Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6202
metadata.dc.type: Tese
Title: Um conto, um herói, uma história: do universo maravilhoso das narrativas populares às sagas do sertão na obra Sagarana.
metadata.dc.creator: Buhler, Andréa Morais Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: Araujo, Arturo Gouveia de
metadata.dc.description.resumo: Esta tese realiza um estudo na obra de Guimarães Rosa, detendo-se, especificamente sobre três contos no livro Sagarana, que são: São Marcos, A hora e vez de Augusto Matraga e Conversa de bois. Seu objetivo toma como categoria específica de análise, o herói, orientando-se segundo duas abordagens. A primeira tem como fundamento o reconhecimento de uma estrutura formal que sustenta as narrativas populares como matriz textual dos contos selecionados. A figura do herói, animada pela série luta-provação-superação, advinda do universo popular, evidencia o mito como ideia especulativa e filosófica sobre a existência. Na base temática da unidade formal de nossos contos identificamos as variantes da sátira menipeia, que remontam diretamente ao folclore carnavalesco (o tempo coletivo que torna possível a vizinhança das coisas e dos fenômenos de onde nós saímos e para onde voltaremos). A particularidade mais relevante do gênero da menipeia que capturamos em nosso recorte é a criação de situações extraordinárias pelos jogos de oximoros, com o intuito de provocar a experimentação de uma ideia filosófica. O caráter temático dos contos de tipo carnavalesco está por sua vez vinculado estreitamente ao sistema histórico-cultural da vida comum do sertanejo. Assim, a segunda abordagem pretende seguir a lógica cultural e simbólica da estrutura sócio-histórica representada, propiciando um trajeto investigativo que vai do imaginário de um grupo bem definido (crenças, código de honra e vingança) às relações sociais e vice-versa. Nosso percurso analítico em torno da obra Sagarana toma como ideia crítica fundamental a noção de que a arte rosiana desencadeia uma reflexividade em que múltiplas correspondências podem surgir a partir de uma constelação de elementos aparentemente díspares. Nos contos selecionados, dedicamo-nos a estudar como os acontecimentos morais e históricos da vida do sertanejo, constituindo a sua visão de mundo, cruzam-se com o caráter cíclico (tempo mítico) que a obra assume interessadamente, realizando a sua unidade artística.
Abstract: This thesis carries out a study on the work of Guimarães Rosa, focusing specifically on three short stories of the book Sagarana which are: São Marcos, A hora e a vez de Augusto Matraga and Conversa de bois. Its objective, at the light of two approaches, takes the hero as a specific category for analysis. The first one has as a fundament the recognition of a formal structure which gives bases to popular narratives as a textual matrix of the selected short stories. The figure of the hero, animated by the sequence fight-test-overcoming, coming from the popular universe, indicates the myth as a speculative and philosophical idea about existence. On the thematic basis of the formal unit of our short stories, we identify the variants of the Menippean satire that directly reassemble the Carnival folklore (the collective time which makes possible the neighborhood of the things and phenomena from where we come from and to where we will go back). The most relevant peculiarity of the Menippean genre that we captured in our profile is the creation of extraordinary situations by the games of oxymorons with the aim of provoking the experimentation of a philosophical idea. The thematic character of the short stories of carnival type is closely connected to the historiccultural system of the common life of the country person. Thus, the second approach intends to follow the cultural and symbolic logic of the socio-historic structure represented, promoting an investigation that ranges from the imaginary of a selected group (beliefs, code of honor ad revenge) to the social relations and conversely. Our analytical path around the work of Sagarana has as the fundamental critical idea the notion that the rosiana art triggers a reflection in which multiple correspondences can come up from a constellation of elements which are apparently disparate. On the selected short stories, we devote ourselves to study how the moral and historical happenings of the country man s life, constructing his vision of the world, intersect with the cyclical character (mythic time) that the work interestedly assumes, creating its artistic unit.
Keywords: Guimarães Rosa
Herói
Sagarana
Guimarães Rosa
Hero
Sagarana
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: BUHLER, Andréa Morais Costa. Um conto, um herói, uma história: do universo maravilhoso das narrativas populares às sagas do sertão na obra Sagarana. 2012. 351 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6202
Issue Date: 8-Aug-2012
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2.39 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.