Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3951
metadata.dc.type: TCC
Title: GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE Inga laurina (Sw.) Willd. EM FUNÇÃO DA MATURAÇÃO E DO ARMAZENAMENTO DOS FRUTOS
metadata.dc.creator: Freire, Eliane da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Alves, Edna Ursulino
metadata.dc.contributor.referee1: Araújo, Luciana Rodrigues de
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Edna de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: Inga laurina (Rich.) Willd. é uma frutífera cultivada para reflorestamento, sombreamento e alimentação humana, o qual possui sementes recalcitrantes. Dessa forma o objetivo no trabalho foi avaliar a germinação e o vigor de suas sementes em função da maturação e armazenamento pós-colheita dos frutos. O experimento foi conduzido no Laboratório de Análise de Sementes do Centro de Ciências Agrárias, em Areia - PB, em delineamento experimental inteiramente ao acaso. A avaliação do efeito dos tratamentos foi realizada mediante determinação do teor de água, testes de germinação e vigor (emergência, primeira contagem, índice de velocidade de germinação e de emergência, comprimento e massa seca de plântulas). Para acompanhamento da maturação foram realizadas nove colheitas, nas quais determinou-se as dimensões e teor de água de frutos e sementes, além da germinação e vigor das sementes. Para o armazenamento foram utilizados os seguintes períodos: 0, 24, 48, 72, 96, 120, 144 e 168 horas em ambiente de laboratório (temperatura de 28,5 °C e umidade relativa do ar de 75%) e avaliou-se o teor de água, germinação e vigor das sementes. O ponto de maturidade fisiológica das sementes de Inga laurina nas condições de Areia - PB ocorre aos 139 dias após a antese e o ponto de colheita é atingido entre 146-160 dias. As sementes de I. laurina mantém sua viabilidade quando armazenadas no fruto em ambiente de laboratório por todo período de armazenamento.
Abstract: The Inga laurina (Rich.) Willd, is a fruit cultivated for reforestation, shade and food has recalcitrant seeds. This study aimed to evaluate the germination and vigor of seeds as a function of maturation and fruit postharvest storage. The experiment was carried in the Laboratório de Análise de Sementes do Centro de Ciências Agrárias, in Areia, PB, Brazil. The evaluation of treatments effects was accomplished by determining the water content, germination, emergence and vigor tests. To maturation accompanying nine harvests were performed, in which determined the dimensions and water content of fruits and seeds, as well as germination and vigor. Were used for storage periods of 0, 24, 48, 72, 96, 120, 144 and 168 hours in a laboratory environment (temperature of 28.5 °C and 75% of relative humidity) and evaluated the water content, germination and vigor. The physiological maturation of I. laurina seeds in Areia, PB conditions occurs at 139 days after flowering and harvest point is reached between 146-160 days. Seeds of I. laurina maintains its viability when stored in fruit in laboratory environment throughout the storage period.
Keywords: Ingá
Viabilidade
Espécie recalcitrante
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fitotecnia e Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/3951
Issue Date: 11-Dec-2015
Appears in Collections:TCC - Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ESF12042018.pdf744,35 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.