Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6666
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Prevalência de má oclusão, cárie e padrão facial em escolares de cinco e doze anos de João Pessoa-Paraíba
metadata.dc.creator: Pereira, Tiago Batista
metadata.dc.contributor.advisor1: Sampaio, Fabio Correia
metadata.dc.description.resumo: O objetivo do presente estudo foi determinar a prevalência das más oclusões, cárie dentária e padrão facial em crianças de 05 e 12 anos e investigar uma possível associação entre essas variáveis. Trata-se de estudo transversal em amostra de 71 escolares de 05 anos e 240 escolares de 12 anos, matriculados na rede municipal de ensino de João Pessoa-Paraíba. A seleção da amostra foi por conglomerados populacionais geográficos, de forma aleatória para escolas, e sistemática para indivíduos. Foram realizados exames para cárie, sobremordida, sobressaliência, hábitos de sucção não nutritiva, inserção de freio labial, chave de caninos, mordida cruzada, plano terminal de molar, padrão facial (PF) e Dental Aesthetic Index (DAI), de acordo com a faixa etária indicada. Todos os exames foram realizados por um único examinador calibrado (Kappa> 0,74 para todas as variáveis). Foram realizadas análises bivariada (teste qui-quadrado e Exato de Fisher) e multivariada (p<0,05). Houve em 36,6% dos escolares com 5 anos, pelo menos uma lesão de cárie. A média (dp) do ceo-d foi de 2,63 (3,9). A relação de caninos classe I (67,9%) foi a mais frequente. A má oclusão foi representada pela sobremordida (55,2%), sobressaliência (43,14%) e mordida cruzada posterior (17,31%). Predominou o padrão facial (PF) II (68,3%). O gênero foi associado significativamente às variáveis (chave de caninos, sobressaliência e plano terminal de molar) (p<0,05). Houve, em 35 % dos escolares de 12 anos, pelo menos, uma lesão de cárie. A média (dp) do CPO-D foi de 1,74 (2,40), sendo o componente cariado o mais expressivo (63,5%). Má oclusão afeta 32% da amostra. Predominou o PF II (57%). O gênero não foi associado, significativamente, às variáveis de estudo (p>0,05) embora, o feminino tenha apresentado 65,9% das más oclusões severa/muito severa. No modelo de regressão observou-se que má oclusão muito severa, cárie proximal, ausência de selamento labial em repouso, sucção não nutritiva, overjet maxilar, desalinhamento mandibular e apinhamento podem influenciar o PF (p<0,05). Dentro das limitações desse estudo, pôde-se concluir que a população apresenta uma considerada prevalência de cárie dentaria, uma moderada a baixa prevalência de más oclusões, e predomínio de PF II. A faixa etária de 05 anos apresenta um PF II como mais prevalente e a de 12 anos, predominância de PF I e II. Os dados observados são indicativos de que a maior experiência de cárie pode estar relacionada com o PF I se tornando uma variável com potencial de interferir na redução da má oclusão e alterar o padrão de crescimento facial. Observou-se, ainda, que sucção não nutritiva, freio labial ativo, apinhamento superior, ceo-d, hábitos de sucção não nutritiva e cárie proximal, podem influenciar o estabelecimento do padrão facial dos indivíduos de 5 anos.
Abstract: The aim of this study was to determine the prevalence of malocclusion , tooth decay and facial pattern in children 05 to 12 years and to investigate a possible association between these variables. This cross-sectional study in a sample of 71 students aged 05 years and 240 students of 12 years and enrolled in municipal schools in João Pessoa, Paraíba. The sample selection was by geographic population clusters randomly to schools, individuals and systematic. Examinations for dental caries , overbite , overjet , non-nutritive sucking habits, insertion of labial frenulum , key canines , crossbite , molar terminal plane , facial pattern ( PF ) and the Dental Aesthetic Index ( DAI ) were performed according to age indicated . All examinations were performed by a single calibrated examiner ( kappa> 0.74 for all variables ). Bivariate analyzes (chi- square and Fisher's exact test) and multivariate (p < 0.05 ) were performed. There were 36.6 % of students with at least five years a caries lesion. The mean (SD) dmft was 2.63 (3.9). The canine relationship class I (67.9 %) was the most frequent. The malocclusion was represented by the overbite (55.2 %), overjet ( 43.14 ) % and posterior crossbite (17.31%). Predominant facial pattern (PF) II (68.3%). Gender was significantly associated to the variables (key canines, overjet and molar terminal plane) (p < 0.05 ). In school 12 years was 35 % in at least one carious lesion. The mean (SD) DMFT was 1.74 (2.40 ) , with the most significant decay component (63.5 %). Malocclusion affects 32% of the sample. Pattern II facial predominated (57 %). Gender was not significantly associated with the study variables (p> 0.05). although the female has made 65.9% of poor / very severe severe occlusions . In the regression model it was observed that poor very severe occlusion, proximal caries , lack of lip seal at rest , nonnutritive sucking , overjet and mandibular jaw misalignment, crowding may influence the PF (p<0.05). Within the limitations of this study, it was concluded that the study population has a prevalence of dental caries considered a moderate to low prevalence of malocclusion, and predominance of facial pattern II. The age group of 05 years has been more prevalent as PF II and the 12-year prevalence of PF I and II. The observed data are indicative of the higher caries experience may be related to the facial pattern I becoming a variable potentially interfere with the reduction of malocclusion and change the pattern of facial growth . It was also observed that non-nutritive sucking , active labial frenulum , greater crowding , dmft and proximal caries , may influence the establishment of the facial pattern of individuals 5 years.
Keywords: Má Oclusão
Cárie
Padrão Facial
Malocclusion
caries
Facial pattern
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós Graduação em Odontologia
Citation: PEREIRA, Tiago Batista. Prevalência de má oclusão, cárie e padrão facial em escolares de cinco e doze anos de João Pessoa-Paraíba. 2014. 94 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6666
Issue Date: 17-Feb-2014
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,84 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.