Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6391
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Dislexia e escola: um olhar crítico sobre a equipe multidisciplinar e sua relação com as práticas pedagógicas tendo como foco o professor.
metadata.dc.creator: Vasconcelos, Diva Helena Frazão de
metadata.dc.contributor.advisor1: Cavalcante, Marianne Carvalho Bezerra
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa objetivou identificar o nível de conhecimento entre profissionais docentes do 5º ano, de Escolas Privadas e Públicas Municipais, de João Pessoa, PB, acerca da Dislexia, como também trabalho realizado pela escola com professores para o atendimento de alunos disléxicos e a relação mantida entre a escola e os profissionais de saúde que tratam desse distúrbio. Detivemo-nos aos professores de 5° ano, quando já se supõe a criança ter superado as dificuldades iniciais, próprias do processo de aquisição da lectoescrita. A dislexia é um problema social grave, de alta incidência, segundo a Associação Brasileira de Dislexia, mas não tem recebido a merecida atenção da escola e órgãos públicos de saúde e educação, chegando a ser excluída do Atendimento Educacional Especializado (AEE), definido pela Secretaria de Educação Especial, do Ministério da Educação e Cultura. Teoricamente a pesquisa teve como fundamentação a teoria sóciointeracionista de Vygostky e pesquisadores de mesmo posicionamento e relevância, como Kleiman (2007), Perrenoud (2001), Ong (1998) e Marcuschi (2004). Como dados, foram utilizados fontes bibliográficas e entrevistas realizadas entre três grupos de participantes, sendo o Grupo I composto por vinte professoras de 5º do Ensino Fundamental I, de escolas públicas e privadas; o Grupo II, por dez técnicos de escolas públicas e privadas, e o Grupo III, formado pelos membros da equipe multidisciplinar de tratamento da dislexia. Pesquisas sobre a importância da atuação do professor no acompanhamento de disléxicos são praticamente inexistentes, apesar de toda a ênfase e informação advindas de estudos sobre cognição apontarem para a importância da mediação docente na superação de problemas no processo de aquisição da lectoescrita. A pesquisa apontou para um nível de conhecimento deficitário sobre este distúrbio entre esse segmento docente, motivado, principalmente, por inadequação curricular nos cursos de formação acadêmica e continuada; para uma relação estreita entre profissionais de saúde e a escola privada e sua ausência entre aqueles e a escola pública.
Abstract: This work aimed to identify what 5th grade teachers from private and public schools of João Pessoa, PB, knew about dyslexia, besides the pedagogic practices developed with the teachers to help dyslexics and the interaction between schools staff and the professionals specialized in treating this learning disorder. We focused the 5th grade teachers because it is supposed that students have already got over the expected difficulties of reading and writing acquisition at this time. Dyslexia is a social serious and numerous problem, according to Brazilian Dyslexia Association (ABD), but has not received a proper attention from health and education public offices and has even been excluded from the assistance program ruled by the Secretaria de Educação Especial of Brazilian Ministério de Educação e Cultura. The research was based on Vygotsky s social-interactive theory and on some other researchers of equal importance and scientific orientation, such as Kleiman (2007), Perrenoud (2001), Ong (1998) and Marcuschi (2004). The data were collected from bibliographic sources, interviews and questionnaires applied to twenty 5th grade teachers, ten public and private school technicians and eight professionals of the multidisciplinary team of dyslexia diagnosis and treatment. Surveys about the importance of teachers help to dyslexics hardly exists, in spite of the emphasis and information coming from cognition studies that point to the relevance of teacher s mediation to students get over reading and writing difficulties. This research pointed to little knowledge about this learning disorder among teachers, due mostly to inadequate academic and continuous formation course curriculum. It also showed that there is intense communication between health professionals and private schools what does not happen between them and public schools.
Keywords: Dislexia
Aprendizagem
Lectoescrita
Professor
Equipe Multidisciplinar
Dyslexia
Learning
Reading, Writing, Teacher
Multidisciplinary team
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Linguística
Citation: VASCONCELOS, Diva Helena Frazão de. Dislexia e escola: um olhar crítico sobre a equipe multidisciplinar e sua relação com as práticas pedagógicas tendo como foco o professor.. 2011. 162 f. Dissertação (Mestrado em Linguística e ensino) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6391
Issue Date: 22-Nov-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arquivototal.pdf1,58 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.