Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6934
metadata.dc.type: Tese
Title: Espaço e atividades em creches: interação e desenvolvimento de crianças de 2 anos
metadata.dc.creator: Cunha, Eduardo Ferreira da
metadata.dc.contributor.advisor1: Salomao, Nadia Maria Ribeiro
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho objetivou analisar como são utilizados os espaço na sala de aula, por crianças de idade média de 24 meses, nos ambientes coletivos de quatro creches do município de João Pessoa-PB. Procurou também analisar e compreender como se dão as interações entre educador/criança e criança/criança nesse espaço, já que as interações sociais são fundamentais para o desenvolvimento cognitivo e linguístico de crianças. Foram escolhidas duas creches que funcionam em prédios projetados para este fim e duas funcionando em prédios antes residenciais e adaptados para funcionarem como creches. Tomou-se como referencial teórico, para as análises, as concepções de desenvolvimento a partir de uma visão de criança ativa, com ênfase na perspectiva sócio-histórica de Vygotsky e na perspectiva da interação social dos estudiosos da linguagem. Em relação ao espaço, seguiu-se o referencial teórico a partir da abordagem ecológica de Bronfenbrennner, segundo o qual o potencial promotor de desenvolvimento do espaço aumenta na medida em que o meio ambiente físico oferece oportunidade de atividades molares entre educador e criança, permitindo a livre locomoção e motivando a criança a se engajar em atividades as mais diversas com outras crianças. A metodologia adotada foi a abordagem quanti-quali, recorrendo-se às técnicas de entrevista semi-estruturada, realizada com quatro educadoras e, a observação fílmica da ocupação dos espaços da sala de atividade e das interações que ali ocorreram. Os resultados evidenciaram que embora as educadoras sejam profissionais imbuídas de boas intenções no sentido de cuidar das crianças, usaram recorrentes diretivos para manter a rígida disciplina, impondo a ocupação do espaço na sala de aula, acarretando, na maioria das vezes, um comportamento nas crianças que não as conduziram para o desenvolvimento infantil.
Abstract: This study aimed to examine how the space are used in the classroom, analyzing the occupation of the space in the classroom by children aged 24 months in average, in collective environments of four nursery schools in the city of João Pessoa, in the state of Paraíba. It was also objectified to analyze and understand how the interactions between educator/child and child/child occur in this space, since these social exchanges are fundamental for the linguistic and cognitive development of the children. It was selected two nursery schools located in buildings designed for this purpose of and two units located in residential buildings adapted to function as nursery schools. The theoretical framework for the analysis counted on the conceptions of development of active child, with emphasis on interactions proposed by Vygotsky and his socio historical approach. The social interaction approach proposed by the language researchers was in this study also used. Concerning the space, this research was guided by the ecological approach and the theoretical basis by Bronfenbrennner. According to this researcher, the potential promoter of the development space increases as the physical environment provides opportunities for occurring molar activities between educator and child, allowing them to move freely, motivating the child to engage in a variety of activities with other children. The method used for carrying out this study was characterized by quantitative and qualitative approach supported by the techniques of semi-structured interviews done with the educators and filmic observations of the occupation of the spaces in the children s activity rooms and the interactions occurred in these environments. The results revealed that even though the educators are professionals well intentioned concerning the children s care, they used recurrent directive commands to maintain rigid discipline, imposing the occupation of space in the classroom, causing most of the time behaviors in children that do not lead them to their the development.
Keywords: Desenvolvimento e Interação Infantil
Espaço de Creches
Educação Infantil
Development and Child Interaction
Space in Nursery Schools
Child Education
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: CUNHA, Eduardo Ferreira da. Espaço e atividades em creches: interação e desenvolvimento de crianças de 2 anos. 2013. 163 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/6934
Issue Date: 13-May-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,62 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.