Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4728
metadata.dc.type: Tese
Title: Sob a Torre de Marfim : A Escola Técnica Redentorista, um lugar de memórias, estratégias e práticas de gênero em Campina Grande- PB, (1975-1985).
metadata.dc.creator: Bélens, Jussara Natália Moreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Machado, Charliton José dos Santos
metadata.dc.description.resumo: Esta tese analisa as subjetividades de gênero construídas entre estratégias de poder disciplinar na Escola Técnica Redentorista- ETER, em Campina Grande PB, nos anos de 1975-1985, e as práticas cotidianas de alunas, alunos, professoras e professores que ressignificavam de várias maneiras os dispositivos e os operadores de controle e regulação escolar. A ETER foi nos anos de 1975-1985 um lugar de educação técnico profissional de fabricação de diferentes subjetividades de gênero, qualificadas para as novas atividades profissionais em ascensão, naquela configuração histórica e cultural. As subjetividades de gênero, ali tecidas, de alguma maneira, redimensionaram, nesta cidade, ideias sexistas ainda predominantes que separavam e opunham os lugares de educação em nível técnico e universitário para homens e mulheres. Baseada na Reforma Educacional promulgada pela Lei Nº 5.692/71, a ETER redimensionou a filosofia educacional, passando de seminário vocacional masculino para uma escola mista, entre as décadas de 1960 e 1970 e, depois, no ano de 1975, para Escola Técnica Redentorista, sob o lema de Educar para Libertar . Passou a oferecer curso técnico em Eletrônica e Telecomunicações para moças e rapazes pobres da cidade. O objetivo é discutir como as/os jovens estudantes subjetivaram os valores repassados pela educação que cruzava valores da competência e do mérito pessoal, difundida pela estrutura curricular, baseada no tecnicismo e em valores humanistas, difundidos pelas táticas pedagógicas em algumas disciplinas e nas atividades escolares criando, assim, na ETER, uma ambiência familiar e de amizade, presente na memória do/as narrador/as. Por meio da leitura de documentação da própria escola (fichas de matrícula do/as aluno/as, álbuns de fotografias), levantou-se o perfil do/as jovens estudantes; nos jornais A União e Diário da Borborema pesquisamos, nos anos recortados para estudo, como as mulheres participavam dos espaços de educação nesta cidade, já que esta passou a ser sinônimo de modernidade/desenvolvimento urbano; e a partir da história oral, conheceu-se diferentes práticas de alunas e alunos da ETER nos processos de subjetivação da formação proposta pela ETER. Desvelando por meio das memórias das práticas cotidianas de ex-aluna/os e das microliberdades vividas por ele/as à história da educação da ETER, a tese verifica como lugar social que o Estado militar desenvolvimentista e a igreja católica, por meio da figura emblemática do padre redentorista Edelzino Pitiá, exerciam o desejo de poder e controle de comportamentos, sentimentos, modelando, assim, subjetividades de gênero produtivas com vista à educação para o trabalho e à educação para 1iberdade .
Abstract: This thesis analyzes the gender subjectivities constructed between strategies of disciplinary power in the Technique School Redentorista- ETER, at Campina Grande - PB, among the years of 1975-1985, and the daily practices of pupils, teachers and professors who used to resignify in many ways the devices and the operators of control and pertaining to school regulation. The ETER was in the years of 1975-1985 a place of technic-professional education of manufacture of different subjectivities of gender, qualified for the new professional activities in ascension, in that historical and cultural configuration. The gender subjectivities, woven there, in some way, resized, in this city, still predominant sexists ideas that separated and opposed the places of education in level technician and college for men and women. Based in the Educational Reformation promulgated by the Law Nº 5,692/71, the ETER resized the educational philosophy, passing of masculine vocational seminary for a mixing school, among the decades of 1960 and 1970 and, later, in the year of 1975, for the Technique School Redentorista, under the motto of Educate To free . It started to offer the technician course in Electronics and Telecommunications for young women and poor youngsters of the city. The objective is to argue as the young students subjetivated the values repassed for the education that crossed values of the ability and the personal merit, spread out for the curricular structure, based in the technicality and humanists values, spread out for the pedagogical tactics in some disciplines and the pertaining to school activities creating, thus, in ETER, a familiar ambience and of friendship, present in the memory of the narrator. By means of the reading of documentation of the proper school (fiches of school registration of pupils, photo albums), the profile of the young students was arisen; we search in the periodicals A União and the Diário da Borborema, in the years cut for study, as the women participated of the spaces of education in this city, since this started to be synonymous of modernity/urban development; and from verbal history, knew different practices of women pupils and men pupils of ETER in the processes of subjectivation of the practical formation proposed by ETER. Unveiling via the practical memories of the daily ones of former-pupils and the microfreedoms lived by them to the history of the education of ETER, the thesis verifies as social place that the developmentalist military State and the catholic church, through the emblematic figure of the redentorista priest Edelzino Pitiá, exercised the desire of power and control of behaviors and feelings, shaping, thus, productive gender subjectivities with sight to education for the work and education for freedon.
Keywords: Educação
Poder disciplinar
Ensino profissionalizante
Escola Técnica Redentorista - ETER
Disciplinary Power
Gender
Professionalizing Education
Strategy
Practice
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: BÉLENS, Jussara Natália Moreira. Sob a Torre de Marfim : A Escola Técnica Redentorista, um lugar de memórias, estratégias e práticas de gênero em Campina Grande- PB, (1975-1985). 2013. 282 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4728
Issue Date: 30-Jan-2013
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArquivoTotalJussara.pdf2.58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.