Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/1925
metadata.dc.type: TCC
Title: Nomenclaturas aplicadas à CASP: uma análise do discurso dos gestores de saúde do Estado da Paraíba
metadata.dc.creator: Carvalho, Tiago do Nascimento de
metadata.dc.contributor.advisor1: Coelho, Christiano
metadata.dc.contributor.referee1: Lucena, Wenner Glaucio Lopes
metadata.dc.contributor.referee2: Moraes, Edson Franco de
metadata.dc.description.resumo: As Nomenclaturas Aplicadas ao Setor público, como Custo, Despesa, receita, lucro e perda tem ganhado espaço dentro do linguajar cotidiano dos profissionais com formações em saúde, como farmacêuticos-Bioquímico, enfermeiros, odontólogos e médicos, por exemplo. Ademais, funções tidas como administrativas, financeiras e contábeis são vistas nas áreas de saúde como uma função atípica (secundária/meio) que ajudam a atividade fim(típica/usuário) no real objetivo de suas açõe, que é o atendimento de saúde a coletividade em geral. Igualmente, percebe-se que toda ação da administração pública que envolva aquisição, distribuição, entre outras, requer recursos públicos e esses precisam ser administrados. A partir da Emenda constitucional 19/98, a administração pública passou a ter uma preocupação especial de prestar seus serviços com presteza, trazendo eficiência e efetividade na prestação de serviço, com menor desperdício de recursos possível para a administração. O campo da pesquisa foi um órgão da administração direta, sem personalidade jurídica, que por meio da desconcentração realiza suas atividades de aquisição, repasse e atendimento de demandas oriundas do governo estadual, municipal, bem como da população em geral, no que diz respeitos a medicamentos. Observou-se que os gestores possuíam formações diferenciadas, um na área da saúde e outro em gestão e administração. Notou-se que o profissional que possuía formação em Administração de Empresa e Gestão hospitalar conhecia dos conceitos das nomenclaturas inerentes à Contabilidade pública, enquanto o segundo, com formação em Farmácia, não sabia definir, quando confrontado com a doutrina, as diferenças existentes, a exemplo de custo e despesa. Foi percebido também que os demais servidores do NAF não possuem conhecimentos em áreas financeiras e contábeis, e que não detinham capacitação nessas áreas. Na indagação sobre as nomenclaturas houve uma contradição de entendimentos, quando comparados com a doutrina majoritária. O trabalho também identificou dos gestores e servidores sobre a percepção dos mesmos da necessidade de se saber de conceitos contábeis para se fazer uma boa gestão e qual importância dada a tais conceitos dentro do NAF.
Abstract: The Nomenclatures Applied to the Public Sector, such as Cost, Expenses, Revenue, Profit and Loss, have gained space within the everyday language of professionals with health training, such as Pharmacists-Biochemists, nurses, dentists and physicians, for example. In addition, functions considered as administrative, financial and accounting are seen in the health areas as an atypical function (secondary) that help the activity end (typical) in the real objective of their action, which is health care to the community generally. Likewise, it is perceived that any action of the public administration that involves acquisition, distribution, among others, requires public resources and these must be administered. As of Constitutional Amendment 19/98, the public administration began to have a special concern to provide its services promptly, bringing efficiency and effectiveness in the provision of service, with less waste of resources possible for the administration. The field of research was an organ of the direct administration, without legal personality, that through the devolution carries out its activities of acquisition, transfer and attendance of demands originating from the state, municipal government, as well as of the population in general, with respect to medicines. It was observed that the managers had differentiated formations, one in the area of health and another in management and administration. It was noted that the professional with a degree in Business Administration and Hospital Management was familiar with the concepts of the nomenclatures inherent to Public Accounting, while the latter, with a Pharmacy background, was not able to define, when confronted with the doctrine, the existing differences, the Example of cost and expense. It was also noticed that the other NAF servers do not have knowledge in financial and accounting areas, and that they did not have training in these areas. In the question about the nomenclatures there was a contradiction of understandings, when compared with the majority doctrine. The work also identified the managers and servants about their perception of the need to know accounting concepts to make a good management and what importance given to such concepts within the NAF.
Keywords: Finanças públicas
Administração pública
Gastos públicos
Despesas públicas
Custos no setor público
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Sociais Aplicadas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/1925
Issue Date: 15-May-2017
Appears in Collections:CCSA - TCC - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TNC04092017.pdf1,64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons