Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2261
metadata.dc.type: TCC
Title: RELAÇÃO DA TEMPERATURA DO AR COM AS OCORRÊNCIAS DE DENGUE E MENINGITE NOS MUNICÍPIOS PARAIBANOS DE CAMPINA GRANDE E JOÃO PESSOA
metadata.dc.creator: Silva, Ana Carla de Lima
metadata.dc.contributor.advisor1: Borges, Péricles de Farias
metadata.dc.contributor.referee1: Araújo, Lázaro de Souto
metadata.dc.contributor.referee2: Bezerra, Francisco Thiago Coelho
metadata.dc.description.resumo: A dengue é uma doença infecciosa muito seria que pode matar que é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. A dengue constitui um sério problema de saúde pública no Brasil e no mundo e é nosso papel armar a comunidade de informações para combater novas epidemias. A meningite consiste em uma inflamação das meninges, membranas que apresentam relação com as condições climáticas. A transmissão é de pessoa para pessoa, através das vias respiratórias ou por contanto direto com as secreções do paciente. Este trabalho tem como objetivo verificar a relação da temperatura do ar com a ocorrência de dengue e da meningite nas cidades Paraibanas de Campina Grande e João Pessoa. Os dados sobre a dengue e a meningite foram coletados no site do Sinan e os dados da temperatura no Inmet. Foi usado o Excel para análise de dados e testes. Com base nos dados obtidos, pode-se observar que há uma influência da temperatura do ar para a manifestação do mosquito Aedes aegypti. Os resultados obtidos apresentam uma grande relação entre casos de dengue e temperatura, tais resultados são importantes para elaboração de um plano de controle, exclusivamente em cidades que possuem clima favorável ao desenvolvimento do Aedes aegypti. Além da temperatura a ação da população e as ações governamentais contribuem para o aumento ou diminuição da taxa da doença. Observou-se que na maioria dos anos analisados tanto para Campina Grande, quanto para João Pessoa, a temperatura e a umidade relativa média do ar teve influência significativa na proliferação da dengue. Onde fica evidenciado que as componentes meteorológicas têm influência direta no avanço deste vetor. No caso da meningite a temperatura do ar e a umidade relativa, não contribuíram na incidência da patologia, existem outras causas como condições nutricionais, sociais, e de defesa imunológica do organismo humano para o surgimento da doença.
Abstract: Dengue is a very serious infectious disease that can kill that is transmitted by the bite of the mosquito Aedes aegypti. Dengue is a serious public health problem in Brazil and the world, and it is our role to arm the information community to fight new epidemics. Meningitis consists of an inflammation of the meninges, membranes that are related to the climatic conditions. The transmission is from person to person, through the respiratory tract or through direct contact with the patient's secretions. This study aims to verify the relationship of air temperature with the occurrence of dengue and meningitis in the Paraiba cities of Campina Grande and João Pessoa. Data on dengue and meningitis were collected on Sinan's website and the temperature data on Inmet. Excel was used for data analysis and testing. Based on the data obtained, it can be observed that there is an influence of the air temperature for the manifestation of the mosquito Aedes aegypti. The results obtained show a great relation between cases of dengue and temperature, these results are important for the elaboration of a control plan, exclusively in cities that have a favorable climate for the development of Aedes aegypti. In addition to temperature, population action and government actions contribute to the increase or decrease of disease rate. It was observed that in the majority of the years analyzed for Campina Grande and João Pessoa, the temperature and relative humidity of the air had a significant influence on the proliferation of dengue. It is evidenced that the meteorological components have a direct influence on the advance of this vector. In the case of meningitis, air temperature and relative humidity did not contribute to the incidence of the disease, there are other causes such as nutritional, social, and immunological defense of the human organism for the onset of the disease.
Keywords: Dengue
Meningite e Temperatura
Doenças causadas por Vírus
Microclima Urbano
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/2261
Issue Date: 3-Feb-2017
Appears in Collections:TCC - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ACLS23022017.pdf687 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.