Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5063
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Diagnóstico da tuberculose em pessoas idosas: barreiras de acesso
metadata.dc.creator: Oliveira, Annelissa Andrade Virgínio de
metadata.dc.contributor.advisor1: Sá, Lenilde Duarte de
metadata.dc.description.resumo: O retardo ao diagnóstico da tuberculose (TB) vem se destacando como problema ao controle dessa doença e reflete desafios relacionados ao sistema único de saúde bem como envolve aspectos inerentes aos doentes e aos serviços de saúde. Atendo-se ao deslocamento da incidência da TB para a faixa etária dos idosos, a maior dificuldade de diagnóstico nessa parcela da população bem como a necessidade de desenvolver pesquisas voltadas para identificar os aspectos que contribuem para o retardo no diagnóstico da TB neste grupo, este estudo objetiva analisar as barreiras de acesso ao diagnóstico da TB em pessoas idosas que concorrem para o retardo do diagnóstico da doença no município de João Pessoa- Paraíba. Trata-se de uma pesquisa avaliativa de natureza qualitativa que envolveu 7 colaboradores. Os critérios de inclusão foram: estar em tratamento, ser maior de 60 anos, e residir no município de João Pessoa. O material empírico foi produzido por meio de entrevistas gravadas no período de dezembro de 2010 a fevereiro de 2011. Os depoimentos transcritos foram organizados com uso do software Atlas.ti versão 6.2 e no processo de análise do material empírico utilizou-se a análise de discurso de matriz francesa. De acordo com os discursos dos idosos entrevistados, foi possível identificar foi possível identificar barreiras relacionadas aos doentes e àquelas relacionadas aos serviços de saúde. Entre as barreiras relacionadas aos doentes, identificou-se: a falta de conhecimento sobre a TB; a gravidade percebida da doença e o uso de medicações caseiras e a automedicação; a busca por assistência de saúde direta nos níveis secundário e terciário; comportamento de busca tardia pelo serviço de saúde; a apresentação clínica inespecífica da TB em idosos; a distância dos serviços procurados e os gastos com transporte e exames; dificuldades na coleta de escarro para exame e o estigma associado a TB. Já como barreiras relacionadas aos serviços de saúde, destacaram-se: o horário de funcionamento das unidade de saúde da família; transferência de responsabilidade; a inadequada avaliação dos casos sintomáticos respiratórios na comunidade; a não realização de visitas domiciliares ou sua realização sem controle de comunicantes; a demora do serviço de saúde relacionada ao atraso na suspeita da doença e a necessidade de ir várias vezes ao serviço de saúde para a obtenção do diagnóstico. Frente às barreiras identificadas evidencia-se a necessidade de uma reorganização dos serviços de saúde em âmbito local com a organização da oferta em função das necessidades apresentadas nos serviços; do oferecimento de capacitações em TB aos profissionais de saúde; do fortalecimento de ações que estreitem as relações entre profissionais e usuários estimulando a formação de vínculo e da formação de grupos de educação em saúde visando o fortalecimento de ações educativas e de promoção à saúde. Apesar da Política Nacional de Atenção Básica preconizar que o diagnóstico da TB deva ser realizado no primeiro nível de atenção a saúde, para os idosos em estudo, o diagnóstico da TB se deu em outros níveis de atenção. Assim sendo, espera-se que os achados desse estudo contribuam para o fortalecimento da atenção básica como porta de entrada do sistema de saúde e, mais que isso, contribuam para que o diagnóstico da TB se dê de forma precoce.
Abstract: The delay in the diagnosis of tuberculosis (TB) has been highlighted as a problem to control this disease and reflects challenges related to health care system and involves aspects related to patients and health services. Sticking to shift the incidence of TB in the age group of the elderly, the greater difficulty of diagnosis in this portion of the population and the need to develop research aimed to identify the aspects that contribute to delayed diagnosis of TB, this study aims to analyze the barriers to access to TB diagnosis in older people contributing to the delayed diagnosis of the disease in the city of Joao Pessoa, Paraiba. It is a qualitative evaluative study involving seven employees. Inclusion criteria were: being in treatment, being more than 60 years, and reside in the city of Joao Pessoa. The empirical material was produced by means of taped interviews from December 2010 to February 2011. The transcribed interviews were organized using Atlas.ti software version 6.2 and in the process of empirical analysis used discourse analysis of the French headquarters. According to the speeches of the elders interviewed, it was possible to identify barriers were identified related to the sick and those related to health services. Among the barriers related to patients were identified: lack of knowledge about TB, the perceived seriousness of the disease and the use of household medications and self-medication, the search for direct health care in secondary and tertiary levels; seeking behavior by late health service, the nonspecific clinical presentation of TB in the elderly, the distance of the services demanded and transportation expenses and examinations, difficulties in collecting sputum for examination and the stigma associated with TB. Already as barriers related to health services, stood out: the opening hours of the family health units, transfer of responsibility, improper assessment of cases with respiratory symptoms in the community, not to carry out home visits or their achievement without control communicating, the delay of the health service-related delay in the suspicion of the disease and the need to make several visits to the health service to obtain the diagnosis. Faced with the evident barriers identified the need for a reorganization of health services in the country with the organization of supply as a function of the needs of the services, the delivery of training in TB health professionals, strengthening actions to narrow the relationships between professionals and users - encouraging the formation of bonding - the formation of groups and health education aiming at the strengthening of educational and health promotion. Despite of the National Primary Care recommend that the diagnosis of TB should be performed on the first level of health care for the elderly in the study, the diagnosis of TB occurred in other levels of care. Therefore, it is expected that the findings of this study contribute to the strengthening of primary care as gateway to the health system and more than that, contribute to the diagnosis of TB be given early.
Keywords: Tuberculose
Idoso
Diagnóstico tardio
Acesso aos Serviços de Saúde
Tuberculosis
Aged
Delayed diagnosis
Health Services Accessibility
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: OLIVEIRA, Annelissa Andrade Virgínio de. Diagnóstico da tuberculose em pessoas idosas: barreiras de acesso. 2011. 107 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5063
Issue Date: 26-Sep-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,68 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.