Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7009
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A Psicologia na Atenção Básica à Saúde: uma relação dialógica com o SUS
metadata.dc.creator: Freire, Francisca Marina de Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: Saldanha, Ana Alayde Werba
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A inserção de psicólogos em serviços de Atenção Básica à Saúde (ABS) é hoje uma constante apesar da literatura ainda apontar deficiências com relação a teoria e a prática da Psicologia neste campo de atuação. Deste modo, surgiu o interesse de verificar, como os psicólogos de João Pessoa/PB, que atuam em unidades de ABS, estão apreendendo e superando os desafios desse novo fazer em Psicologia. Objetivo: Analisar as crenças dos psicólogos de João Pessoa/PB que trabalham em unidades de ABS acerca de sua atuação neste contexto e sobre o Sistema Único de Saúde. Método: Participaram 20 psicólogos que na ocasião constituíam a população de psicólogos que trabalhavam em instituições primárias de saúde no município. A idade dos sujeitos variou entre 23 e 58 anos (M=44; DP=11,8), sendo a maioria do sexo feminino (17). Para a coleta dos dados foram utilizados dois instrumentos: Entrevista em profundidade e um Questionário sócio-laboral. Os instrumentos foram analisados, respectivamente, pela técnica de análise de discurso e por meio de estatísticas descritivas. Resultados: Diferenças significativas com relação à função e ao local de trabalho dos participantes levou a análise dos dados a basear-se nas semelhanças e diferenças apresentadas entre dois grupos de psicólogos existentes, a saber: a) os psicólogos das UBS/USF e os psicólogos Apoiadores Matriciais. As questões referentes à formação e ao exercício profissional trazidas pelo questionário sócio-laboral mostram que os grupos se assemelham com relação à formação profissional voltada para a clínica. Já as diferenças envolvem: a) a formação complementar, especialmente a voltada para o contexto da Saúde Coletiva, onde os psicólogos Apoiadores Matriciais demonstraram maior preocupação; b) o tempo de trabalho no contexto da saúde, que é superior aos 10 anos para os psicólogos das UBS/USF, e c) a carga horária de trabalho e remuneração que é superior para os psicólogos Apoiadores Matriciais. Há semelhanças também entre os grupos no tocante aos motivos que os levaram a atuar no contexto da atenção básica, onde se enfatizou aqueles relacionados à identificação com o trabalho e inserção laboral. Com relação aos princípios que norteiam a prática destes profissionais, três categorias temáticas foram destacadas: 1) os princípios e diretrizes do SUS; 2) Valores pessoais e 3) Concepção de saúde, sendo a primeira categoria mais significativa para os psicólogos Apoiadores Matriciais, enquanto as duas últimas para os psicólogos das UBS/ESF. Os grupos também se assemelharam no que diz respeito as condições influenciadoras à forma de atuar na ABS, onde a que obtive destaque e maior grau de importância foi as questões referentes às trocas de experiências com os colegas de trabalho e/ou profissão (f=16). Dos discursos dos participantes provenientes das entrevistas, emergiram duas classes temáticas e cinco categorias a saber: 1) Classe temática I - A práxis do psicólogo na ABS (Categorias: inserção, prática e papel do psicólogo) e 2) Classe temática II Sistema Único de Saúde (Categorias: Concepções acerca do SUS e Atenção Integral à Saúde) Considerações finais: As diferenças e semelhanças percebidas entre os grupos de psicólogos aqui investigados mostrou que embora a ciência psicológica ainda apresente uma formação deficiente no que tange ao trabalho no SUS e no contexto da ABS, mudanças significativas estão sendo percebidas na concepção que os psicólogos, especialmente, os mais jovens, possuem sobre sua prática e sobre esse contexto.
Abstract: Introduction: The insertion of psychologists in the Health Basic Attention services (HBA) is constant in spite of the fact that the literature still points deficiencies concerning the theory and practice of Psychology in this field of action. In this way, it was emerged the interest in verifying how the psychologists who work in ABS units of João Pessoa are learning and overcoming the challenges of this new practice in Psychology. Objective: To analyze the beliefs of psychologists living in João Pessoa/PB and working in HBA units. These beliefs are related to their practice in this context and related to the Public Health System. Method: About 20 psychologists participated of this study. This number comprised the population of psychologists who had worked in health primary institutions of the city, by the occasion of the study. The age range varied from 23 to 58 years old (M=44; SD=11, 8), being women the majority of the participants (17). In order to collect the data were used two instruments: Depth Interview and a Socio-labor Questionnaire. The instruments were analyzed, respectively, by the speech analysis technique and by descriptive statistics. Results: Significant differences related to function and work place of the participants led the analysis of data based on similarities and differences demonstrated between two groups of psychologists: a) the psychologists of UBS/USF and (b) the matrix supporter psychologists. The questions concerning the formation and professional service brought by the socio-labor questionnaire show that the groups are similar in relation to professional formation, which is focused on the clinic. The differences involved: a) complementary formation, especially focused on Collective Health, where the matrix supporter psychologists demonstrated more concern; b) the time of work in the context of health, which is superior to 10 years to the psychologists of UBS/USF, and c) working time and remuneration, which are superior to the matrix supporter psychologists. There are also similarities between the groups concerning the reasons which led them to work in the context of basic attention, where it was emphasized the reasons related to the identification with the work and labor insertion. In relation to the principles which rule the practice of these professionals, three thematic categories were highlighted: 1) the principles and guidelines of Public Health System; 2) personal values and 3) conceptions of health, being the first category more significant to the matrix supporter psychologists, whereas the two last categories are more significant to the psychologists of UBS/ESF. The groups are also similar referring to influenceable conditions related to the way of work in the ABS, where the condition which obtained more evidence and importance was the question related to the changes of experiences among the staff and professionals (f=16). According to the speeches of the participants, two thematic classes and five categories had emerged: 1) Thematic Class I The praxis of the psychologist in the ABS (Categories: insertion, practice and hole of the psychologist) and 2) Thematic Class II Health Public System (Categories: Conceptions concerning SUS and Whole Attention to Health). Conclusion: The differences and similarities which were realized between the groups of psychologists demonstrated that in spite of the fact that the psychological science still presents a deficient formation concerning the work in SUS and in the context of ABS, significant changes related to the conceptions of the youngest psychologists about their practice and this context have been realized.
Keywords: Psicologia
Sistema Único de Saúde
Crenças
Psychology
Health Public System
Beliefs
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: FREIRE, Francisca Marina de Souza. A Psicologia na atenção básica à saúde: uma relação dialógica com o SUS. 2010. 189 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7009
Issue Date: 18-Mar-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf805.34 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.