Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/1645
metadata.dc.type: TCC
Title: Os processos de entrada e permanência das travestis e das mulheres transexuais no mercado de trabalho
metadata.dc.creator: Ferreira, Tatiana de Sousa
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Beatriz Prado
metadata.dc.description.resumo: A partir da definição de masculino e feminino, construída pela sociedade, são impostos padrões de comportamentos. Essa classificação parte de uma compreensão biologizante dos gêneros, que trata gênero como uma configuração puramente genital onde tal classificação deverá ser seguida à risca pelos indivíduos. Entretanto, existem pessoas que não se encaixam nessa determinação binária, reducionista e limitadora dos gêneros. Portanto, as travestis, as mulheres e os homens transexuais enfrentam problemas com situações aparentemente comuns como estar em lugares públicos sem serem intimidadas ou conseguirem uma vaga de emprego sem que sua identidade de gênero restrinja as possibilidades e os locais de trabalho. A pesquisa cuja abordagem caracteriza-se como qualitativa teve por objetivo geral compreender como se dá o acesso e a permanência das travestis e das mulheres transexuais em uma das esferas do convívio social, o mercado de trabalho. Para tanto, como instrumento de coleta de dados, foi utilizada a entrevista semiestruturada, com as mulheres que aceitaram serem colaboradoras. Os dados foram analisados segundo os referenciais teóricos e metodológicos da sociologia e do trabalho, buscando levantar categorias de análise, temas e reflexões pertinentes para serem discutidas. Pode-se perceber que as trajetórias de suas vidas foram e são marcadas por diversas violências, essas marcas são impressas quando se evidencia os direitos que lhes foram negados pelo fato de não corresponderem as expectativas que lhe foram atribuídas socialmente, empurrando-as para uma situação de vulnerabilidade social, contornadas pela fragilidade dos vínculos de trabalho ou das relações sociais. Faz-se necessário que sejam construídas políticas públicas para inserção dessa população na sociedade em todas as esferas sociais que lhe são de direito, que estas ganhem visibilidade pelo potencial profissional e pessoal que elas possuem e não por uma imagem preestabelecida que as tem como abjetos.
Abstract: From the definition of masculine and feminine, constructed by society, are imposed patterns of behavior. This classification is based on a biologizing understanding of genres, which treats genre as a purely genital configuration where such classification should be followed strictly by individuals. However, there are people who do not fit into this binary, reductionist and gender-limiting determination. Transvestites, transsexual women and men therefore face problems with seemingly common situations such as being in public places without being intimidated or getting a job vacancy without their gender identity restricting possibilities and workplaces. The research whose approach is characterized as qualitative had as a general objective to understand how the transvestites and Transsexuals women access and stay in one of the spheres of social interaction, the labor market. For this, as a data collection instrument, the semi-structured interview was used, with the women who agreed to be collaborators. The data were analyzed according to the theoretical and methodological references of sociology and work, aiming to raise categories of analysis, themes and relevant reflections to be discussed. It can be noticed that the trajectories of their lives were and are marked by various violence, these marks are imprinted when the rights denied by them are evidenced by the fact that they do not fulfill the expectations that were attributed to them socially, pushing them to a situation Of social vulnerability, overcome by the fragility of work links or social relations. It is necessary to build public policies for the insertion of this population in society in all social spheres that are entitled to it, that these gain visibility for the professional and personal potential they have and not for a pre-established image that has them as abject. Key-
Keywords: Mulheres Transexuais
Travestis
Transexualidade
Gênero
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Terapia Ocupacional
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/1645
Issue Date: 19-May-2017
Appears in Collections:TCC - Terapia Ocupacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TSF 29052017.pdf575,91 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons