Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6301
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O Tempo para a Lingüística e para a Psicanálise
metadata.dc.creator: Souza, Silvania Fernandes de
metadata.dc.contributor.advisor1: Assad, Margarida Maria Elia
metadata.dc.description.resumo: Essa dissertação se presta a discutir a questão do tempo na interface entre a Lingüística e a Psicanálise. Para tanto, buscamos compreender de que forma o fator tempo atua como agente de transformação da língua e como produtor de novas significações para o sujeito em análise. Nesse sentido, mergulhamos nos ensinamentos de Saussure no que diz respeito à língua como um sistema de signos , visando ao entendimento do processo de mutabilidade da língua, o qual, na concepção saussuriana, ocorre, principalmente, em decorrência da passagem do tempo. O diálogo com a Psicanálise é realizado a partir da concepção de Lacan, para quem o inconsciente é estruturado como uma linguagem . Nessa discussão, a noção de atemporalidade do inconsciente proposta por Freud está sempre presente, pois o corte no tempo da sessão é realizado a partir da tese de que o inconsciente é atemporal. A Lingüística saussuriana nos permite encontrar vestígios que apontam para a mudança no interior do signo e isso nos leva ao entendimento de que as novas significações do sujeito em análise ocorrem em decorrência de um movimento análogo aos deslocamentos e mudanças que se dão no interior do signo devido à passagem do tempo. No entanto, o que difere na análise é que não se trata de uma mudança decorrente da passagem do tempo, mas do corte no tempo que passa.
Abstract: This dissertation discusses the issue of time in the interface between linguistics and psychoanalysis. To this end, we seek to understand how the time factor acts as an agent of transformation of language, and as a producer of new meanings for the subject under analysis. In this sense, we follow Saussure s teachings as regarding the language as a system of signs aimed at understanding the process of mutability of language, which, in the Saussurean conception, occurs mainly due to the passage of time. The dialogue with psychoanalysis is conducted based on Lacan s design, for whom the unconscious is structured like a language . In this discussion, the notion of timelessness of the unconscious in Freud is always present, because the cut at the time of the session is conducted based on the theory that the unconscious is timeless. The Saussurean linguistics allows us to find traces that point to change within the sign and this leads us to the realization that the new meanings of the subject under analysis appear as a result of a movement similar to the shifts and changes that take place within the sign due the passage of time. However, what differs in the analysis is that it is not a change resulting from the passage of time, but from the cut of the time that passes.
Keywords: Tempo
Mutabilidade da língua
Nova significação
Sujeito
Inconsciente
Time
Mutability of language
New meaning
Subject
Unconscious
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Letras
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citation: SOUZA, Silvania Fernandes de. O Tempo para a Lingüística e para a Psicanálise. 2010. 103 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6301
Issue Date: 19-Mar-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf431,76 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.