Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4735
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Representações sociais sobre docência na educação infantil na interface com a política de formação de professores
metadata.dc.creator: Nóbrega, Suely Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Dias, Adelaide Alves
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa teve como principal objetivo analisar as Representações Sociais sobre a docência na educação infantil dos futuros pedagogos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em Caicó. Partimos do pressuposto de que a docência na educação infantil, numa concepção problematizadora, consiste no compromisso com a liberdade de educadores e educandos, sujeitos da prática educativa, fundamentada no ato cognoscente que estimula a crítica, a criatividade, a reflexão e ação sobre a realidade. Assim, refletimos sobre as políticas formuladas concernentes à educação infantil e a formação docente no contexto atual. A partir da Teoria das Representações Sociais de Moscovici, investigamos a importância dos processos de formação nas RS dos futuros pedagogos, analisando a Resolução CNE/CP Nº 1, de 15 de maio de 2006. Participaram da pesquisa 118 alunos do Curso de Pedagogia matriculados nos primeiro, terceiro, quinto, sétimo e nono períodos. Primeiramente, realizamos o questionário de Associação Livre de Palavras em que foi evocado, por ordem de importância, o estímulo docência na educação infantil e, posteriormente através de uma entrevista semiestruturada, analisamos as perspectivas dos alunos em relação ao curso de Pedagogia e quais elementos consideravam relevantes para a formação do professor de educação infantil. Para o tratamento dos dados, utilizamos o software EVOC e ALCESTE. Os resultados desta pesquisa nos remete a refletir sobre os saberes que constituem a prática docente, sejam eles baseados na experiência, científicos, éticos, políticos e socioculturais. As RS dos futuros professores sobre a docência na educação infantil se referem ao compromisso com a educação das crianças pequenas e à própria formação docente, além de evidenciar a visão romântica de docência. As implicações para a formação inicial docente que aparecem nas RS dos alunos de Pedagogia da UFRN/CERES consistem na possibilidade de elaborar e implementar políticas públicas que assumam compromissos com a formação da criança cidadã, reconhecendo as suas especificidades; valorizando o lúdico como ciência, compreendendo suas interfaces para o desenvolvimento da criança e estabelecendo o trabalho docente como profissão. Os futuros professores assumem o compromisso e a responsabilidade com a educação das crianças, valorizando os aspectos da moralidade e da instrução, além da paciência e dedicação. Reconhecem também a necessidade de articular o brincar, o cuidar e o educar, embora entre os formandos não tenha sido evidenciado o reconhecimento da teoria na prática educativa. Propomos para as políticas públicas de formação docente a parceria universidade e instituições de educação infantil, oportunizando aos futuros professores a participação no projeto político pedagógico do curso de pedagogia. Por fim, esperamos que esse estudo possa contribuir para a construção do conhecimento e reflexão da formação docente, em especial da Educação Infantil, que tem o cuidado e a educação das crianças como funções essenciais para o seu desenvolvimento integral. Este trabalho fomentou novas pesquisas concernentes à docência na educação infantil e o seu papel no processo de ensino e aprendizagem, proporcionando o desenvolvimento integral da criança no pleno sentido da infância.
Abstract: This research aims at analyzing Social Representations about the teaching of future educators of the Federal University of Rio Grande do Norte (Caicó) in early childhood education. We assumed that teaching in early childhood education, in a problematical conception, is the commitment to freedom of educators and students, subjects of educational practice, based on knowing act that stimulates critical thinking, creativity, reflection and action upon reality. Thus, we reflect on the policies formulated concerning early childhood education and teacher training in the current context. Using the Theory of Social Representations formulated by Moscovici, we investigate the importance of training processes in the Social Representations of future educators, analyzing the CNE/CP 1, May 15, 2006. 118 undergraduate students who were in the first, third, fifth, seventh and ninth semesters of the Pedagogy Course participated in this research. First, we used a questionnaire of Free Association of Words in which was evoked, in order of importance, the stimulus in teaching in early childhood education, and secondly, through a semi structured interview, we analyzed the expectations of the students for the Pedagogy Course and which elements they considered relevant to the training of teachers of early childhood education. To process the data the software EVOC and ALCESTE was used. The results of this research lead us to reflect on the knowledge that constitutes the teaching practice no matter they are based on experience, science, ethics, political or sociocultural terms. The Social Representations of future teachers about teaching in early childhood education refers to the commitment to the education of young children and also to the teacher education itself, besides showing the romantic vision of teaching. The implications for the initial teacher training that appear in the Social Representations of the Pedagogy students of UFRN/CERES consist of the ability to develop and implement public policies that make commitments with the formation of the citizen child, recognizing their specificities; valuing recreation as science, comprising interfaces for children's development and establishing teaching as a profession. Prospective teachers assume the responsibility and commitment to the education of children, emphasizing the aspects of morality and education, besides patience and dedication. They also recognize the need to link playing, caring and education, even though among trainees, recognition of theory in educational practice has not been evidenced. We propose to the teacher training policies a partnership between universities and early childhood education institutions that may provide opportunities for future teachers to participate in the political-pedagogical project of the Pedagogy Course. Finally, we hope this study will contribute to the construction of knowledge and reflection of teacher education, especially concerning early childhood education, which considers children‟s education an essential point for their total development. This work contributed to new researches concerning teaching in early childhood education and its role in the teaching-learning process, providing total children development in the full sense of childhood.
Keywords: Educação Infantil
Representação Social
Formação docente
Early Childhood Education
Social Representation
Teacher Training
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Educação
Citation: NÓBREGA, Suely Soares. Representações sociais sobre docência na educação infantil na interface com a política de formação de professores. 2012. 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4735
Issue Date: 31-Oct-2012
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf3.11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.