Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4611
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Educação Popular em Saúde e Institucionalização
metadata.dc.creator: Silva, José Carlos
metadata.dc.contributor.advisor1: Melo Neto, José Francisco de
metadata.dc.description.resumo: Desde 1970, a Educação Popular tem sido incorporada na área da saúde. Inicialmente em atividades pontuais e mais periféricas e a partir de 1988 com a construção do Sistema Único de Saúde (SUS) a concepção de Educação Popular em Saúde (EPS) se fez presente em vários espaços da produção da saúde, como a educação, o trabalho e a gestão da saúde. O objeto de estudo deste trabalho está centrado no processo de institucionalização da EPS no SUS na gestão Municipal de Saúde da cidade do Recife, mais especificamente na Diretoria Executiva de Atenção Básica (DEAB) e tendo interfaces com outras experiências da EPS no âmbito do SUS. Para compreender as contradições no processo de inclusão e exclusão da EPS no âmbito do SUS na Secretaria de Saúde, faz se necessária uma reflexão sobre sua história e contribuições, através da concepção ampliada de saúde e de gestão democrática e participativa do SUS. A pesquisa revela que a EPS apresenta-se entre educadores e gestores de saúde como um processo de embate ideológico entre diferentes formas de compreender o técnico e o político, na perspectiva de garantir a institucionalização e legitimidade da EPS. Mostra, ainda, a tentativa de superar estes embates, evidenciando limites e possibilidades de construção de estratégias e agenda de ações para o fortalecimento da Educação Popular em Saúde no contexto do SUS.
Abstract: Since 1970, Popular Education have been incorporated in the health area. In the beginning, it was just peripherical activities but from 1988 - with the institution of the Public Health System (SUS) and now on, the Health Popular Education (EPS) conception is included at many areas of health production, like education, work and manegement. The studying object of this work has its focus in the process of institucionalization of EPS policy in the SUS, analysing the Health Municipal Secretary s Office of Recife, especialy the Executive Management of Basic Care, and those interfaces with another experiences of health education in the SUS. For understanding the contradictions of the Inside-Outside process of Popular Education in the Secretary s Office is necessary a refletion about the health popular education history and contributions, concerning the extended conception of health and the democratic and participative Management of Public Health System.The research shows EPS amid educators and managers as an ideological struggle process between the different compreensions of technical and political skills, for guarantee the institutionalization and legitimation of EPS. It shows also a try of overule these struggles, showing limits and possibilities on constructing strategies and a public agenda for the enpowerment of EPS policy in the SUS context.
Keywords: Educação Popular em Saúde
Institucionalização e gestão participativa
Health popular education
Institucionalization
Democratic management
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: SILVA, José Carlos. Educação Popular em Saúde e Institucionalização. 2006. 239 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2006.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4611
Issue Date: 26-May-2006
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf830,94 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.