Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7198
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A cor da UFPB: um retrato racial dos estudantes da Universidade Federal da Paraíba em 2003
metadata.dc.creator: Cruz, Iara Santos da
metadata.dc.contributor.advisor1: Meneses, Jaldes Reis de
metadata.dc.description.resumo: As discussões acerca da questão racial no Brasil tornaram-se mais polêmicas após a implantação de cotas sociais e raciais em duas universidades no Rio de Janeiro, em 2003. Posteriormente, intensificaram-se em inúmeras instituições de ensino superior os censos para identificar a raça/cor dos alunos, com o intuito de conhecer como estão representados os segmentos raciais nas universidades. Diante deste contexto, o objetivo do presente trabalho é investigar um retrato racial dos estudantes da graduação da Universidade Federal da Paraíba, em 2003; e conhecer qual é a cor da UFPB . Os dados utilizados são de fonte secundária, auferidos junto a Pró- reitoria de graduação PRG, para conhecer quantos negros, brancos, pardos, amarelos e indígenas existem na universidade e em cada curso. Para o acervo teórico adotou-se o conteúdo que compactua da postura que inexiste democracia racial no Brasil. Os resultados encontrados expuseram que em 2003, dos 21.283 alunos da graduação: 40,31% são brancos; 2,88% negros; 2,42% amarelos; os pardos representam 20,5% e os indígenas correspondem a 1% dos discentes; além do percentual de 32,89% daqueles que não declararam sua raça / cor. O curso com maior contingente de brancos é administração; a graduação com mais negros e amarelos é pedagogia, contendo 44 e 41 discentes respectivamente. Foi constatado também que, os cursos de psicologia (formação de psicólogos) e agroindústria não tinham nenhum negro; e a graduação em letras (habilitação em português/inglês) contava com apenas um aluno branco. Mediante interpretação dos dados observou-se ainda uma sub representação do negro entre os alunos da graduação, o que acarreta uma disparidade entre o número de alunos brancos e não brancos. Conforme observado em outras universidades que alcançaram resultados semelhantes, supõe-se que fatores como: má distribuição da renda, desigualdade educacional e ausência de um processo democrático no ingresso ao ensino superior podem influenciar a sub - representação dos negros nos cursos. Conclui-se que a cor da UFPB é branca.
Abstract: Discussions about the racial question in Brazilhave become more polemic after two universities of Rio de Janeiro had implemented social and racial quotas in 2003. Afterwards, in several universities there was in increase of census to identify the race/color if students, with the aim of knowing how racial segments are represented at universities. In this context, the goal of our study is to draw a racial portrait of Paraíba Federal university s graduate students in 2003 and to find out what is UFPB s color . The data, coming from a secondary source namely PGR (graduation s Pró-reitoria), has been analyzed to find out how many black, mixed, yellow and Indians exist at the university and in each graduation. As theoretical background, it has been assumed there is on racial democracy in Brazil. Results show that, in 2003, of the 21.283 graduation students, 40.3% were white, 2.9% black, 2.4% yellow, 20.5% mixed, 1% indian and 32.9% did not answer. Management was the graduation with more white students, while pedagogy was the graduation with more black and yellow students (41 e 44 respectively). Furthermore, the psychology and agro-industry graduations had no black students, while the Portuguese/English graduation ha only one white student. It has also been observed an under-representation of black students in the graduation, which implies a disparity between the number of white and non-white students. As observed in other universities with similar results, such factors as wrong income distribution, educational inequality and absence of a democratic process to access higher education might influence the under-representation of black students in graduations. Our conclusion is that UFPB s colour in white.
Keywords: desigualdade racial
Ensino superior
Cor da UFPB
racial inequality
higher education
UFPB s colour
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Serviço Social
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Citation: CRUZ, Iara Santos da. A cor da UFPB: um retrato racial dos estudantes da Universidade Federal da Paraíba em 2003. 2008. 81 f. Dissertação (Mestrado em serviço Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2008.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7198
Issue Date: 20-Jul-2008
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf249,16 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.