Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7021
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Ansiedade e depressão em profissionais de enfermagem e sua relação com o reconhecimento das expressões faciais
metadata.dc.creator: Montfort, Riza Maria Morsch Von
metadata.dc.contributor.advisor1: Alves, Nelson Torro
metadata.dc.description.resumo: No presente estudo, objetivou-se avaliar se fatores como ansiedade e depressão relacionados ao ambiente de trabalho do profissional de Enfermagem podem interferir na decodificação de sinais sociais, especialmente no que se refere à percepção de expressões faciais das emoções de alegria, medo, raiva e tristeza. A amostra foi composta por 120 participantes, divididos em três grupos: 40 profissionais de Enfermagem pertencentes ao quadro funcional do Hospital Napoleão Laureano no setor de oncologia, 40 profissionais de Enfermagem pertencentes ao quadro funcional da Maternidade Frei Damião e 40 profissionais de diferentes áreas pareados ao grupo de profissionais de Enfermagem com relação ao sexo, faixa etária e escolaridade. Ambas as instituições localizadas no município de João Pessoa Paraíba. Os participantes responderam um questionário bio-demográfico e, posteriormente, ao Inventário de Beck de Ansiedade (BAI - Beck Anxiety Inventory), ao Inventário de Beck de depressão (BDI - Beck Depression Inventory) e ao Inventário de Ansiedade Traço-estado (IDATE), para verificação dos escores de ansiedade e depressão. O teste SRQ 20 - Self Report Questionnaire foi utilizado para avaliar a presença de distúrbios psíquicos menores. O teste de reconhecimento das expressões faciais foi realizado através da apresentação de fotografias de expressões faciais de alegria, tristeza, medo, raiva de diferentes intensidades emocionais. O software Superlab 4.0 foi utilizado no controle da apresentação das expressões faciais e coleta de dados. Os dados foram submetidos a análises estatísticas descritivas para a caracterização da amostra. Foram realizadas ANOVAs para comparação dos grupos de participantes com relação aos escores de ansiedade, depressão, presença de DPM (Distúrbios Psíquicos Menores) e o reconhecimento das expressões faciais. Foi aplicado um teste de correlação de Pearson entre os escores obtidos nos inventários de ansiedade e depressão e o número de acertos no teste de reconhecimento de expressões faciais. A análise estatística indicou uma tendência de manifestação de depressão entre os profissionais de Enfermagem do Hospital Napoleão Laureano. Em relação à ansiedade e aos distúrbios psíquicos menores não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos. No teste do reconhecimento de expressões faciais, o grupo de participantes do Hospital Napoleão Laureano apresentou um menor desempenho na tarefa quando comparados aos demais grupos. As análises estatísticas indicaram também um efeito de interação entre os grupos de participantes e o reconhecimento das expressões faciais. O grupo de profissionais de Enfermagem da Maternidade Frei Damião teve um melhor desempenho no reconhecimento da emoção de alegria, em comparação com o grupo de profissionais do Hospital Napoleão Laureano, o que sugere que a especialidade da instituição de trabalho pode influenciar a decodificação de expressões faciais. Assim como a especialidade em oncologia do Hospital Napoleão Laureano, parece interagir para o surgimento dos sintomas de depressão entre os profissionais de Enfermagem. O grupo controle apresentou um maior número de acertos no reconhecimento de expressões faciais de raiva em comparação com os outros grupos. Para as emoções de medo e tristeza não houve diferenças significativas entre os grupos de participantes. Diante dos resultados obtidos conclui-se que a especialidade de trabalho da instituição está relacionada com a presença de sintomas de depressão, que podem afetar o reconhecimento das expressões faciais nos profissionais de Enfermagem. Este estudo poderá servir de base para futuras pesquisas no campo da percepção social e na investigação dos aspectos não verbais da comunicação interpessoal.
Abstract: The present study aimed to evaluate whether factors such as anxiety and depression, related to the work environment of nursing staff, can interfere with the decoding of social signals, especially with regard to the perception of facial expressions of emotions as happiness, fear, anger and sadness. The sample was composed by 120 participants, divided in three groups: 40 nurses belonging the workforce of Napoleão Laureano s Hospital, 40 nurses belonging the workforce of the Maternity Frei Damião and 40 professionals from different areas paired to nurses with regard to gender, age and education. Both institutions were located in the city of João Pessoa Paraíba. The participants answered a bio-demographic questionnaire and subsequently to the Beck Anxiety Inventory (BAI), the Beck Depression Inventory (BDI) and the Anxiety Trace- State Inventory (IDATE) for verification of scores of anxiety and depression. The Self Report Questionnaire (SRQ-20) was used to assess the presence of psychological distress. The test for the recognition of facial expressions was performed by the presentation of pictures of facial expressions of happiness, fear, anger and sadness of different emotional intensities. The Superlab 4.0 software was used to control the presentation of facial expressions and data collection. Experimental data were analyzed by descriptive statistics to characterize the sample. ANOVAs were performed to compare groups of participants in relation to the scores of anxiety, depression, presence of psychological distress (minor mental disorders) and the recognition of facial expressions. Pearson´s correlation test was applied between the scores on the inventories of anxiety and depression and the number of the hits in the test of facial expression recognition. Statistical analysis indicated a trend of occurrence of depression among the nursing staff of Napoleão Laureano s Hospital. In relation to anxiety and minor mental disorders were not statistically significant between groups. In the test of facial expression recognition, the group of participants Napoleão Laureano s Hospital presented a lower performance on the task when compared to other groups. Statistical analysis also indicated an interaction effect between groups of participants and recognition of facial expressions. The group of nurses Maternity Frei Damião performed better in recognizing the emotion of happiness, compared with the group of professionals from Napoleão Laureano s Hospital, which shows that the proprietary institution's work can influence the decoding of facial expressions. In contrast, the specialty of oncology, of Napoleão Laureano s Hospital, seems to interact for the emergence of symptoms of depression among nursing professionals. The control group showed a greater number of hits in the recognition of facial expressions of anger compared to other groups. For the emotions of fear and sadness there were no significant differences between groups of participants. Based on these results we concluded that the specialty of the institution's work is related to the presence of symptoms of depression, which may affect recognition of facial expressions in nursing professionals. This study may serve as a basis for future research in the field of social perception and in the investigation of the non-verbal aspects of interpersonal communication.
Keywords: Enfermagem
Ansiedade
Depressão
Expressões faciais
Nursing
Anxiety
Depression
Facial expressions
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Psicologia Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: MONTFORT, Riza Maria Morsch Von. Ansiedade e depressão em profissionais de enfermagem e sua relação com o reconhecimento das expressões faciais. 2010. 108 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7021
Issue Date: 17-Dec-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,91 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.