Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4120
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Conhecimento etnobiológico dos pescadores de siris do estuário do rio Vaza-Barris, Sergipe, Brasil
metadata.dc.creator: Silva, Irane Gonçalves da
metadata.dc.contributor.advisor1: Nishida, Alberto Kioharu
metadata.dc.description.resumo: A pesca artesanal dentro do complexo estuário-manguezal constitui a principal fonte protéica e econômica de muitas comunidades ribeirinhas, as quais adquiriram e acumularam conhecimentos ao longo de gerações, fruto de experiências. Os estudos dos saberes das populações locais sobre a natureza e como os recursos naturais são explorados são de suma importância para a valorização do conhecimento etnobiológico das mesmas e para a administração dos recursos naturais de forma adequada. Com o objetivo de analisar o conhecimento etnobiológico que os pescadores do manguezal do estuário do rio Vaza-Barris, Sergipe, possuem sobre os siris e descrever a atividade de captura desse recurso, foram realizadas 20 entrevistas semi-estruturadas e estruturadas, conversas informais e observações participantes com pescadores especialistas na pesca de siris, do município de São Cristóvão. Os específicos folk identificados pelos pescadores foram: "siri-de-mangue" (Callinectes exasperatus), "siri-de-ponta", "siria-de-cumidia" e "siria-nica" (Callinectes danae), "siri-pimenta" e "siri-cachorro" (Callinectes larvatus), "siri-cagão" (Callinectes bocourti), "siri-patola" (Calappa sulcata" e "siri-de-viveiro" (Callinectes sapidus e Callinectes bocourti). Critérios morfológicos, ecológicos e comportamentais foram utilizados na identificação, nomeação e classificação dos específicos folk. Os pescadores associam a ocorrência, a distribuição espacial e temporal e aspectos reprodutivos dos siris aos movimentos de marés, ao ciclo lunar e às estações sazonais. A ecologia trófica dos siris é bastante conhecida pelos pescadores, apresntando muitas correspondências com informações científicas e o processo de ecdise dos siris é conhecido em detalhes. Os conhecimentos sobre esse recurso foram adquiridos através de transmissão cultural (vertical e horizontalmente), além do aprendizado individual proporcionando pela vivência prática (pesca). As técnicas utilizadas na captura dos siris são os covos, linha, fisga, facão, facheado e redinha. O regime de pesca e a escolha da técnica empregada variam em relação à espécie alvo, aos movimentos de maré, ao ciclo lunar e ao período sazonal e, consequentemente, em relação aos padrões de distribuição das espécies de siris. As mulheres utilizam a linha na captura dos siris, a qual é conhecida como "pesca de mulher". Os "siris de mangue" são vendidos vivos e os "siris de ponta" passam por um beneficiamento, onde são cozidos e quebrados para a retida da carne, para fazer o "catado". O rendimento mensal apenas com a venda dos siris varia de eR$ 150 a R$ 1000, dependendo da espécie de siri que é comercializada, do período sazonal e da presença ou não da figura do cambista no processo de comercialização. Faz-se necessário a execução de pesquisas, partindo-se das informações dos pescadores, para testar hipóteses, e enriquecer o conhecimento científico acerca das espécies de siris, principalmente sobre C. exasperatus, que constitui a espécie mais importante cultural e economicamente.
Abstract: The fishery handmade in the estuary-mangrove complex is the main protein source and cost of many coastal communities, which acquired and accumulated knowledge over generations, the fruit esxperience. Studies about knowledge of the local people about nature and how natural resources are exploited are so important for the enhancement of ethnobiological knowledge the same and the management of natural resources appropriately. Aiming to analyze the ethnobiological knowledge the fishers of estuary mangrove Vaza-Barris, Sergipe have about the swimming crabs and descrive the activity of catching this feature, there were 20 semi-structured and structured interviews, participant observations and informal conversations with experts fishers in the São Cristóvão city. The specific folk were identified by: "siri-de-mangue" (Callinectes exasperatus), "siri-de-ponta", "siria-de-cumidia" and "siria-nica" (Callinectes danae), "siri-pimenta" and "siri-cachorro" (Callinectes larvatus), "siri-cagão" (Callinectes bocourti), "siri-patola" (Calappa sulcata" and "siri-de-viveiro" (Callinectes sapidus and Callinectes bocourti). Morphological, ecological and behavioral criteria were used in the identification, naming and classification of specific folk. Fishers associate the happening, spatial and temporal distribution and reproductive aspectes of crabs to tidal movemente, lunar cycle and the seasons. The trophic ecology of crabs is known by fishers, featuring many correspondences with scientific information and the process of molting crabs is know in detail. Knowledge of this feature were acquired through cultural transmission (vertically and horizontally), beyond individual leraning afforded by practical experience (fishing). The techniques used to catch the crabs are the traps, line, gaff, knife, torch and fishnet. The fishery regime and the choice of the techinque vary in relation to the target species, the movement of the tide, the lunar cycle and the seasonal period and, consequently, in relation to the distribution patterns of the species of crabs. Women use the line in catching the crabs, which is known as "woman's fishery". The "siri-de-mangue" is sold alive and "siri-de-ponta" undergo a processing, which are cooked and broken retained for the flesh. The monthly income just by selling crabs varies from R$150 to R$ 1000 depending on the species of crab which is marketed, of the seasonal period and the presence of the illegal seller in the marketing process. It is necessary to researches, starting from the information of the fishers, to test hypotheses, and enrich the scientific knowledge about species of crabs, particularly on C. exasperatus, which is the most important cultural and economic species.
Keywords: Etnobiologia
Siris
Pesca artesanal
Vaza-Barris
Ethnobiology
Swimming crabs
Fishery handmade
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Zoologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas
Citation: SILVA, Irane Gonçalves da. Conhecimento etnobiológico dos pescadores de siris do estuário do rio Vaza-Barris, Sergipe, Brasil. 2009. 115 f. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4120
Issue Date: 27-Jul-2009
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf4,52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.