricos: percepção ambiental de agricultores e estudo dos efeitos ecotoxicológicos da água do Rio Piancó e de metais pesados em espécies agrícolas
metadata.dc.creator: Oliveira, José Lucas dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Edevaldo da
metadata.dc.description.resumo: As ações antrópicas relacionadas à exploração intensa dos recursos naturais e o aumento populacional nas últimas décadas têm contribuído para uma crise ambiental, originando diversos desequilíbrios e causando a contaminação de ecossistemas aquáticos e do solo. Essa pesquisa objetivou analisar o conhecimento e práticas dos agricultores da região quanto aos recursos hídricos e uso sustentável do solo. Além disso, avaliar possíveis efeitos ecotoxicológicos da água do Rio Piancó (Paraíba) e de metais (Ni, Pb), no desenvolvimento germinativo de três cultivares agrícolas: Citrulus lanatus (melancia), Phaseolus vulgaris L. (feijão), Zea mays L. (milho) e possíveis efeitos genotóxicos da água do rio em Allium cepa L. (cebola). Na pesquisa de campo com famílias de agricultores (n = 8) da cidade de Pombal, Paraíba, foi aplicado um questionário com 15 questões abertas e 12 afirmativas, no modelo da escala de Likert, todas relacionadas à relação deles, e suas atividades, com uso da água do rio e do solo. Os experimentos laboratoriais com as espécies agrícolas foram realizados em placas de Petri, em triplicata, com 25 sementes em cada placa. Para os experimentos com a água do rio, coletou-se a água em dois pontos amostrais próximos de focos contaminação (efluentes) do rio. As amostras foram caracterizadas quanto alguns parâmetros físico químicos (pH, cor, turbidez, total de sólidos dissolvidos, temperatura, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, dureza total, sódio, potássio, cálcio, bicarbonato e cloretos). Os efeitos ecotoxicológicos da água do rio foi avaliado em diferentes diluições (100,0; 75,0; 50,0; 25,0 e 0,0%) em volume de água, para cada ponto amostral, utilizando as espécies C. lanatus, P. vulgaris e Z. mays. Os efeitos dos metais (Ni, Pb) foram avaliados nas seguintes concentrações: 0,0; 1,0; 3,0; 6,0 e 9,0 mM em C. lanatus. As variáveis respostas morfofisiológicas observadas foram: porcentagem de germinação, anormalidades, biomassa fresca e seca da raiz e da parte aérea, índice de velocidade de germinação (IVG), tempo médio de germinação (TMG) e crescimento da raiz e da parte aérea. A genotoxicidade foi avaliada pela análise de lâminas de células meristemáticas de A. cepa, expostas à água do rio. Os dados reportaram que a água do Rio Piancó é importante para a região, pois a partir dela os agricultores subsistem. Os entrevistados compreendem que a urbanização compromete a qualidade da água do rio (62,5%) e sabem qual o órgão é responsável pela fiscalização do rio (50,0%). Somente 25,0% faz uso de defensivos naturais nos cultivos, os demais usam agrotóxicos. Os parâmetros físico químicos da água do Rio Piancó estão, em sua maioria, de acordo com o que estabelece a legislação brasileira para essa classe de uso, nos dois pontos amostrais e, não reportou toxicidade em P. vulgaris nas variáveis avaliadas, porém C. lanatus teve redução do IVG nos dois pontos e Z. mays, teve redução significativa de crescimento e produção de biomassa quando exposta a água concentrada do rio, em um dos pontos de coleta. Os metais pesados analisados foram tóxicos para a germinação e desenvolvimento inicial de C. lanatus, a partir de 1,0 mM, sendo o Pb mais tóxico em relação ao Ni. Os efluentes e águas lixiviadas da agricultura, podem acumular na água e, posteriormente, no solo (pela irrigação) metais pesados tóxicos. Assim, para a prática de agricultura em todo o perímetro que margeia o Rio Piancó são necessárias ações de conservação para mitigar os efeitos das atividades antrópicas e lançamentos de efluentes que contribuem para a degradação do rio. Ações de Educação Ambiental podem sensibilizar os agricultores para que contribuam com a preservação da área, reduzindo o uso de agrotóxicos ou sendo capacitados para práticas agroecológicas.
