Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/4345
metadata.dc.type: TCC
Title: BIOMETRIA E PRODUÇÃO DE MATRIZES DE PALMA ORELHA DE ELEFANTE MEXICANA Opuntia stricta IMMY
metadata.dc.creator: Silva, Immy Rebecca Gomes da
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Daniel Duarte
metadata.dc.contributor.referee1: Andrade, Dayane da Silva de
metadata.dc.contributor.referee2: Porcino, Mirelly Miguel
metadata.dc.description.resumo: A palma Orelha de Elefante Mexicana (Opuntia stricta) apresenta-se como promissora tanto em termo de produção por área como resistência a cochonilha do carmim. Introduzida de forma mais recente no espaço semiárido não são conhecidas para O. stricta pesquisas sobre efeito do corte em raquetes de diversas ordens na planta matriz. Esta pesquisa teve como obter mais informações sobre a resposta da palma Orelha de elefante Mexicana O. stricta a diferentes intensidades de cortes. O experimento foi instalado no mês de maio de 2017 na sede antiga da Fazenda Caridade, zona rural do município de Campina Grande. De uma população de plantas matrizes de palma Orelha de Elefante Mexicana com dois anos, foram escolhidas ao acaso 20 exemplares para que fossem evidenciado os quatro (4) tratamentos: matriz, primária, secundária, terciária. Os resultados alcançados da biometria e da produção de matrizes foram os valores de comprimento médio de brotações que apresentaram o maior valor de 22 cm para a planta com corte secundário com brotação quaternária. As brotações secundárias da planta com corte na matriz apresentou o menor valor de 3,0cm. Na variável largura média das brotações, notase que a planta com corte secundário, apresentou os mesmos valores médios nas brotações secundárias e quaternárias de 18cm. O menor valor observado foi o de 3cm nas brotações secundárias da matriz. As maiores médias de peso para as brotações quaternárias das plantas com corte terciário e secundário, sendo seus valores, respectivamente, 251,33 e 231,4g. A menor média foi a planta de brotação secundária com corte na matriz, de 1,8g. Os resultados mostram que as plantas terciárias e secundárias apresentaram os maiores valores medianos da palma Orelha de Elefante Mexicana no quesito biometria e produção. As plantas de corte na matriz e na primária mostraram valores menos se comparados com as secundárias e terciárias.
Abstract: The Mexican elephant ear palm (Opuntia stricta) presents as promising both in term of production by area and resistance to carmine cochineal. Introduced more recently in the semiarid space are not known for O. stricta research on effect of cutting rackets of various orders in the matrix plant. This research had more information on the response of Mexican Elephant Ear O. stricta palm to different cut intensities. The experiment was installed in the month of May, 2017 in the old headquarters of Fazenda Caridade, rural area of the municipality of Campina Grande. Twenty specimens were selected from a population of Mexican elephant ear elephant palm mother plants at the age of two to show the four (4) treatments: matrix, primary, secondary, tertiary. The results obtained from biometrics and matrices production were the average lengths of shoots that presented the highest value of 22 cm for the plant with secondary cut with quaternary budding. The secondary shoots of the plant with cut in the matrix had the lowest value of 3.0cm. In the variable average width of shoots, it can be noted that the plant with secondary cut presented the same average values in the secondary and quaternary shoots of 18cm. The lowest value was 3 cm in the secondary shoots of the matrix. The highest weight means for the quaternary shoots of the plants with tertiary and secondary cutting, being their values, respectively, 251,33 and 231,4g. The lowest mean was the secondary sprout plant with cut in the matrix, 1.8g. The results show that the tertiary and secondary plants presented the highest median values of the Mexican elephant ear palm in the biometrics and production area. Both the matrix and primary cutting plants showed lower values compared to secondary and tertiary plants.
Keywords: Ordem de raquetes
Semiárido
Forrageira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fitotecnia e Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/4345
Issue Date: 28-Jul-2017
Appears in Collections:TCC - Química - CCA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IRGS21052018.pdf1,17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.