Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6353
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Descrição de singularidades na escrita de surdos
metadata.dc.creator: Batista, Marie Gorett Dantas de Assis e Medeiros
metadata.dc.contributor.advisor1: Faria, Evangelina Maria Brito de
metadata.dc.description.resumo: São vários os aspectos que envolvem enquanto objetos de estudos, os surdos e sua língua, dentre eles está o processo ensino aprendizagem da Língua Portuguesa para surdos como língua 2 (doravante L2) e, inseridas neste processo estão as singularidades na escrita de surdos, nosso objeto de pesquisa. Essa dissertação tem por objetivo descrever as singularidades na escrita de surdos para uma posterior elaboração de metodologias apropriadas sobre as questões que as envolvem. Teoricamente o trabalho foi fundamentado nas propostas de QUADROS & KARNOPP (2004), FERNANDES (2010), SOARES (1999) entre outros, para isto recorremos a uma revisão bibliográfica sobre a Libras, a surdez e a escrita em língua portuguesa e, em particular, a escrita de surdos. Por singularidades na produção textual do surdo entendemos que sejam construções linguísticas que só identificamos nos usuários naturais da Língua Brasileira de Sinais. Este trabalho tem por base a pesquisa qualitativa de caráter explicativo, interpretativista e documental de um corpus formado por 12 redações de vestibular escritas por pessoas surdas para ingresso no curso Letras Libras da UFPB VIRTUAL em 2010. Há evidências nos textos de surdos das dificuldades de aprendizagem que apresentam na vida escolar e, provavelmente, estas dificuldades estão vinculadas ao processo inadequado de aquisição da linguagem, seja por atraso desta aquisição que deveria ocorrer naturalmente em língua de sinais e em tempo hábil, seja por imposição da aprendizagem de uma língua falada e escrita que não lhe é natural, neste caso, a língua portuguesa. A maioria das línguas no mundo além de recorrer à fala, recorre à grafia e ambas complementam-se como forma de comunicação e tecnologia indispensáveis à prática social. Nossa primeira hipótese versa sobre o fato de o surdo transferir para a escrita a estrutura morfossintática da língua de sinais é devido a etapa de letramento inicial na língua 2, que interfere na sua produção escrita nesta língua; a segunda hipótese é que apesar das propostas metodológicas de ensino de português para surdos as mesmas não contemplam o aluno surdo jovem ou adulto em fase de conclusão do ensino médio cuja língua natural vísuo-espacial não lhe referenda uma escrita o que, também interfere na sua produção textual e, a terceira é que, o ensino para o surdo de língua portuguesa foi transmitido como sendo língua 1. Os resultados comprovam nossas hipóteses indicando que as singularidades identificadas na produção textual do aluno surdo decorrem da forte influência que exerce a fala/gestualidade da Libras no surdo e que os mesmos encontram-se em fase de letramento inicial na L2.
Abstract: There are many aspects that involve as objects of study, the deaf and their language, among them is the Portuguese teaching learning process for the deaf as a language 2 (hereinafter L2) and, inserted in this process are the singularities of writing of the deaf, our object of research. Our objective in this paper is to describe the singularities in the writing of the deaf for a further development of appropriate methodologies on the issues that surround them. Theoretically, the work was based on proposals QUADROS & KARNOPP (2004), FERNANDES (2010), SOARES (1999) among others, for this we use a literature review on the Libras, deafness and written in Portuguese and in particular writing of the deaf. As singularities in the textual production of the deaf we understand they are linguistic constructions that are only identified in users of natural Brazilian Sign Language. This work is based on qualitative research of an explanatory nature, interpretive and documentary made up of a corpus of 12 essays written by vestibular deaf people to enter the course Letras Libras UFPB VIRTUAL in 2010. There are evidences in the deaf texts that show they have learning difficulties in school life and, probably, these difficulties are linked to inadequate process of language acquisition, either by a delay in this acquisition that would occur naturally in sign language and in a timely manner , either by the imposition of learning spoken and written language that it is not natural, in this case, the Portuguese language. Most languages in the world besides to resort to speech, resort to spelling and appeals to both complement each other as a means of communication and technology essential to the social practice. Our first hypothesis concerns the fact that the transfer to the Deaf written morphosyntactic structure of sign language it is due to the initial stage of literacy in the language 2 that interferes in written production in this language; the second hypothesis is that despite the methodological approaches in Portuguese teaching for deaf they do not include the deaf student or young adult stage of completion of high school whose natural visual espace language does not have a written side which also interferes with their textual production and, the third that the teaching of deaf language was Portuguese as a language 1. The results confirm our hypothesis suggesting that the singularities identified in the textual production of a deaf student are the result of the strong influence exercised by speech / Libras gestures of the deaf and that they are in the initial stage of L2 literacy.
Keywords: Escrita
surdos
singularidades
Libras
Writing
deaf
singularities
Libras
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Linguística
Citation: BATISTA, Marie Gorett Dantas de Assis e Medeiros. Descrição de singularidades na escrita de surdos. 2011. 137 f. Dissertação (Mestrado em Linguística e ensino) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6353
Issue Date: 25-Nov-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2.8 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.