Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6661
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação da hibridização do esmalte dentário através de fluxo eletrocinético
metadata.dc.creator: Maciel, Patricia Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Carlo, Hugo Lemes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Sousa, Frederico Barbosa de
metadata.dc.description.resumo: O transporte de materiais através do esmalte dentário é limitado já que convencionalmente depende do processo de difusão, em virtude do volume nanométrico dos poros do esmalte. Um método alternativo pode ser o uso do Fluxo Eletrocinético (FEC), que promove o fluxo unidirecional de substâncias através dos poros do esmalte pela aplicação de um campo elétrico externo. Por conseguinte, este estudo promoveu a infiltração de resina fluida na superfície de 20 dentes humanos extraídos através do FEC, utilizando um campo elétrico de 1,5 volt em duas etapas: (1) infiltração de Cloreto de Potássio (KCl) 0,1M por 3h (2) infiltração da resina Icon (DMG, Alemanha) por 2h. Cortes histológicos por desgaste com &#8776; 100&#956;m foram analisados por Microscopia de Fluorescência (MF) e por Microscopia de Luz Polarizada (MLP) associada ao sistema single polscope , durante a desidratação das amostras por um período de 24h e analisando pontos histológicos a 50, 100, 150, 200, 250, 300, 350, 400, 450 e 500&#956;m a partir da superfície de áreas infiltradas e não infiltradas. A variação da corrente elétrica (mA) mostrou-se positiva durante a infiltração. As imagens da MF demonstraram fluorescência do esmalte na região infiltrada desde a superfície até a junção amelo-dentinária (JAD), indicando a formação de uma camada híbrida com profundidade média de 1627,66 &#956;m e desvio padrão de 284,20 &#956;m. Comportamentos distintos foram identificados para as áreas infiltrada e não infiltrada durante a desidratação. A área não infiltrada perdeu água, conforme verificado através da redução do retardo de fase. A área infiltrada não perdeu água, uma vez que o retardo manteve-se constante, sugerindo que a água fracamente aderida foi substituída pela resina durante a infiltração. As diferenças estatísticas entre os pontos histológicos das duas áreas foram calculadas através do teste de Mann-Whitney, com nível de significância de 5%, confirmando que a água foi substituída pela resina (p< 0,000001), com alta magnitude do efeito (>0,8). Portanto, pode-se concluir que a utilização do FEC resultou na infiltração da resina nos nanocanais do esmalte, formando camada híbrida de grande profundidade.
Abstract: The transport of materials through the tooth enamel is conventionally derived from the diffusion process, which leads to a number of limitations, because the pores of the enamel are extremely small, requiring a certain extension, as occurs in adhesive techniques by the etching process. An alternative method to this technique is the electrokinetic flow (EKF), which promotes the unidirectional flow of substances through the pores of the enamel by applying an external electric field. Based on this premise it was promoted the infiltration of a composite resin with low viscosity (Icon DMG, Hamburg, Germany) on the surface of 20 extracted human teeth by EKF, using an electric field (1.5V) in two stages: (1) infiltration of potassium chloride 0.1M (KCl) during 3h and (2) infiltration of the resin during 2h. Longitudinal histological sections of &#8776; 100&#956;m were analyzed by fluorescence microscopy and polarized light microscopy associated with the "polscopesingle"system, after 24h of dehydration and along 50, 100, 150, 200, 250, 300, 350, 400, 450 and 500&#956;m deep. Electric voltage (&#956;A) presented to be positive during infiltration. Images from Fluorescence Microscopy revealed fluorescence of the infiltrated enamel areas for all samples, from the surface to the dentin-enamel junction (DEJ), indicating the formation of a hybrid layer with average depth of 1627.66 &#956;m and a standard deviation of 284.20 &#956;m. The records of the phase delay during dehydration of the infiltrated and non-infiltrated areas did not present changes in the infiltrated area. It was observed that the water was replaced by the resin (p<0.000001), with high effect size (>0.8). Based on these results, it was concluded that the EKF resulted in infiltration of the resin into the enamel nanochannels.
Keywords: Potencial Eletrocinético
Permeabilidade do Esmalte Dentário
Infiltração Dentária
Zeta Potential
Dental Enamel Permeability
Dental Leakage
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Odontologia
Citation: MACIEL, Patricia Pereira. Avaliação da hibridização do esmalte dentário através de fluxo eletrocinético. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6661
Issue Date: 25-Feb-2014
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf2,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.