Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6497
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Atos indiretos advindos de quebra de máximas em propagandas de remédios: um recurso semântico-discursivo
metadata.dc.creator: Barbosa, Maria Vanice Lacerda de Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: Espindola, Luciene Claudete
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação apresenta resultados da pesquisa que teve como objetivo geral investigar a(s) função(ões) semântico-discursiva(s) da quebra das máximas conversacionais gerando atos indiretos, em textos de propagandas de remédios. A hipótese que norteou a pesquisa é de que as máximas conversacionais, em textos de propagandas de remédios, são quebradas gerando atos indiretos que, por sua vez, podem funcionar como estratégias para vender o produto. Através das análises, constatamos que a persuasão, algumas vezes, acontece de forma indireta, ou seja, o locutor age em função de seu interlocutor insinuando sentidos implícitos que corroboram para o sucesso da propaganda vender o(s) medicamento(s). Para garantir o efeito pretendido, o texto da propaganda é construído com o maior número de quebra de máximas possível, que gera atos indiretos. Estes, por sua vez, dirigem a interpretação para o consumo do produto, da ideia, do objeto da mensagem, ou seja, a quebra das máximas predetermina possibilidades e direções de leitura(s) que visam à admissão das intenções do anunciante. Inserida em um enfoque essencialmente qualitativo e interpretativo, esta investigação pautou-se no Princípio de Cooperação e Máximas Conversacionais postuladas por Grice (1982 [1975]), e na Teoria dos Atos de Fala, conforme Austin (1990 [1962] e Searle (2002, [1969]). O corpus selecionado para nosso estudo consistiu em propagandas de remédios veiculadas na revista da Editora Abril Saúde! , edições dos anos de 2008 e 2009 e em canais de TV, nos anos de 2008 e 2009. As propagandas foram submetidas a uma triagem preliminar em função da recorrência de quebra de máximas. Esta investigação justifica-se por colocar em discussão a produção dos atos indiretos advindos de quebra de máximas conversacionais como recurso semântico-discursivo.
Abstract: This dissertation presents the results of a research which aimed at investigating the semanticdiscursive functions of the violation of the Gricean Maxims, which generates indirect acts in texts advertising medicines. The hypothesis on which the work is based is that in texts advertising medicines the Gricean Maxims are not respected, thus generating indirect acts which could work as a strategy to sell the product. It was possible to notice that persuasion is sometimes achieved in an indirect way, i.e. the speaker considers his interlocutor when acting, suggesting implicit meanings which contribute to the success of the advertisement. In order to guarantee the intended effect, the advertising text is constructed through the use of as many non-observed maxims as possible, which generates indirect acts. These indirect acts guide interpretation towards the consumption of the product, the idea, the object of the message, which means that the non-observance of the maxims predetermines reading possibilities which aim to include the advertiser s intentions. The present investigation is essentially of a qualitative and interpretative nature and was based on the Cooperative Principle and Conversational Maxims, proposed by Grice (1982 [1975]), and on the Speech Acts Theory, according to Austin (1990 [1962] and Searle (2002, [1969]). The corpus consisted of advertisements of medicines published in the magazine Saúde! (Editora Abril), 2008 and 2009 issues, and shown on TV channels in 2008 and 2009. The advertisements were selected according to the recurrence of the non-observance of the maxims. This investigation discusses the production of indirect acts created by the non-observance of conversational maxims as a semantic-discursive resource.
Keywords: Propagandas
Publicidade
Máximas Conversacionais
Atos Indiretos
Advertisements
Publicity
Conversational Maxims
Indirect Acts
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Linguística
Citation: BARBOSA, Maria Vanice Lacerda de Melo. Atos indiretos advindos de quebra de máximas em propagandas de remédios: um recurso semântico-discursivo. 2010. 145 f. Dissertação (Mestrado em Linguística e ensino) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6497
Issue Date: 23-Mar-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2,05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.