Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4919
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Nada sobre nós sem nós: estudo sobre a formação de jovens com deficiência para o exercício da autoadvocacia em uma ação de extensão universitária
metadata.dc.creator: Soares, Alessandra Miranda Mendes
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Windyz Brazão
metadata.dc.description.resumo: Este estudo tem como objetivo identificar e analisar os fatores que favorecem o desenvolvimento da autoadvocacia de jovens com deficiência no âmbito do Projeto de Extensão Universitária Pró-Líder: promovendo a autoadvocacia de jovens com deficiência. Autoadvocacia, neste estudo é compreendida como a ação ou expressão da voz de uma pessoa ou grupo de pessoas em seu próprio nome, sem a intervenção de terceiros, na luta por seus direitos. Esta dissertação insere o tema deficiência e juventude no campo de conhecimento dos Estudos Culturais em Educação, uma vez que essas duas condições humanas associadas caracterizam a extrema vulnerabilidade social dos jovens com deficiência e estão na raiz de sua invisibilidade. O fenômeno aqui investigado é crucial para o avanço do conhecimento sobre o processo de formação da autonomia e independência de jovens com deficiência, pois visa apoiá-los para romper o ciclo da invisibilidade dentro do qual estão imersos. Além disso, coloca os jovens com deficiência no contexto do desenvolvimento das políticas públicas para juventude, área de conhecimento ainda cheia de lacunas a serem preenchidas. Para tanto, este estudo adota a teoria das relações de poder de Foucault, a fim de analisar os achados emergentes dos dados e as conclusões. Adotamos como metodologia a pesquisa participante e a teoria fundamentada de Strauss e Corbin (2008) com vistas ao desenvolvimento de teoria sobre a autoadvocacia. A análise dos dados evidencia quatro dimensões no processo de desenvolvimento do papel de autoadvogado: (1) adquirir uma compreensão mais profunda sobre o lema Nada sobre nós sem nós‟; (2)adquirir e desenvolver conhecimento de si próprio e do outro; (3) resistir ao assujeitamento: eixos facilitadores e, finalmente, (4) romper do assujeitamento: exercício da autoadvocacia. Há evidencias consistentes acerca da intima relação entre as quadro dimensões e a importância da ação de extensão universitária neste processo.
Abstract: This study aims at identifying and analysing those factors that foster the development of selfadvocacy of young people with disability in the contexto of the Extra-mural Project Pró-Leader: promoting self-advocacy of young people with disability. In this study, selfadvocacy is defined as na action and voice of a person or a group of people on their own behalf with the purpose to promote and defend their rights, without the intervention os a third part. This study inserts the theme of disability and youth in the Field of Cultural Studies in Education, insofar as when these two human features are articulate they characterize na extreme social vulnerabilityof this group that are at the rrots of their invisibility. Studying this phenomena is crucial for the advancement of knowledge about processes of autonomy and independency of young people with disability with the view of supporting them to breaking the cycle of invisibility within which they have been immersed in for many centuries. It also places the young people with disability in the context of the development of the Brazilian public policy, area of knowledge still full of gaps. For this purpose, this study adopts the Foucault Theory of Poweer relations, in order to analyse the emerging data and to draw conclusions from it. Participatory research and the Corbin and Strauus (2008) Grounded Theory have been the methodology adopted to lead this investigation. Data analysis shows that there are four dimensões into place in the processo f developing the role of self advocates for youngster with disability, which are, (1) achieving a deeper understanding on the moto ´nothing about us without us´; (2) achieving and developing self-knowledge and knowledge of others; (3) resisting to subjection: facilitatior factors and, finaly, (4) rupture of subjection: exercising self-advocacy. The study shows that there are strong links between these four dimensions and the relevance of the extra-mural activity in this process.
Keywords: Jovens
Deficiência
Autoadvocacia
Extensão Universitária
Youth
Disabilities
Rights
Self-advocacy
Extra-mural Project
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Educação
Citation: SOARES, Alessandra Miranda Mendes. Nada sobre nós sem nós: estudo sobre a formação de jovens com deficiência para o exercício da autoadvocacia em uma ação de extensão universitária. 2010. 127 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4919
Issue Date: 5-Oct-2010
Appears in Collections:Centro de Educação (CE) - Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2,32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.