Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5187
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Rede de Cuidado da Saúde Mental: tecendo práticas de inclusão social no município de Campina Grande-PB.
metadata.dc.creator: Azevedo, Elisângela Braga de
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira Filha, Maria de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A atual rede de atenção á saúde mental, representada pelos serviços substitutivos ao hospital psiquiátrico, é uma estratégia para a mudança do modelo hospitalocêntrico para o comunitário. Tais serviços atuam na perspectiva de promover a reabilitação psicossocial e a inclusão das pessoas em sofrimentos psíquicos no trabalho, na educação, no lazer, na sociedade, dentre outros setores, favorecendo a recuperação ou construção da cidadania. Este estudo objetivou conhecer as práticas de inclusão social desenvolvidas por profissionais da rede de cuidado em saúde mental extra-hospitalar para pessoas em situação de sofrimento psíquico, tendo em vista os avanços ocorridos com a implementação da reforma psiquiátrica no município de Campina Grande PB. Trata-se de uma pesquisa descritiva - interpretativa de abordagem qualitativa, realizada com 19 profissionais que atuam na rede de cuidado da saúde mental. O material empírico foi produzido por meio de entrevista semiestruturada, no período de junho a julho de 2010. A análise do material fundamentou-se na técnica de análise de conteúdo tipo categorial temática proposta por Bardin, que resultou em três unidades temáticas: concepção dos profissionais sobre inclusão social; práticas de inclusão social: favorecendo a intersetorialidade e a integralidade do cuidado em saúde mental e estratégias políticas gerenciais que facilitam e dificultam a promoção de práticas inclusivas na rede de atenção à saúde mental. Este estudo possibilitou uma reflexão sobre as diferentes práticas que vêm sendo realizadas no município e tornam visível avanços que ocorreram em direção a consolidação da reforma psiquiátrica. As práticas identificadas favoreceram a articulação da saúde mental com outros setores da sociedade, seja educação, cultura, a economia, criando redes sociais. Foram apontadas como fragilidades a serem vencidas, a escassez de recursos financeiros e materiais e o preconceito da sociedade, de profissionais e instituições em relação ao doente mental. Como fatores facilitadores para o avanço da reforma, foram evidenciados: o trabalho interdisciplinar, a colaboração intersetorial, o apoio dos gestores municipais para a capacitação das equipes que atuam na atenção psicossocial, na atenção básica e em outros setores da rede de cuidado. Conclui-se que o município avançou na reforma psiquiátrica e vem consolidando o modelo de saúde mental comunitária, apesar de obstáculos os quais ainda persistem, mas podem ser vencidos.
Abstract: The current mental health care network, represented by substitutes services for psychiatric hospital, is a strategy for changing the hospital centered model for the community. These services operate from the perspective of promoting the rehabilitation of people suffering mental work, in education, recreation, society, among other sectors, encouraging the rehabilitation or construction of citizenship. This study investigated the practices of social inclusion developed by mental health care network professionals for people suffering psychological distress in view of the progress made with implementation of psychiatric reform in Campina Grande PB. This is a descriptive research qualitative interpretive approach, conducted with 19 professionals who work in the care of mental health. The empirical data were obtained through semi structured interview, during June July 2010. The data analysis was based on the technique of content analysis categorical theme proposed by Bardin, which resulted in three thematic units: design professionals on social inclusion, social inclusion practices: encouraging intersectoral and comprehensive care in mental health and, strategies managerial policies that facilitate and hinder the promotion of inclusive practices in the mental health care network. This study suggests a reflection on the different practices that have been conducted in the municipality and make visible advances occurring toward the consolidation of the psychiatric reform. The practices identified favored the linkage between mental health and other sectors of society, is education, culture, economy, creating social networks. Were identified as weaknesses to overcome the shortage of financial and material resources and social, institutional and professional prejudice for the mentally ill. The facilitating factors for the advancement of reform were highlighted: the interdisciplinary work, intersectoral collaboration and support of municipal mangers to train teams who work in psychosocial care, in primary care and other sectors of the care network. It is concluded that the council has made progress in psychiatric reform and has been consolidating the community mental health model, despite the obstacles which still persist, but can be overcome.
Keywords: Enfermagem
Serviços de Saúde Mental
Sofrimento Psíquico
Nursing
Services Mental Health
Psychological stress
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Enfermagem
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: AZEVEDO, Elisângela Braga de. Rede de Cuidado da Saúde Mental: tecendo práticas de inclusão social no município de Campina Grande-PB. 2010. 145 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5187
Issue Date: 13-Dec-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1.02 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.