Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7714
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O processamento sintático de frases contendo o pronome her em contexto de ambiguidade por brasileiros aprendizes de inglês como L2
metadata.dc.creator: Costa, Ana Carolina Dias da
metadata.dc.contributor.advisor1: Leitão, Márcio Martins
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo investigar a maneira como brasileiros aprendizes de inglês utilizam a informação estrutural durante a resolução da correferência em frases ambíguas contendo o pronome her em condições de objeto (NP) ou de pronome possessivo (SPEC). Em inglês, em um contexto intrasentencial o pronome her pode gerar ambiguidade durante o processamento se seu antecedente indisponível coincidir em gênero e número, no entanto, o mesmo pronome encontra-se bloqueado pelo o princípio B da teoria da ligação (Chomsky, 1981). Investigaremos esse fenômeno considerando aspectos da Hipótese da Estrutura Rasa (SSH) Clahsen e Felser, (2006). Segundo esta hipótese, aprendizes de L2 dispõem de uma gramática superficial capaz de processar com sucesso apenas estruturas de pouca complexidade e sem ambiguidades. Através de experimento on line de leitura automonitorada, verificamos se aprendizes de inglês em níveis distintos de proficiência, foram sensíveis às restrições sintáticas de frases contendo a ambiguidade do pronome her, ainda que segundo a SSH, disponham de um processamento mais superficial.
Abstract: This work aims to investigate how Brazilian learners of English use the structural information during the resolution of coreference in sentences containing the ambiguous pronoun her in a position of object (NP) or possessive pronoun (SPEC). In English, in an intrasentencial context the pronoun her can generate ambiguity during processing if its unavailable antecedent matches in number and gender, however, the same pronoun is blocked by the principle B of Binding Theory (Chomsky, 1981). We investigate this phenomenon considering aspects of the Shallow Structure Hypothesis (SSH) Clahsen and Felser (2006). According to this hypothesis, L2 learners have a shallower grammar which is able to only successfully process unambiguous structures with low complexity. Through an on-line experiment of self-paced reading we verified if English learners at different levels of proficiency, were sensitive to the syntactic ambiguity of sentences containing the pronoun her, even though according to SSH their processing is more superficial.
Keywords: Processamento; Aprendizes de L2; Teoria da Ligação; Hipótese da Estrutura Rasa.
Processing; L2 Learners; Binding Theory; Shallow Structure Hypothesis.
metadata.dc.subject.cnpq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
metadata.dc.publisher.initials: UFPB
metadata.dc.publisher.department: Linguística e ensino
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: COSTA, Ana Carolina Dias da. O processamento sintático de frases contendo o pronome her em contexto de ambiguidade por brasileiros aprendizes de inglês como L2. 2014. 94 f. Dissertação ( Mestrado em Linguística) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/7714
Issue Date: 26-Mar-2014
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.