Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5963
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Ó pátria amada, idolatrada, salve! Salve! : festas escolares e comemorações cívicas na Paraíba (1937-1945)
metadata.dc.creator: Silva, Vânia Cristina da
metadata.dc.contributor.advisor1: Pinheiro, Antonio Carlos Ferreira
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho, vinculado à linha de pesquisa Ensino de História e Saberes Históricos do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Paraíba UFPB, com área de concentração em História e Cultura Histórica tem por objetivo analisar como se realizavam as festas escolares e as comemorações cívicas na Paraíba no período do Estado Novo (1937-1945). Procuramos salientar, a importância dada às festas que funcionavam como ferramentas imprescindíveis na formação e disseminação de uma educação nacional, patriótica, cívica e moralizante a serviço do estadonovismo. A partir das matérias publicadas nas páginas do jornal A União, A Imprensa, Revista do Ensino, bem como na bibliografia consultada, discutimos as repercussões sociais, culturais e políticas que as comemorações cívicas tiveram na sociedade paraibana, pois esse tipo de comemoração ultrapassou os muros escolares chegando à população que delas participavam. Enquanto esteve vigente, o governo ditatorial de Getúlio Vargas e os seus auxiliares e interventores foram responsáveis por algumas modificações no calendário festivo das escolas, isso significa que, além das datas já existentes que aqui selecionamos para trabalhar, como o Dia da Pátria, Dia do Trabalho, Dia da Bandeira e o Dia da Árvore, novos feriados foram inseridos, houve então o que preferimos chamar de invenção de novas tradições, conceito utilizado por Hobsbawm (1997) e adotado por nós como uma forma de entender melhor essas modificações ocorridas no calendário cívico e festivo, bem como na vida cultural escolar. Dentre essas novas datas inventadas demos destaque ao aniversário de Getúlio Vargas (19 de abril), aniversário de implantação do Estado Novo (10 de novembro), Dia da Juventude (19 de abril) e Dia da Raça (comemorado dentro da Semana da Pátria). Nesse cenário de mudanças e alterações, os grandes desfiles cívicos se tornaram uma constante nas ruas paraibanas, ruas estas que, em épocas de festa, contavam com uma movimentação eufórica de pessoas que se aglomeravam em busca de ver os alunos marchando em continência com os ideais da política estadonovista.
Abstract: This work is linked to the research of Teaching History and Historical understanding of the Graduate Program in History from the Federal University of Paraíba - UFPB, with a major in History and Historical Culture, it aims is to analyze the school parties and civic celebrations in Paraíba during the New State (1937-1945).We seek to emphasize the importance given to the parties that functioned as essential tools in training and dissemination of a national education, patriotic, civic and service of a moralizing estanovismo . From the articles published in the pages of A União newspaper, A Imprensa, Revista do Ensino, as well as in our references, we discuss the social, cultural and civic celebrations that the policies have had on society in Paraiba, because this type of celebration went beyond the school s walls involving also the local community. While in effect, the dictatorial government of Getúlio Vargas and his staff and stakeholders were responsible for some changes in the festival calendar of the schools, this means that besides the existing dates that we selected to work here, as the Day of Fatherland, Day Work, Flag Day and Arbor Day, new holidays have been added, there was then we prefer to call the invention of new traditions, a concept used by Hobsbawm (1997) and adopted by us as a way to better understand how these changes occurred in the civic calendar and festive and cultural life in school. Among these new holidays invented give prominence to the anniversary of Getúlio Vargas (April 19), anniversary of establishment of the New State (Nov. 10), Youth Day (April 19) and Race Day (celebrated in the homeland of the Week). In this scenario of changes and amendments, the big parades have become a constant in Paraíba streets, these streets that at times of celebration, had a euphoric movement of people who thronged the quest to see the students marching in salute of the ideals New State Policy.
Keywords: Festas
Comemorações
Instituições Escolares
Estado Novo
Parties
Celebrations
School Institutions
New State
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: História
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em História
Citation: SILVA, Vânia Cristina da. Ó pátria amada, idolatrada, salve! Salve! : festas escolares e comemorações cívicas na Paraíba (1937-1945). 2011. 154 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5963
Issue Date: 5-Jul-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf10.59 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.