Abstract: The antropic actions related to the intense natural resources exploration and the populational increase has contributed to an environmental crisis, resulting in imbalances and contamination in aquatic and soil ecosystems. This research aimed to analyze the knowledge and practices of farmers regarding water resources and sustainable land use. In addition, to evaluate the possible ecotoxicological effects of Piancó river (Paraiba) water and metals (Ni, Pb) in the germination development of three cultivars: Citrulus lanatus (watermelon), Phaseolus vulgaris L. (bean), Zea mays L. (corn) as well as possible genotoxic effects of the river water on Allium cepa (onion). A questionnaire with 5 open questions and 12 affirmative questions in the Likert scale model, all related to their relation and their activities with the use of river water and soil, were applied in the field survey with farmer’s families (n = 8) in the city of Pombal, Paraiba. Laboratory experiments were carried out in Petri dishes with 25 seeds in each plate. For the experiments with the water of the river, the water was collected in two sampling points close to the contamination sources (effluents) of the river. The samples were characterized according to chemical physical parameters (pH, color, turbidity, total dissolved solids, temperature, electrical conductivity, dissolved oxygen, biochemical oxygen demand, chemical oxygen demand, total hardness, sodium, potassium, calcium, bicarbonate and chlorides). The ecotoxicological effects of the river water were evaluated at different dilutions (100,0; 75,0; 50,0; 25,0 and 0,0%) by volume of water, for each sampling point using the species C. lanatus, P. vulgaris and Z. mays. The effects of metals (Ni, Pb) were evaluated in the following concentrations: 0,0; 1,0; 3,0; 6,0 and 9,0 mM in C. lanatus. The morphophysiological responses observed were: percentage of germination, abnormalities, fresh and dry root and shoot biomass, germination speed index (IVG), mean germination time (TMG), root and shoot growth. The genotoxicity was evaluated by the analysis of meristematic cells of A. cepa exposed to the water of the river. The data reported that the water of the Piancó River is important for the region because farmers derive their subsistence from it. The interviewees understand that urbanization compromises the quality of the river's water (62,5%) and knows which agency is responsible for monitoring the river (50,0%). Only 25,0% use natural pesticides in the crops. The others use agrochemicals. The chemical physical parameters of the Piancó River water are, for the most part, according to the brazilian legislation for this class of use, in the two sampling points did not report toxicity in P. vulgaris in the evaluated variables, but C. lanatus had a reduction of IVG in the two points and Z. mays had a significant reduction of growth and biomass production when exposed to concentrated water from the river at one of the collection points. The heavy metals analyzed were toxic to germination and development of C. lanatus, from 1,0 mM, with Pb being more toxic than Ni. Effluents and leached water from agriculture can accumulate in the water and subsequently in the soil (through irrigation) of toxic heavy metals. Therefore, for the practice of agriculture around the perimeter that borders the Piancó River, conservation actions are necessary to mitigate the effects of anthropic activities and releases of effluents that contribute to the degradation of the river. Environmental Education actions can sensitize farmers to contribute to the preservation of the area, reducing the use of pesticides or being trained in agroecological practices.
Keywords: Agricultura
Agroecologia
Contaminação
Fitorremediação
Germinação
Agriculture
Agroecology
Contamination
Phytoremediation
Germination
Problemas ambientais
Áreas agrícolas
Agrotóxicos
Fertilizantes
Rio Piancó - Paraíba - Brasil
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Gerenciamento Ambiental
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/16002
Issue Date: 26-Feb-2019
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdfArquivototal1,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons