Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5145
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Mulheres solteiras e casadas e o uso do preservativo: o que sabem, pensam e praticam
Other Titles: Single and married women and condom use: what they know, think and practice
metadata.dc.creator: Andrade, Smalyanna Sgren da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Simone Helena dos Santos
metadata.dc.description.resumo: O uso de preservativos se constitui a principal medida preventiva para reduzir e controlar a feminização e heterossexualização da Aids. Assim, os objetivos do estudo foram: avaliar o conhecimento, a atitude e a prática de mulheres quanto ao uso de preservativos como medida preventiva às IST/HIV; associar fatores sociodemográficos (idade, religião, escolaridade e estado civil) com o conhecimento, atitude e prática do uso de preservativos entre mulheres; e analisar a associação do conhecimento e da atitude com a prática do uso de preservativos entre mulheres solteiras e casadas. Trata-se de uma pesquisa avaliativa de Conhecimento, Atitude e Prática (CAP), de corte transversal e abordagem quantitativa, com amostra de 300 mulheres, residentes em um aglomerado subnormal do município de João Pessoa, maiores de 18 anos e que já tivesse iniciado a vida sexual. O inquérito domiciliar ocorreu de junho a agosto de 2013, seguindo um plano de amostragem sistemática, com salto de três domicílios. O instrumento de coleta de dados incluiu a caracterização sociodemográfica, hábitos de vida, histórico sexual/reprodutivo, bem como perguntas envolvendo conhecimento, atitude e prática adaptado dos modelos de inquérito CAP do Ministério da Saúde e de Nicolau (2010). Os dados foram compilados, armazenados e analisados com o auxílio do programa estatístico Statistical Package for the social sciences (SPSS) versão 20.0. Para as associações entre as variáveis, foi utilizado o Teste Qui-quadrado de Pearson e Teste Exato de Fisher, considerando um resultado estatisticamente significativo quando p≤0,05. Os resultados indicaram que a maioria das pesquisadas possuía idade ≥ 35 anos, não trabalhavam, caracterizando-se como do lar, de orientação religiosa católica, com o ensino fundamental, pardas, heterossexuais, casadas e com rendimento de até um salário mínimo. A maioria teve sexarca antes da maioridade etária e não utilizaram preservativo durante a primeira relação sexual. Quanto à adequabilidade do CAP sobre o preservativo masculino, a maioria possuiu conhecimento inadequado, atitude adequada e prática inadequada. Para o preservativo feminino, o conhecimento, a atitude e a prática foram inadequados. Não houve associações significativas entre a adequabilidade e dados sociodemográficos quanto ao preservativo feminino. Entretanto, para a camisinha masculina, associaram-se significativamente, a orientação religiosa e o conhecimento adequado, a escolaridade e a atitude adequada. A associação entre estado civil e prática adequada aproximou-se sobremaneira do nível de significância. A relação entre atitude/prática é muito mais forte (p<0,05) que a relação conhecimento/prática entre solteiras e casadas.
Abstract: The use of condoms is the main preventive measure to reduce and control the feminization and heterosexuals of AIDS. The objectives of the study were: to assess the knowledge, attitude and practice of women about the use of condoms as a preventive measure to STIs/HIV; to associate sociodemographic factors (age, religion, education and marital status) with the knowledge, attitude and practice of condom use among women; and to analyze the association between knowledge and attitude with the practice of condom‟s use among married and single women. This is an evaluative research of Knowledge, Attitude and Practice (KAP) of cross-sectional quantitative approach with a sample of 300 women living in a subnormal region in the city of João Pessoa, over 18 years old and that already started sexual life. The data collection ocurred from June to August 2013, following a plan of systematic sampling, to jump three households. The instrument for data collection included sociodemographic characteristics, lifestyle habits, sexual/reproductive history, as well as questions involving knowledge, attitude and practice adapted from the models of KAP survey of the Ministry of Health and Nicolau (2010). Data were collected, stored and analyzed with the aid of the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 20.0. For associations between variables, the Chi-square test and Fisher's exact test was used, whereas a statistically significant result when p ≤ 0.05. The results indicated that most of the surveyed had aged ≥ 35 years, did not work, characterizing itself as housewives, Catholic religious orientation, finished the primary school, mixed race, heterosexual, married and with income about a minimum salary. Most had first sexual intercourse before the age of majority and did not use condoms during their first sexual intercourse. Regarding the suitability of the KAP on the male condom, the majority possessed inadequate knowledge, proper attitude and bad practice. For the female condom knowledge, attitudes and practices were inadequate. There were no significant associations between the suitability and demographic data about the female condom. However, for the male condom were associated significantly, religious guidance and proper knowledge, education and proper attitude. The association between marital status and adequate practice greatly approached the level of significance. The relationship between attitude/practice is much stronger (p < 0.05) than knowledge/practice among married and single interface.
Keywords: Conhecimentos, atitudes e práticas em saúde
Mulheres
Preservativos
Prevenção de doenças transmissíveis
Enfermagem
Health Knowledge, Attitudes, Practice
Women
Condoms
Communicable disease prevention
Nursing
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: ANDRADE, Smalyanna Sgren da Costa. Mulheres solteiras e casadas e o uso do preservativo: o que sabem, pensam e praticam. 2014. 104 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5145
Issue Date: 27-Feb-2014
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1.38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.