Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4523
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Discurso ambiental, política de turismo e exclusão social: uma análise sobre o excursionismo na praia de Jacumã/PB.
metadata.dc.creator: Machado, Adjane de Araújo
metadata.dc.contributor.advisor1: Andrade, Maristela Oliveira de
metadata.dc.description.resumo: Tomando por referência a prática do excursionismo na praia de Jacumã, localizada no município do Conde/PB, a proposta desse estudo buscou analisar a relação entre discurso ambiental, políticas de turismo e exclusão social. O discurso ambiental perpassa as atuais concepções desenvolvimentistas que cercam os debates acadêmicos e políticos a cerca do turismo, uma vez que a atividade tem sido discutida sob a perspectiva de abranger fatores socioeconômicos, culturais, políticos e ecológicos no seu desenvolvimento. A política de turismo se refere ao papel do Estado como idealizador e promotor do desenvolvimento da atividade respaldado por concepções valorativas, particularmente, no que diz respeito à geração de empregos e renda para localidade. E a exclusão social diz respeito ao estudo de caso sobre o excursionismo na praia de Jacuma/PB, que durante um longo tempo foi referência de lazer dos excursionistas populares, mais conhecidos por farofeiros , mas que em função de sua recente atratividade turística passou a receber um fluxo de turistas excursionistas, que se diferenciam das camadas populares pelo seu consumo distintivo. Nesse cenário de distinções sociais, a prefeitura municipal do Conde implementa uma política, respaldada por uma lei, que cobra taxas de turismo para acesso das excursões as áreas balneares da região, o que refletiu no usufruto do lazer daqueles que são membros dos segmentos sociais menos favorecidos, isto é os farofeiros . A partir dessa questão, partiu-se da ideia de racismo ambiental, já que a política de turismo acabou por afetar de forma desproporcional os segmentos sociais envolvidos com o lazer e turismo na região. E para a investigação realizamos pesquisas empíricas na praia de Jacumã, a fim de conhecer a opinião sobre a política de turismo dos diferentes atores que fazem parte no cenário social da praia, bem como, pesquisas com os farofeiros e turistas excursionistas, a fim de traçar uma analise comparativa da dinâmica sócio-espacial que configura a praia como um espaço de lazer para os dois segmentos. Concluímos com esta pesquisa que a formulação da referida política de turismo, além de privatizar, desrespeita o direito de usufruto do espaço público para uma parcela significante de cidadãos.
Abstract: Making reference to the practice of excursions on the Jacumã beach, located in the Conde city, the proposal this study aims to analyze the relation between environmental discussion, tourism politics and social exclusion. The environmental discussion permeates the recent developmental concepts that surround academic and politics discussions about tourism, once the activity has been discussed from the perspective to embrace socioeconomic, cultural, politics and ecological factors in its development. Tourism politics refers to the role of the government as creator and promoter of development of activity supported by value concepts, particularly, in regards to employment generation and incomes for the location. Social exclusion refers to the case study about excursions on the Jacumã/PB beach, that during a long time it was reference of leisure for the popular excursions, known as farofeiros , but according its recent tourist attractiveness received a flow of tourist excursion that are different of lower classes by the distinctions consumptions. In this scenario of social distinctions, the governmental of Conde implements a politics, supported by law that charges a tourism tax for access of excursions in local beaches, reflecting the enjoyment of leisure of the members of disadvantaged social groups, it means the farofeiros . From this question, started with the idea about environmental racism, once the tourism politics began to affect in a disproportionate way the social groups involved with the leisure and tourism local. For the investigation was conducted an empirical research on the Jacumã beach, to know the opinion about tourism politics of different people who are part of social scenario of the beach, as well as research with the farofeiros and tourists in order to realize a comparative analyze of dynamic socio-spatial that defines the beach as the leisure space for two groups. Conclude with this research that the creating of tourism politics above, in addition to privatize, disrespects the rights of enjoyment of public space for a significant number of citizen.
Keywords: Discurso ambiental
Política de turismo
Exclusão social
Environmental discussion
Tourism politics
Social exclusion
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Gerenciamento Ambiental
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
Citation: MACHADO, Adjane de Araújo. Discurso ambiental, política de turismo e exclusão social: uma análise sobre o excursionismo na praia de Jacumã/PB.. 2012. 128 f. Dissertação (Mestrado em Gerenciamento Ambiental) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4523
Issue Date: 16-Feb-2012
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdf5,1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.