Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7277
metadata.dc.type: Tese
Title: O popular massivo: da mediação simbólica à trajetória do herói
metadata.dc.creator: Souza, Karlla Christine Araújo
metadata.dc.contributor.advisor1: Lima, Elizabeth Christina de Andrade
metadata.dc.description.resumo: A pesquisa está baseada na obra literária de quatro autores: Lourdes Ramalho, Jessier Quirino, Bráulio Tavares e Astier Basílio, extraindo de seus textos o que simboliza o redimensionamento da linguagem poética popular e da tradição oral a qual estão vinculados. Seus textos falam de costumes e tradições e também procuram recriar as tramas narrativas do imaginário popular do Nordeste. Mesmo com a diferença entre os autores, é exatamente o que se repete que nos surpreende pelo vigor da linguagem e a reelaboração de certos traços típicos. Dentre os traços que se repetem e se reelaboram, percebemos a construção de heróis fora dos padrões convencionais de composição épica. São heróis que não têm nenhum grande feito para se vangloriarem, mas se sustentam na coragem de oferecer o próprio sangue em nome de uma vingança que é, sobretudo, ficcional. Este mecanismo de compensação está presente também na intenção simbólica de seus criadores, que vinculados a certos traços característicos de uma escrita regionalista, também se associam a outros elementos, referentes a suas atuações enquanto mediadores simbólicos. O que está na base da mediação simbólica é a observação da vida, o interesse pela tradição, o desejo de validar as formas poéticas que foram aprendidas no seio familiar. Porém, situando a mediação no contexto mais geral de transformação dos processos sociais, ela incorpora implicitamente o desejo de ressignificação das formas de dominação cultural. A mediação simbólica é o recorte de um fenômeno localizado entre fronteiras teóricas e culturais; uma abordagem nova para uma prática não tão nova assim.
Abstract: The research is based on the literary job of four authors: Lourdes Ramalho, Jessier Quirino, Bráulio Tavares e Astier Basílio, extracting of their texts what symbolizes the resizing of the popular poetic language and of the oral tradition wich are linked. Their texts talk about customs and traditions and also try to recreate the storyline of the popular imaginary of Northeast. Even wich the difference between the authors, is exactly what is repeated that surprises us by the force of language and the reworking of some typical traits. Among these traits that are repeated and worked, is that we perceive the construction of heroes out of the conventional patterns of epic composition. They are heroes that do not have any big realization to boast themselves, therefore they hold up the courage to offer their own blood in the name of revenge that is, above all, fictional. This mechanism of compensation is also presented at the symbolical intention of their creators, wich linked to some characteristic traits of a regionalist script, are also associated with other elements, concerning to their actuation as symbolical mediators. What is the base of the symbolical mediation is the life observation, the interested by the tradition, the desire to validate the poetic forms that were learned at the familiar nucleus. Although, placing the mediation in the broader context of transformation of social processes, it implicitly incorporates the desire to reframe the forms of cultural domination. The symbolical mediation is the clipping of a local phenomenon between theoretical and cultural boundaries, a fresh approach to a practice that is not so new like that.
Keywords: Tradição
Mediação Simbólica
Imaginário Popular
Tradition
Symbolical Mediation
Popular Imaginary
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Sociologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Citation: SOUZA, Karlla Christine Araújo. O popular massivo: da mediação simbólica à trajetória do herói. 2010. 283 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7277
Issue Date: 23-May-2010
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.