Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7005
metadata.dc.type: Tese
Title: Violência contra idosos: aproximações e distanciamentos entre a fala do idoso e o discurso da mídia impressa
metadata.dc.creator: Saraiva, Evelyn Rúbia de Albuquerque
metadata.dc.contributor.advisor1: Coutinho, Maria da Penha de Lima
metadata.dc.description.resumo: O objetivo geral da presente tese foi apreender as representações sociais da mídia impressa e dos idosos acerca da violência, dos maus-tratos e da negligência contra as pessoas idosas. A violência contra a pessoa idosa foi tratada segundo um enfoque psicossociológico, por meio do arcabouço teórico da Psicologia Social, conduzido pela Teoria das Representações Sociais, de Moscovici, acompanhado das contribuições de Doise. O estudo compreendeu duas técnicas de pesquisa, uma de campo e outra documental. O locus da pesquisa de campo situou-se em espaços coletivos de atividades físico-recreativas de grupos de idosos localizados no município de João Pessoa, na Paraíba. Para a pesquisa documental, foram coletados materiais textuais, a partir de uma busca na internet, de notícias veiculadas em dois jornais impressos: a Folha de S. Paulo e O Norte. As palavras-chave utilizadas foram: violência contra idosos , maus-tratos contra idosos e negligência contra idosos . Na pesquisa de campo, vinte e oito idosos, com idade média de 71 anos de idade, responderam a um questionário sociodemográfico e de arranjos familiares, violência e maus-tratos e a uma entrevista em profundidade. Os conteúdos da entrevista foram tratados pela Análise Lexical do software Alceste, por meio dos procedimentos padrão e da análise cruzada. Este programa computacional também foi utilizado para o processamento das 126 notícias recolhidas a partir dos jornais investigados. Os dados coletados foram analisados pela estatística descritiva e inferencial (qui-quadrado). Os resultados da entrevista demonstraram que os idosos representaram socialmente a violência ancorando-a nas perdas do poder de gerirem as suas vidas e de serem sujeitos autônomos e no distanciamento dos seus referenciais ideológicos de família, de serem respeitados pelos filhos e de terem segurança afetiva e financeira. As notícias dos jornais veicularam representações sociais da violência ancoradas nos ganhos sociais experimentados pelas pessoas idosas, principalmente a partir da vigência do Estatuto do Idoso, que lhes garante assistência e direitos, na busca da valorização dos idosos ativos. Quando comparados os dois tipos de discurso, as representações sociais se aproximaram quando os conteúdos focalizavam os direitos dos idosos e as suas vivências da violência. Por outro lado, os discursos de distanciaram à medida que, no caso dos idosos, as falas denotavam os sofrimentos biopsicossociais decorrentes da sua estigmatização como seres excluídos socialmente, enquanto que para a mídia impressa, as ações sociais publicadas apontaram para a inclusão da pessoa idosa na vida da sociedade. Estes resultados foram discutidos à luz da literatura especializada, indicando bastante convergência dos achados. Procurou-se ainda levantar as limitações potenciais do estudo, apontar a sua aplicabilidade e sugerir os desdobramentos de futuras pesquisas e intervenções.
Abstract: The main goal of this dissertation was to collect social representations from elder people and press about violence, abuse, and negligence against the elderly. In this dissertation violence against elder people was treated using a psycho sociological approach through a theoretical framework of the Social Psychology, conducted by the Social Representations Theory, from Moscovici, using the contributions of Doise. This study was composed by two technicals of research: a field and a documental research. The locus of the field research was public spaces used by elder people for recreational and physical activities, in Joao Pessoa, Paraiba. The documental research was done using internet searching tools to find news related to this study from two different newspapers: Folha de São Paulo, and O Norte. The keywords used were: "violence against elder people", "abuse against elder people", and "elder people negligence". In the field research, twenty-eight elders, averaging 71 years old, answered a social demographic, family arrangement, violence and abuse questionnaire, as well as a deep interview. The interview content was run through the Lexical Analysis from Alceste software through a standard procedure and crossed analysis. This software was also used to process 126 news collected from the press. The collected data was analyzed using descriptive and inferential statistics (chi square). The results from the interview showed that the elders socially represented the violence as the lost of the power of managing their lives and being independent, and the detachment of themselves from their ideological reference of family, as well as the lost of the respect of their children and the affective and financial security. The news released social representations of violence against elders based on the social gain experienced by the elder people, mainly through the Elderly Statute which assure them assistance and rights, searching for active elders valorization. When both of the speeches are compared, social representations got closer when the content focused the elderly rights and the violence experienced. On the other hand, speeches got further as, in the case of elders, the speech denoted bio psychosocial suffering because of their stigma as excluded beings. In the case of the press, published social actions pointed to the inclusion of the elderly into the society s life. The results were discussed based on the current literature, indicating a lot of convergence in what was found. The study s potential limitations were also searched, in order to point its applicability and suggest future research and interventions.
Keywords: Violência
Maus-tratos
Negligência
Idoso
Mídia impressa
Representações sociais
Violence
Abuse
Negligence
Elderly
Press media
Social representations
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: SARAIVA, Evelyn Rúbia de Albuquerque. Violência contra idosos: aproximações e distanciamentos entre a fala do idoso e o discurso da mídia impressa. 2010. 273 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7005
Issue Date: 13-Apr-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1.46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.