Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6174
metadata.dc.type: Tese
Title: Cultura dos desejos e liberdade dos prazeres: regimes de amizade homoerótica masculina na ficção de Caio Fernando de Abreu
metadata.dc.creator: Mariano Neto, José
metadata.dc.contributor.advisor1: Schneider, Liane
metadata.dc.description.resumo: Nosso trabalho de doutorado analisa quatro contos representativos na obra de Caio Fernando Abreu no que se refere à problematização da amizade masculina nos termos de Michael Foucault, principalmente, em seu texto Da amizade como modo de vida (FOUCAULT, 2010). Os contos analisados cobrem um período de aproximadamente uma década (1970-1982), transcorridos entre o primeiro livro publicado, Inventário do irremediável (1970) até Morangos mofados (1982), obra que marcou o reconhecimento da crítica e de público do autor. As narrativas específicas escolhidas para nosso corpus, Madrugada (1970), O afogado (1975), Uma história de borboletas (1977) e Aqueles dois (1982), articulam nossas considerações sobre a textualidade como o espaço de representação ficcional que questiona os regimes heteronormativos e a homofobia, proporcionando estratégias de resistência dos desejos e prazeres e as políticas de representação e reinvenção das masculinidades. Buscou-se evidenciar as contradições e impasses que emergem das narrativas, bem como as potencialidades e pontos problemáticos das relações de amizade homoerótica masculina aqui literariamente representadas, que servem como meios de intervenção cultural nos quais são projetados novos arranjos e possibilidades relacionais que buscam por legibilidade social.
Abstract: One of the main objectives of our doctoral research project is to problematize several aspects related to masculine friendship (as understood by Foucault, mainly in his last works such as Da amizade como modo de vida, 2010 ) in four short stories by Caio Fernando Abreu. The analysed short stories were written between 1970 1982 as part of Abreu s first published book, Inventário do Irremediável (1970) going up to Morangos mofados (1982), the latter a text taken as a mark of the author s positive recognition by critics and public in general. The specific short narratives chosen to compose our corpus Madrugada (1970), O afogado (1975), Uma história de borboletas (1977) e Aqueles dois (1982) make us consider textuality as a space for ficcional representation, questioning heteronormative systems and homophobia in general, while bringing to light strategies of resistance and reinvention of masculinities. We have stressed the contradictions and unsolved topics emerging from each narrative, as well as problematic and promising topics related to homoerotic masculine friendship, here taken as means of cultural interventions in which new arrangements and relational possibilities look for recognition.
Keywords: Amizade masculina
Caio Fernando Abreu
Homoerotismo
Masculine friendship
Homoeroticism
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: MARIANO NETO, José. Cultura dos desejos e liberdade dos prazeres: regimes de amizade homoerótica masculina na ficção de Caio Fernando de Abreu. 2011. 330 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6174
Issue Date: 15-Apr-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf869,61 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.