Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6524
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Comparativos dos níveis pressóricos sistêmicos e associação dos fatores de risco entre hipertensos segundo critérios de acompanhamento em Unidades de Saúde da Família do município de João Pessoa-PB
metadata.dc.creator: Andrade, Fábio Alencar de
metadata.dc.contributor.advisor1: Paes, Neir Antunes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Cesar Cavalcanti da
metadata.dc.description.resumo: A hipertensão arterial sistêmica (HAS) constitui um dos problemas de saúde de maior prevalência na atualidade. Estima-se que a hipertensão arterial atinja aproximadamente 22% da população brasileira acima de vinte anos, sendo responsável por 80% dos casos de acidente cerebrovascular, 60% dos casos de infarto agudo do miocárdio e 40% das aposentadorias precoces, além de significar um custo de 475 milhões de reais gastos com 1,1 milhões de internações por ano. Assim, o acompanhamento do paciente hipertenso é de fundamental importância para o sucesso do tratamento. A baixa adesão (não acompanhamento) interfere negativamente nos resultados dos tratamentos de doenças crônicas, com consequente aumento dos custos, e representa um importante problema de saúde pública no Brasil. Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo comparar os níveis da pressão arterial sistêmica durante o período de 2006 a 2009 entre hipertensos cadastrados no sistema HIPERDIA (2006/2007) separados a partir da situação de acompanhamento, como também verificar os fatores de risco associados aos níveis de pressão em Unidades de Saúde da Família do município de João Pessoa - PB. Trata-se de um estudo observacional, do tipo coorte retrospectiva, com uma amostra representativa para a população de hipertensos cadastrados nas unidades de Saúde da Família de 343 pacientes, coletados durante o período de 01 de novembro de 2009 a 31 de maio de 2010, utilizando-se questionário como instrumento de coleta de dados. Desta amostra somente 333 hipertensos foram estudados, por questão das perdas de informações, e divididos segundo a condição de acompanhamento na unidade (totalmente acompanhado, totalmente não acompanhado, acompanhado 2008/não acompanhado 2009 e não acompanhado 2008/acompanhado 2009). Foram coletados informações pressóricas desses indivíduos nos momentos do cadastro (2006/2007), prontuário (2008) e entrevista (2009), como também, observados as informações a respeito das características sociodemográficas e fatores de risco. Como resultado mais relevante percebeu-se que as médias pressóricas observadas em pacientes classificados como totalmente acompanhados e em pacientes classificados como acompanhados 2008/ não acompanhados 2009 foram menores do que as do grupo totalmente não acompanhado nos momentos prontuário e entrevista. Mas quando observado comportamento dos níveis pressóricos desses grupos durante o tempo 2006 a 2009, os resultados mostraram que somente para o grupo totalmente não acompanhados encontrou diferença significativa, porém, mostrando aumento dos níveis com o tempo. A analise por meio da regressão logística múltipla, entre a redução da pressão com as variáveis, permitiu gerar modelos para verificar as características que contribuem para a redução da pressão sistólica e diastólica para os grupos totalmente acompanhado e totalmente não acompanhado. Os resultados deste estudo permitiram avaliar a qualidade das informações encontradas tanto no Sistema HIPERDIA, como também nas informações geradas no prontuário dos pacientes hipertensos que se dirigiram à unidade com o intuito de cuidar das suas condições de saúde. Alguns questionamentos foram levantadas para conscientizar os gestores em saúde para uma tomada de decisão no tocante à melhoria na qualidade do atendimento aos usuários deste tipo de serviço.
Abstract: Systemic High Blood Pressure (SHBP) is considered to be one of the today s most prevalent health issues. Arterial Hypertension is estimated to affect approximately 22% of the Brazilian population over twenty years old, and it accounts for 80% of the stroke cases, 60% of the acute myocardial infarction cases and 40% of early retirements. Furthermore, it implies in a cost of R$ 475 million intended to pay 1.1 million hospitalizations a year. Therefore, a hypertensive user s follow up is of fundamental importance to guarantee treatment success. The low adherence (lack of following up) interferes negatively in the treatment outcomes of chronic diseases, thus increasing costs and representing a significant public health problem in Brazil. In such a context, this study aimed to compare systemic blood pressure levels for the period 2006-2009 from hypertensive users registered in HIPERDIA system (2006/2007) according to their follow up status, as well as to verify risk factors associated with blood pressure levels at Family Health Units in Joao Pessoa, PB. This is an observational, retrospective cohort study. The sample represented the population of hypertensives registered in the family health units and consisted of 343 users. Data were gathered between November 1st 2009 and may 31st 2011 through a questionnaire. From that sample, only 333 hypertensive users were studied (because of information losses) and divided according to their follow up status in the unit (totally monitored, totally not monitored, monitored in 2008/not monitored in 2009 and not monitored in 2008/monitored in 2009). Individual Pressure information was collected in the following moments: registration (2006 /2007), medical chart (2008) and interview (2009). Were also observed aspects concerning to sociodemographic characteristics and risk factors. It was verified that pressure averages observed in users classified as totally monitored and in users classified as monitored 2008/not monitored 2009 were lower than those for the totally not monitored group in the chart and interview moments. But, when pressure levels behavior of these groups (2006-2009) was observed, results have shown significant difference only for the totally not monitored group, however, the levels were found to be increasing throughout the time. Analysis through multiple logistic regression between pressure reduction and the variables allowed generating models to verify the characteristics which contributed to the reduction of systolic and diastolic blood pressure in the totally monitored and totally not monitored groups. The results of this study permitted assessing the quality of information found both in the HIPERDIA system and in the medical chart of hypertensive users who went to the units in order to have their health conditions taken care. Some questions were raised to aware health managers regarding decision-making on improvements in the quality of assistance provided to users of such sort of service.
Keywords: Hipertensão arterial
Atenção básica
Avaliação em saúde
Acompanhamento
Regressão logística
High Blood pressure
Primary Health Care
Health Evaluation
Follow up
Logistic Models
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Ciências Exatas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde
Citation: ANDRADE, Fábio Alencar de. Comparativos dos níveis pressóricos sistêmicos e associação dos fatores de risco entre hipertensos segundo critérios de acompanhamento em Unidades de Saúde da Família do município de João Pessoa-PB. 2011. 132 f. Dissertação (Mestrado em Modelos de Decisão e da Saúde) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6524
Issue Date: 21-Jun-2011
Appears in Collections:Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN) - Programa de Pós-Graduação em Modelos de Decisão e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
parte1.pdf2,63 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.