Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/16144
metadata.dc.type: TCC
Title: Consciência fonológica em adultos não alfabetizados
metadata.dc.creator: Lopes, Adna Pontes Neves
metadata.dc.contributor.advisor1: Minervino, Carla Alexandra da Silva Moita
metadata.dc.description.resumo: O ato de ler embora pareça ser natural ao homem é uma habilidade que deve ser ensinada e aprendida, diferente da fala que é uma habilidade interconectada com a genética humana e habilita a criança desde os primeiros meses de vida a discriminar os sons da fala, a leitura requer uma modificação neural que dê condições para a decodificação dos símbolos gráficos e sonoros que representam a fala, é uma capacidade adquirida com o ensino, e que apesar de parecer uma tarefa simples, caracterizado como ato complexo e multifacetado que envolve fatores sociais, cognitivos, emocionais e ambientais para que ocorra de forma satisfatória e eficaz. Hoje é consenso na literatura sobre a importância da leitura para o pleno desenvolvimento social e cognitivo do ser humano. Independente de ser na infância ou na vida adulta, a leitura só é adquirida se for ensinada, entretanto em crianças essa habilidade é mais fácil de ser adquirida do que em adultos. Nesse contexto multifacetado de aprendizagem formal, pesquisadores nacionais e internacionais ressaltam a importância do desenvolvimento da consciência fonológica para a aquisição da leitura. A presente investigação visou analisar o nível de desempenho em consciência fonológica de adultos não alfabetizados. Participaram da pesquisa 44 adultos, de ambos os sexos, com idades entre 28 e 56 anos (M= 40,9; Dp= 7,6). Para a seleção da amostra foi utilizada a técnica de amostragem por conveniência. Os sujeitos foram divididos em dois grupos, sendo um de adultos não alfabetizados, e o outro de adultos alfabetizados. Foram utilizados como instrumentos: ficha de dados sociodemográficos; teste de habilidades preditoras da leitura (THPL): composto por tarefas de rima, aliteração, segmentação. O THPL fora administrado individualmente e com o auxílio de um dispositivo móvel (tablet). Com base nos achados, pode-se concluir que houve diferença no desempenho dos adultos não alfabetizados e alfabetizados, evidenciando um perfil de acertos mediante os estímulos apresentados nas tarefas. A tarefa de aliteração foi a que obteve maior média de acertos, seguida das tarefas de rima e segmentação para ambos os grupos. Esses achados, quando comparados aos estudos anteriores com crianças não alfabetizadas, demonstram um perfil semelhante nos resultados e o insucesso na tarefa de segmentação sugere que essa habilidade é uma forte aliada na aquisição da leitura tanto em crianças como em adultos não alfabetizados. Dessa forma, os resultados desta pesquisa corroboram para o aperfeiçoamento de programas de alfabetização para adultos e fortalece o campo de pesquisa que visa compreender a relação entre adultos não alfabetizados e a leitura.
Abstract: The act of reading is a complex and multifaceted activity that involves social, cognitive, emotional and environmental factors. Regardless of whether in childhood or adulthood, reading is acquired only if it is taught, however this ability in children is more easily acquired than in adults. The literature highlights the importance of phonological awareness to reading acquisition. This research aimed to analyze the level of performance in phonological awareness of illiterate adults.13 Participated in the study 44 adults of both sexes. The adults were divided into two groups, one of illiterate adults, and the other adult literacy in childhood. The following instruments were used: sociodemographic data; Predictors of the Reading Skills Test, that consists of tasks of rhyme, alliteration, segmentation; individually and applied in a tablet. Based on the findings, it can be concluded that there were differences in the performance of illiterate and literate adults, showing a listing of correct answers by the stimuli presented in the task. The task of alliteration was that obtained the highest mean score, followed by segmentation and rhyme tasks for both groups. These findings, when compared to previous studies with illiterate children, demonstrate a similar profile in the results and failure in the segmentation task suggests that this ability is a strong ally in reading acquisition. Thus, the results of this study corroborate the improvement of literacy programs for adults and strengthens the research field that aims to understand the relationship illiterate adults and reading.
Keywords: Leitura - adulto
Consciência fonológica
Adultos - não alfabetizados
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicopedagogia
metadata.dc.rights: Acesso aberto
Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/16144
Issue Date: 15-Aug-2014
Appears in Collections:TCC - Psicopedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
APNL11092014.pdf1,23 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons