Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6388
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A tira no livro didático: texto ou pretexto ?
metadata.dc.creator: Andrade, Sandra Helena de
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Regina Celi Mendes
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação de mestrado teve como objetivo geral analisar como o livro didático de língua portuguesa (LDP) utiliza os gêneros multimodais, em particular a tira, investigando se esse gênero é explorado levando-se em consideração seus aspectos semântico-discursivo e pragmáticos ou se é utilizado apenas como pretexto para análise gramatical. A pesquisa documental, de caráter qualitativo-interpretativo, tenta responder as seguintes questões: 1) Que tratamento tem sido dado pelo livro didático de Português ao gênero tira tratamento de texto ou de pretexto?; 2) Existe orientação sendo dada ao professor para o trabalho com textos multimodais no LDP?; 3) As atividades propostas pelo livro didático para as tiras levam o aluno à leitura crítica de todos os modos semióticos presentes no texto (verbal e não-verbal)? e 4) Que concepções de linguagem são apresentadas nos enunciados das atividades propostas pelos autores? Nossa análise teve como corpus uma coleção de livros didáticos de 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental (3º e 4º ciclos), recomendados pelo MEC no Programa Nacional do Livro Didático de 2008 (PNLD/08) - Português: Linguagens dos autores Willian Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães. Para tanto, fizemos o percurso histórico da concepção de gênero na retórica, na poética e na linguística, a partir de Bakhtin (2006 [1992]), Marcuschi (2005, 2006, 2008), no conceito de gênero como ação social de Bazerman (2005) e seguimos a perspectiva sociointeracionista delineada nos trabalhos de Bronckart (2003), Dolz e Schneuwly (2007) que retomam a concepção de gênero de Bakhtin, dando a esta um lugar de destaque no ensino de língua. A nossa análise nos permitiu constatar que a tira aparece em todos os capítulos do LDP e tem grande potencial pedagógico por constituírem-se verdadeiras formas sociocomunicativas; contudo são apresentadas mutiladas e, nas atividades em que elas são usadas, não são as características sócio-discursivas do gênero que são exploradas. Isto é 70,91% das tiras presentes nas atividades do LDP analisado são usadas como pretexto para gramática e para ortografia, levando-nos a concluir que, em relação ao tratamento concedido a este gênero, o LDP adota uma concepção de ensino tradicional da língua.
Abstract: This Master's degree dissertation aims at analysing how Portuguese language textbooks (PLT) use multimodal genres, in particular the newspaper comic strip, investigating whether the genre is used taking into consideration their semantic-discourse and pragmatic aspects or if it is used only as an excuse for grammatical analysis. The text research, which was of qualitative-interpretative in nature, attempts to answer the following questions: 1) How was the newspaper comic strip genre dealt with in the Portuguese language textbook, as text or as pretext?; 2) Is there guidance given to the teacher on dealing with multimodal texts in the PLT?; 3) Do the suggested activities in the textbook for the comic strips lead the learner to a critical reading of all the semiotic modes in the text (verbal and non-verbal)? and 4) What concepts of language are presented in the heading of the activities suggested by the authors? The corpus of our analysis was a collection of textbooks from the 5th to the 8th grade of elementary school (3rd and 4th cycles), recommended by the Ministry of Education in the 2008 National Textbook Programme (PNLD/08) Portuguese: Language by Willian Roberto Cereja and Thereza Cochar Magalhães. In order to do that, we traced the historical concept of the genre in Rhetoric, Poetry and Linguistics, from Bakhtin (2006 [1992]), Marcuschi (2005, 2006, 2008), in the Bazerman's (2005) concept of genre as social action and we followed the socio-interactionist perspective outlined in the works of Bronckart (2003), Dolz and Schneuwly (2007) who take the genre concept of Bakhtin, granting it a place of relevance in language teaching. Our analysis allowed us to verify that comic strips appear in every single chapter in the PLT and has great pedagogic potential for they are constituted of true socio-communicative formats. However, they are presented in a mutilated manner and, in the activities in which they are used, it is not the socio-discursive characteristics of the genre which are used. That is, 70.91% of the comic strips in the activities of the PLT in question are used as pretext for grammar and spelling exercises, which leads us to conclude that, in relation to the treatment given to this genre, the PLT adopts traditional conception of language teaching.
Keywords: Gênero textual
Livro didático
Tira
Multimodalidade
Text genre
Textbooks
Newspaper comic strips
Multimodality
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: ANDRADE, Sandra Helena de. A tira no livro didático: texto ou pretexto ?. 2009. 111 f. Dissertação (Mestrado em Linguística e ensino) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2009.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6388
Issue Date: 21-Aug-2009
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf3,32 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.