Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6910
metadata.dc.type: Tese
Title: Violência Policial contra minorias sociais no Brasil e na Espanha: justificativas para o posicionamento de estudantes universitários
metadata.dc.creator: Oliveira, Thiago Morais
metadata.dc.contributor.advisor1: Torres, Ana Raquel Rosas
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Estramiana, José Luis álvaro
metadata.dc.description.resumo: O objetivo geral desta tese é investigar se a violência policial é mais tolerada quando a vítima é membro de uma minoria social (e.g. negro no Brasil e imigrantes marroquinos e ciganos romenos na Espanha). Esta é, portanto, uma tese sobre o preconceito e a discriminação racial no Brasil e a xenofobia e a discriminação na Espanha. Os objetivos específicos foram: a) analisar o papel moderador de um conjunto de variáveis psicossociais na tomada de posição, frente às ações extrajudiciais (e.g. Preconceito, Teoria Universal dos Valores Humanos de Schwartz, Valores Psicossociais QVP-24 e Crença no Mundo Justo) e b) analisar as justificativas dadas pelos participantes para a tomada de posição com relação à violência policial. Para alcançar estes objetivos, dois estudos, como delineamento quase-experimental, foram realizados. No primeiro, participaram estudantes universitários espanhóis (n = 207), com idade variando entre 17 e 31 anos (M = 20.2, DP = 2.68) e no segundo, estudantes universitários brasileiros (n = 114), com idade variando entre 17 e 56 anos (M = 23.5, DP = 6.72). O instrumento utilizado em ambos os países começava apresentando um cenário de violência policial contra um membro de uma minoria social que, posteriormente, teve sua culpa constatada em relação ao delito do qual era suspeito. Em seguida, havia um conjunto de perguntas abertas, nas quais se solicitava ao participante que justificasse seu posicionamento frente à situação descrita. Na sequência, eram apresentadas todas as outras variáveis, todas em formato Likert de seis pontos. Por últimos, solicitavam-se as características sociodemográficas dos participantes. No que se referem aos resultados das análises das moderações, na amostra espanhola, as seguintes variáveis apresentaram efeito significativo de interação com os cenários apresentados, ou seja, elas moderaram o efeito do cenário na tolerância à violência policial: o preconceito; os subsistemas de valores de Schwartz; os subsistemas dos valores psicossociais QVP-24. No entanto, os resultados referentes ao papel moderador da Crença no Mundo Justo não foram estatisticamente significativos. Nos resultados brasileiros também houve efeito significativo na interação das variáveis pesquisadas com os cenários apresentados, com exceção dos subsistemas de valores de Schwartz, pois as análises psicométricas realizadas demonstram que o instrumento não atingiu os parâmetros que permitissem sua utilização no Brasil. Além disso, os resultados referentes à Crença no Mundo Justo foram apenas marginalmente significativos. Foi realizado, então, um estudo complementar, no Brasil, com um instrumento semelhante ao anterior, mas, aqui a vítima da violência policial era inocente. Nesta situação, os resultados alcançaram significância estatística conforme o esperado. Quanto às análises dos repertórios discursivos, na Espanha, a maioria dos participantes apresentou justificativas que toleravam a violência policial contra as minorias sociais. No Brasil os resultados também seguiram essa direção. Esses resultados são discutidos enfatizando-se sua validade ecológica, no sentido em que se conseguiu representar bem uma situação da qual pôde emergir o preconceito e a discriminação. Finalmente, esperamos que os resultados aqui apresentados possam embasar futuros debates e intervenções que visem, de fato, uma mudança na maneira pela qual os membros das minorias sociais são vistos nas sociedades contemporâneas.
Abstract: The overall aim of this thesis was to investigate whether police violence is more tolerated when the victim is a member of a social minority (e.g. Black in Brazil, and Moroccan immigrants and Romanian gypsies in Spain). This was therefore a thesis on racial prejudice and discrimination in Brazil, and xenophobia and discrimination in Spain. The specific objectives were: a) to analyze the moderating role of a set of psychosocial variables in adopting a position on police violence (e.g. Prejudice, Schwartz's Universal Theory of Basic Human Values, PVQ-24 Psychosocial Values, and Belief in a Just World), and b) to analyze the reasons given by the participants for the positions taken regarding police violence. To achieve these objectives, two studies, with quasi-experimental design, were conducted. In the first, the participants were Spanish university students (n= 207), with ages between 17 and 31 years (M= 20.2,SD= 2.68), and in the second, Brazilian university students (n= 114), with ages between 17 and 56 (M= 23.5,SD= 6.72). The instrument used in both countries began by presenting a scenario of police violence against a member of a social minority who was subsequently found guilty of the offense for which he/she was a suspect. This was followed by a set of open questions, in which the participant was asked to explain his/her position on the situation described. Next, the rest of the variables were presented, all in a six-point Likert format. And finally, the sociodemographic characteristics of the participants were requested. With regard to the moderation analysis results, in the Spanish sample the following variables showed a significant interaction effect with the scenarios presented, i.e. they moderated the scenario's effect on the tolerance for police violence: prejudice; Schwartz's values subsystems; the PVQ-24 psychosocial values subsystems. However, the results for the moderating role of Belief in a Just World were not statistically significant. The Brazilian results also showed significant effects in the interaction of the variables studied with the scenarios presented, with the exception of Schwartz's values subsystems, since the psychometric analyses conducted had shown that the instrument did not meet the criteria that would allow for its use in Brazil. Further, the results regarding Belief in a Just World were only marginally significant. Thus a complementary study was conducted in Brazil, with an instrument similar to the previous one, but in this case the victim of police violence was innocent. In this situation the results were statistically significant, as expected. Regarding the analysis of discursive repertoires, in Spain most participants presented justifications for tolerating police violence against social minorities. In Brazil the results also followed this direction. These results are discussed, with emphasis on their ecological validity, in the sense that it was quite possible to produce a situation from which prejudice and discrimination could emerge. In closing, we hope that the results presented here may support future discussion and intervention directed at an actual change in the way members of social minorities are seen in contemporary societies.
Keywords: Discriminação social
Prejudice
Preconceito - minorias sociais - Brasil - Espanha
Violência policial
Estudo transcultural
Discrimination
Xenophobia
Police violence
Social minorities
Transcultural study
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: OLIVEIRA, Thiago Morais. Violência Policial contra minorias sociais no Brasil e na Espanha: justificativas para o posicionamento de estudantes universitários. 2013. 399 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6910
Issue Date: 19-Jun-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArquivoTotal.pdf4,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.